Fricativa faríngea surda

A fricativa faríngea surda é um fone consonantal usado em algumas línguas. O símbolo do IPA para ele é um h com uma barra (ħ) e seu símbolo equivalente no X-SAMPA é X\. Na transcrição de árabe, hebraico e outras escritas, muitas vezes é escrito ⟨Ḥ⟩, ⟨ḥ⟩.[1]

Fricativa faríngea surda
ħ
IPA 144
Codificação
Entidade (decimal) ħ
Unicode (hex) U+0127
X-SAMPA X\
Kirshenbaum H

Normalmente caracterizado como uma fricativa na faringe superior, é frequentemente caracterizado como um [h] sussurrado.[1]

CaracterísticasEditar

  • Sua forma de articulação é fricativa, ou seja, produzida pela constrição do fluxo de ar por um canal estreito no local da articulação, causando turbulência.[1]
  • O seu local de articulação é a faríngea, o que significa que se articula com a raiz da língua na parte posterior da garganta (faringe).[1]
  • Sua fonação é surda, o que significa que é produzida sem vibrações das cordas vocais.
  • Em alguns idiomas, as cordas vocais estão ativamente separadas, por isso é sempre sem voz; em outras, as cordas são frouxas, de modo que pode assumir a abertura de sons adjacentes.[1]
  • É uma consoante oral, o que significa que o ar só pode escapar pela boca.[1]
  • É uma consoante central, o que significa que é produzida direcionando o fluxo de ar ao longo do centro da língua, em vez de para os lados.[1]
  • O mecanismo da corrente de ar é pulmonar, o que significa que é articulado empurrando o ar apenas com os pulmões e o diafragma, como na maioria dos sons.[1]

OcorrênciasEditar

Esse som se assemelha com o R aspirado, na língua portuguesa, no Brasil, porém é bem comum em línguas semíticas, como a maioria dos dialetos do árabe, o siríaco clássico, o hebraico bíblico e também aparece na reconstrução da fonética da língua egípcia antiga, que é uma língua afro-asiática relacionada.[2]

Língua Palavra AFI Significado Notas
Abaza хIахъвы/kh'akh"vy [ħaqʷə] Pedra
Abcaz ҳара/khara [ħaˈra] Nós
Adigue тхьэ/tkh'ė  ? [tħa] Deus
Agul мухI/mukh' [muħ] Celeiro
Árabe[3] ح‍‍ال‎/al  ? [ħaːl] Situação
Archi хIал/kh'al [ħal] Estado
Assírio/Síriaco Ocidental ܡܫܝܚܐ/mšīho [mʃiːħo] Cristo Corresponde a [x] em outras variedades siríacas, como oriental.
Avar xIебецI/kh'ebets' [ħeˈbetsʼ] Cera
Azerbaijani əhdaş [æħd̪ɑʃ] Istrumento
Chechen ач /  ? [ħatʃ] Pluma
Inglês Alguns falantes do Received Pronunciation[4] hat [ħæʔt] Chapéu Glotal [h] para alguns falantes.[4]
Galego[5] Alguns dialetos gato [ˈħatʊ] Gato Corresponde a /ɡ/ em outros dialetos.
Hebraico חַשְׁמַל‎/chashemal  ? [ħaʃˈmal] Eletricidade Dialetos orientais
Jarawa हवावा/hwꝍwꝍ [ħʷəwə] Javali selvagem
Cabardiano кхъухь/kkh"ukh'  ? [q͡χʷəħ] Barco
Cabile ⴻⴼⴼⴰⴼaeffafاحفاف [aħəfːaf] Cabelereira
Curdo Alguns falantes ol  ? [ħol] Ambiente Corresponde a /h/ na maioria dos dialetos curdos.
Maltês Padrão wieħed [wiħːet] Um
Nuu-chah-nulth ʔaap-ii [ʔaːpˈħiː] Amigável
Sioux Nakota haxdanahâ [haħdanahã] Ontem
Somali xood  ? [ħoːd] Bengala
Ucraniano[6] нігті/nigti [ˈnʲiħtʲi] Unha dos dedos Alofone de /ʕ/ (que pode ser transcrito como /ɦ/) antes de consoantes surdas;[6] pode ser fronteado [x] em ''formas fracas''.[6]

ReferênciasEditar

  1. a b c d e f g h Ladefoged; Maddieson, Peter; Ian (1996). The Sounds of World's Languages. [S.l.: s.n.] 
  2. Ladefoged & Maddieson. [S.l.: s.n.] 1996. pp. 167–168 
  3. Watson (2002):19
  4. a b Collins & Mees (2003), p. 148.
  5. Regueira (1996):120
  6. a b c Danyenko & Vakulenko (1995):12