Fred Curtis Brannon
Outros nomes Fred C. Brannon
Freddy
Nascimento 26 de abril de 1901
Louisiana, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 6 de abril de 1953
Los Angeles, Califórnia, EUA
Ocupação cineasta
Atividade 1945 – 1953[1]

Fred Curtis Brannon (26 de abril de 1901 - 6 de abril de 1953[2]) foi um cineasta estadunidense dos anos 1940 e 1950, que dirigiu cerca de 40 filmes entre 1945 e 1953, entre Westerns- B e seriados.

Biografia e carreiraEditar

Iniciou sua carreira como encarregado de objetos de cena na Fox Film, e percorreu várias companhias cinematográficas com pequenos trabalhos, até que, em 1944, foi para a Republic Pictures, como anotador,[3] passando em 1945 a diretor. O primeiro filme que Brannon dirigiu foi o seriado The Purple Monster Strikes em 1945, que na verdade foi uma co-direção com Spencer Gordon Bennet.

Seu último filme foi o seriado Jungle Drums of Africa, em 1953, porém, mesmo após sua morte, alguns de seus seriados foram reeditados e relançados na televisão, sob títulos, muitas vezes, modificados, como é o caso de Satan's Satellites, lançado em 1958, Cyclotrode 'X', em 1964, R.C.M.P. and the Treasure of Genghis Khan, lançado em 1965, além de D-Day on Mars e Retik the Moon Menace, ambos lançados em 1966. Outro exemplo é Ghost of Zorro, lançado em 1959, que foi produzido com cenas de arquivo dos seriados de Brannon Son of Zorro e Daredevils of the West. Commando Cody: Sky Marshal of the Universe usou cenas de arquivo de King of the Rocket Men.

Filmografia parcialEditar

Ver tambémEditar

Notas e referênciasEditar

  1. Mesmo após sua morte, seus seriados foram reeditados e relançados na televisão, até o ano de 1966.
  2. Fred C. Brannon no IMDB
  3. «Filmecultura, n.12» (PDF). Consultado em 17 de agosto de 2013. Arquivado do original (PDF) em 14 de outubro de 2013 

Ligações externasEditar