Frogmore Cottage

Frogmore Cottage
Construção 1801
Proprietário inicial Carlota de Mecklemburgo-Strelitz
Proprietário atual Henrique, Duque de Sussex
Função atual Residência
Local Windsor, Berkshire,  Reino Unido

Frogmore Cottage é uma mansão situada nos jardins de Frogmore House que por sua vez está situada nos jardins do Castelo de Windsor. O edifício foi construído a pedido da rainha Carlota, consorte do rei Jorge III e é um listed building. Faz parte da Propriedade e é a residência do príncipe Henrique e de sua esposa, Meghan, desde abril de 2019 sempre que eles estão no Reino Unido.

Seu nome deriva da palavra inglesa frog (rã), animal bastante comum nas áreas alagadas nos jardins de Frogmore House.[1]

HistóriaEditar

A casa era conhecida originalmente como Double Garden Cottage e foi incluída nas contas de 1801 da rainha Carlota, que revelam que foi construída por 450 libras por Mr Bowen.[2] Esta serviu como casa para a rainha Carlota e suas filhas solteiras. Ela também foi usada como casa de campo ou de passeio pela rainha Vitória e pela Rainha-Mãe.

A rainha Vitória tomou o pequeno-almoço na casa em 28 de junho de 1875 e reparou que esta tinha "um vasto número de sapinhos" que ela achou "bastante nojentos".[3] A casa é um listed building desde 1975.[4]

OcupantesEditar

Para além de ter servido de refúgio para as filhas solteiras da rainha Carlota,[5] Frogmore Cottage foi ainda residência do teólogo Henry James Sr., que viveu no local com a sua família na década de 1840.[6] Um secretário pessoal da rainha Vitória, Abdul Karim, mudou-se para Frogmore Cottage em 1897 com a sua esposa e pai.[7] A grã-duquesa Xénia Alexandrovna da Rússia viveu na mansão depois de ser exilada do seu país até à década de 1920.[8]

No início do século XXI, a mansão estava separada em cinco unidades, onde viviam trabalhadores da residência.[9]

Em 2019, Frogmore Cottage foi remodelada e convertida numa casa familiar com quatro quartos e berçário e ainda a construção de uma sala para ginástica e yoga, uma enfermaria e uma sala de visitas, além da completa reforma da cozinha. O custo total das obras foi de 2,4 milhões de libras, dinheiro retirado do Sovereign Grant, que consiste em dinheiro público para que o duque e a duquesa de Sussex se mudassem para aí.[10] O custo da remodelação foi criticado, mas, uma vez que se Frogmore Cottage é um edifício de interesse público, a remodelação iria ocorrer de qualquer modo, independentemente dos seus ocupantes.[11] Depois de anunciarem que se iriam retirar das suas funções como membros da família real, o duque e a duquesa de Sussex anunciaram que iriam devolver o dinheiro público gasto nas obras da casa e que esta continuaria a ser a sua residência oficial no Reino Unido.[12]

Galeria de fotosEditar

O site especializado Getty Images tem uma galeria de fotos de Frogmore Cottage: https://www.gettyimages.com/photos/frogmore-cottage

ReferênciasEditar

[13]

[14]

[15]


  1. CharlotteDunn (26 de setembro de 2017). «Isabel Ângela Margarida Bowes-Lyon». The Royal Family (em inglês). Consultado em 6 de maio de 2019 
  2. Roberts, Jane (1997). Royal Landscape: The Gardens and Parks of Windsor (em inglês). [S.l.]: Yale University Press. ISBN 978-0-300-07079-8 
  3. Victoria, Queen; Victoria, Victoria (25 de setembro de 2014). The Letters of Queen Victoria (em inglês). [S.l.]: Cambridge University Press. ISBN 978-1-108-07780-4 
  4. «FROGMORE COTTAGE IN FROGMORE GROUNDS, Windsor and Maidenhead - 1117778 | Historic England». historicengland.org.uk (em inglês). Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  5. Maudlin, Daniel (24 de julho de 2015). The Idea of the Cottage in English Architecture, 1760 - 1860 (em inglês). [S.l.]: Routledge. ISBN 978-1-317-64315-9 
  6. Helin, Jenny; Hernes, Tor; Hjorth, Daniel; Holt, Robin (15 de maio de 2014). The Oxford Handbook of Process Philosophy and Organization Studies (em inglês). [S.l.]: OUP Oxford. ISBN 978-0-19-164810-6 
  7. Scientific American: Supplement (em inglês). [S.l.]: Munn and Company. 1897 
  8. Faber, Toby (4 de setembro de 2008). Faberge's Eggs: One Man's Masterpieces and the End of an Empire (em inglês). [S.l.]: Pan Macmillan. ISBN 978-0-230-71396-3 
  9. «Search for planning applications». publicaccess.rbwm.gov.uk (em inglês). Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  10. «Harry and Meghan's home cost taxpayers £2.4m». BBC News (em inglês). 25 de junho de 2019 
  11. Murphy, Victoria (24 de junho de 2019). «The Renovations to Frogmore Cottage, Prince Harry and Meghan Markle's New Home, Cost $3.05 Million in Public Funds». Town & Country (em inglês). Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  12. Kirsty.Oram (18 de janeiro de 2020). «Statement from Her Majesty The Queen». The Royal Family (em inglês). Consultado em 28 de janeiro de 2020 
  13. «Frogmore Cottage: inside Prince Harry and Meghan Markle's new home, where their royal baby will grow up». Consultado em 6 de maio de 2019 
  14. «From mother and baby yoga to a gender-neutral nursery and visits from A-list stars - what life at Frogmore Cottage has in store for Baby Sussex». Consultado em 6 de maio de 2019 
  15. «Así es Frogmore Cottage, la nueva casa de 10 habitaciones de Enrique y Meghan»