Abrir menu principal

Fronteiras é um município brasileiro do estado do Piauí, com população estimada, em 2006, de 11.554 habitantes.

Município de Fronteiras
Bandeira de Fronteiras
Brasão de Fronteiras
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 9 de junho
Fundação 9 de junho de 1935
Gentílico fronteirense
Prefeito(a) Maria José Ayres de Sousa (PMDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Fronteiras
Localização de Fronteiras no Piauí
Fronteiras está localizado em: Brasil
Fronteiras
Localização de Fronteiras no Brasil
07° 05' 16" S 40° 36' 57" O07° 05' 16" S 40° 36' 57" O
Unidade federativa Piauí
Mesorregião Sudeste Piauiense IBGE/2008[1]
Microrregião Alto Médio Canindé IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Campos Sales-CE, Salitre, Pio IX-PI, São Julião-PI e Caldeirão Grande do Piauí-PI e Alegrete do Piauí
Distância até a capital 406 Km km
Características geográficas
Área 789,828 km² [2]
População 11 122 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 14,08 hab./km²
Altitude 426 m
Clima semiárido
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,613 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 202 821,734 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 17 833,62 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura fronteiras.pi.gov.br

Fronteiras tem ênfase na produção de cimento na fábrica de cimento Nassau do Grupo João Santos, um dos mais importantes grupos empresariais do Nordeste. A renda per capita do município é a 2ª mais alta em todo o estado[6]. A origem do nome foi porque o município fazia fronteiras com os estados do Ceará e Pernambuco, sendo que esse último, hoje, pertence ao município de Caldeirão Grande do Piauí.

LocalizaçãoEditar

Localiza-se a uma latitude 07º05'17" sul e a uma longitude 40º36'59" oeste, estando a uma altitude de 426 metros. É cortada pela BR-230 que liga Picos a Juazeiro do Norte. Em 2007, Fronteiras possuía o segundo maior PIB per capita do Piauí [7].

HistóriaEditar

Segundo a tradição, há mais de dois séculos começou o desbravamento da então Fazenda Lagoa do Rato, concedida em sesmaria a Rita Alves dos Reis, pelo Presidente da Província. Os primeiros habitantes do atual Município de Fronteiras foram membros da família de Manoel Valério Pinto de Meireles, descendente de portugueses e de sua mulher Rita Alves dos Reis, descendente de índios. Do casal, nasceram dez filhos, destacando-se João Batista de Souza, alferes da Casa-mor de Oeiras (então capital da Província do Piauí) e herdeiro da Casa Grande, construída por seus pais e existente ainda hoje. Com a morte de João Batista, a Casa Grande passou a ser propriedade de seu filho, Manoel Batista de Souza, que doou uma área para a construção da capela local iniciada em 1907. Primitivamente, a localidade se denominou Rato. Em 1910, por ocasião da bênção da capela de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, mudou-se o nome para Socorro. Em dezembro de 1943, por força da legislação federal que proibia a duplicidade de topônimos, o nome de Socorro foi mudado para Fronteiras, em virtude de sua localização, nos limites com os Estados do Ceará e de Pernambuco. Posteriormente, em 1992, a região sul de Fronteiras (que fazia divisa com Pernambuco) se emancipou e foi transformada no município de Caldeirão Grande do Piauí.[8]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. 180graus.com. «PIB per capita em Fronteiras é o segundo maior do Piauí» 
  7. 180graus.com. «PIB per capita em Fronteiras é o segundo maior do Piauí» 
  8. SOUSA, Clediomar. «História de Fronteiras-PI». www.lagoadorato.com. Site Lagoa do Rato. Consultado em 27 de março de 2018 
  Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.