Freedom of the Press Foundation

Freedom of the Press Foundation logo.svg

A Freedom of the Press Foundation (FPF) é uma organização sem fins lucrativos fundada em 2012 para financiar e apoiar a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa. Originalmente, a organização organizou campanhas de crowdfunding para organizações jornalísticas independentes, mas agora pretende apoiar a segurança digital de jornalistas e presta serviços de apoio jurídico e legal a jornalistas.

A plataforma SecureDrop da fundação visa possibilitar a comunicação confidencial e segura entre jornalistas e as suas fontes, e é utilizada por mais de 65 organizações de notícias em todo o mundo.[1] A FPF também é responsável pela gestão do US Press Freedom Tracker, uma base de dados sobre violações da liberdade de imprensa nos Estados Unidos.[2]

A direção da organização tem incluído jornalistas e denunciantes proeminentes, tais como Daniel Ellsberg, Laura Poitras, Glenn Greenwald e Xeni Jardin, bem como ativistas, celebridades e cineastas. O denunciante da NSA, Edward Snowden, é diretor da FPF desde 2014 e passou a ser presidente no início de 2016.[3] Jardin deixou a direção em 2016.

Referências

  1. Henrichson, Jennifer R. (30 de abril de 2020). «The Rise of the Security Champion: Beta-testing Newsroom Security Cultures». Columbia Journalism Review (em inglês). Consultado em 3 de novembro de 2020 
  2. Feinberg, Ashley (2 de agosto de 2017). «The US Press Freedom Tracker Follows Abuses of Journalists To Help Stop Them». Wired (em inglês). Consultado em 3 de novembro de 2020 
  3. Greenberg, Andy (2017). «Edward Snowden's New Job: Protecting Reporters From Spies». Wired 

 

Ligações externasEditar