Abrir menu principal

Frederico Varandas

Presidente do Sporting Clube de Portugal
(Redirecionado de Frederico Nuno Faro Varandas)
Frederico Varandas
Nome completo Frederico Nuno Faro Varandas
Nascimento 19 de setembro de 1979 (39 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade português
Ocupação Presidente do Sporting Clube de Portugal

Frederico Nuno Faro Varandas MAHMEMCC (Lisboa, 19 de setembro de 1979), é um médico militar português, presidente do Sporting Clube de Portugal desde 9 de Setembro de 2018,[1] quando ganhou as eleições do clube após a destituição do anterior presidente, Bruno de Carvalho.[2]

CarreiraEditar

Oriundo de uma família de sportinguistas e sócio do clube desde criança, Frederico Varandas licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Nova de Lisboa em 2005,[3] tendo posteriormente obtido a especialização em Medicina Física e de Reabilitação e em Medicina Desportiva. Foi também graduado em Medicina Militar e chegou a Capitão do Exército Português, tendo feito parte ainda Tenente da 1.ª Companhia de Comandos Portugueses que constituiu a "Quick Reaction Force" da Força Internacional de Assistência para Segurança da NATO, uma missão em que foi louvado e condecorado com a Medalha Comemorativa da Campanha Afeganistão 2008 e com a Medalha de D. Afonso Henriques - Mérito do Exército[3] e com a Medalha da Organização do Tratado do Atlântico Norte a 5 de Maio de 2010.[4]

Começou a sua carreira no futebol em 2007 no Vitória de Setúbal e em 2009 era o Diretor Clínico dos sadinos, cargo que manteve até Julho de 2011, altura em que foi para o Sporting para ser o médico da equipa dos juniores do futebol do Sporting. No espaço de um mês rendeu José Gomes Pereira na liderança do departamento clínico do clube.[3]

Em 2015, Leonardo Jardim tentou levá-lo para o Mónaco. Recusou e ficou onde sempre quis estar. Foi a cara, o corpo e a alma da equipa médica de Alvalade até se demitir para se candidatar a presidente.[3]

Foi fundador e Presidente das Jornadas Internacionais de Medicina Desportiva do Sporting Clube de Portugal e apresentou mais de 30 comunicações sobre temas de reabilitação em Reuniões Clínicas, Cursos pós-graduados, Jornadas, Simpósios e Congressos.[5]

Presidência do Sporting Clube de PortugalEditar

Na sequência da crise de 2018 demitiu-se depois da final da Taça de Portugal,[6] anunciando desde logo que seria candidato às futuras eleições do clube.[7]

Tornou-se presidente do Sporting Clube de Portugal ao vencer as eleições realizadas no dia 8 de Setembro de 2018, com 42,32%[8] dos votos dos sócios leoninos,[5] sendo estas as mais concorridas da história do clube.[9]

Dos muitos títulos conquistados destacam-se a Taça de Portugal e a Taça da Liga no futebol, a Liga dos Campeões no futsal e a Liga Europeia no hóquei em patins.

Referências