Frederico João de Saxe-Meiningen

militar alemão

Frederico de Saxe-Meiningen, duque da Saxónia (Friedrich Johann Bernhard Hermann Heinrich Moritz; 12 de Outubro de 1861 - 23 de Agosto de 1914) foi um soldado alemão e membro da Casa Real de Saxe-Meiningen.

Frederico João de Saxe-Meiningen
Príncipe de Saxe-Meiningen
Prince Frederick John of Saxe-Meiningen.jpg
Frederico João de Saxe-Meiningen
Consorte Adelaide de Lippe-Biesterfeld
Nascimento 23 de setembro de 1853
  Potsdam, Reino da Prússia
Morte 22 de fevereiro de 1923 (69 anos)
  Schloss Kamenz, Silésia
Pai Jorge II, Duque de Saxe-Meiningen
Mãe Feodora de Hohenlohe-Langenburg
Filho(s) Feodora of Saxe-Meiningen
Adelaide de Saxe-Meiningen
Jorge, Príncipe de Saxe-Meiningen
Ernesto de Saxe-Meiningen
Luísa de Saxe-Meiningen
Bernardo, Príncipe de Saxe-Meiningen

Nascimento e universidadeEditar

O príncipe Frederico nasceu em Meiningen o segundo filho de Jorge II, Duque de Saxe-Meiningen e da sua segunda esposa, a princesa Feodora de Hohenlohe-Langenburg, uma descente de Diego Velázquez.

O príncipe Frederico andou na Universidade de Bonn onde, ao contrário do que era normal para os príncipes da época, recusou ter um criado, cavalo e carruagem próprios. Devido ao seu estatuto real, foi feito membro do clube de duelo exclusivo para estudantes "Borussia". Apesar de o futuro kaiser Guilherme II da Alemanha ser um membro proeminente, o príncipe Frederico não era activo no grupo, raramente aparecia na reuniões e preferia dar mais importância aos estudos do que à sua vida social. Conseguiu escapar por pouco a ferimentos graves em Bonn quando uma retorta rebentou perto dele durante uma experiência química.[1]

Exército e morteEditar

Depois de completar os seus estudos, o príncipe Frederico entrou no exército. Tal como tinha acontecido durante a universidade, quando se tornou tenente em Estrasburgo, o príncipe gostava mais de passar o seu tempo a estudar artilharia do que a investir na sua vida social. Foi promovido a coronel em 1902, brigadeiro-general em 1907 e major-general em 1910, antes de se reformar do exército em 1913.

Quando rebentou a Primeira Guerra Mundial em 1914, e apesar de ter partido o braço pouco tempo antes, o príncipe Frederico decidiu voltar ao exército. Acabaria por morrer em combate, em Tarcienne durante a invasão da Bélgica. Só quando o seu filho, o príncipe Jorge viajou até à Bélgica para se juntar ao regimento do pai é que se soube da notícia. Jorge descobriu que o seu pai tinha sido atingido por estilhaços ou balas de metralhadora quando saiu de uma casa que estava a utilizar como posto de observação.

O seu corpo foi levado para o Colégio do Sagrado Coração de Charleroi onde foi embalsamado.[2] Posteriormente, foi levado para Meiningen, onde foi sepultado.

Casamento e descendênciaEditar

O príncipe Frederico casou-se com a sua prima, a princesa Adelaide de Lippe-Biesterfeld (depois princesa de Lippe), filha de Ernesto, Conde de Lippe-Biesterfeld, em Neudorf a 24 de Abril de 1889. O estatuto dinástico do casamento foi questionado durante a disputa de sucessão de Lippe, quando se argumentou que, se o irmão de Adelaide, Leopoldo, estava excluído da sucessão de Lippe devido ao facto de a sua bisavó, Modeste von Unruh, não pertencia à realeza, então os filhos de Frederico e Adelaide também deveriam ser excluídos da linha de sucessão de Saxe-Meiningen pelo mesmo motivo.[3]

O príncipe Frederico e a princesa Adelaide tiveram seis filhos que eram membros completos da Casa Ducal de Saxe-Meiningen:

  1. Feodora of Saxe-Meiningen (29 de Maio de 1890 – 12 de Março de 1972), casada com Guilherme Ernesto, Grão-Duque de Saxe-Weimar-Eisenach; com descendência.
  2. Adelaide de Saxe-Meiningen (16 de Agosto de 1891 – 25 de Abril de 1971), casada com o príncipe Adalberto da Prússia; com descendência.
  3. Jorge, Príncipe de Saxe-Meiningen (11 de Outubro de 1892 – 6 de Janeiro de 1946), casado com a condessa Klara-Maria von Korf; com descendência.
  4. Ernesto de Saxe-Meiningen (23 de Setembro de 1895 – 17 de Agosto de 1914) morreu em combate durante a Primeira Guerra Mundial, perto de Maubeuge, França.
  5. Luísa de Saxe-Meiningen (13 de Março de 1899 – 14 de Fevereiro de 1985) casada com o barão Götz von Wangenheim.
  6. Bernardo, Príncipe de Saxe-Meiningen (30 de Junho de 1901 – 4 de Outubro de 1984), casado primeiro com Margot Grössler; com descendência. Casado depois com a baronesa Vera Schäffer von Bernstein

GenealogiaEditar

Os antepassados de Frederico João de Saxe-Meiningen em três gerações
Frederico João de Saxe-Meiningen Pai:
Jorge II, Duque de Saxe-Meiningen
Avô paterno:
Bernardo II, Duque de Saxe-Meiningen
Bisavô paterno:
Jorge I, Duque de Saxe-Meiningen
Bisavó paterna:
Luísa Leonor de Hohenlohe-Langenburg
Avó paterna:
Maria Frederica de Hesse-Cassel
Bisavô paterno:
Guilherme II, Eleitor de Hesse
Bisavó paterna:
Augusta da Prússia
Mãe:
Feodora de Hohenlohe-Langenburg
Avô materno:
Ernesto I, Príncipe de Hohenlohe-Langenburg
Bisavô materno:
Carlos Luís I, Príncipe de Hohenlohe-Langenburg
Bisavó materna:
Amália de Solms-Baruth
Avó materna:
Feodora de Leiningen
Bisavô materno:
Emich Carlos, 2° Príncipe de Leiningen
Bisavó materna:
Vitória de Saxe-Coburgo-Saalfeld

ReferênciasEditar

  1. German Princes Who Have Fallen in the War. New York Times. 31 October 1915
  2. Lemaire 1929, pp. 72–75
  3. Article 2 -- No Title, By The Associated Press. New York Times. 9 October 1904. Page 5

BibliografiaEditar

  • Lemaire, A. L'invasion allemande au pays de Charleroi. [S.l.: s.n.]