Abrir menu principal

Fujiwara no Akimitsu

Fujiwara no Akimitsu
藤原顕光
Sadaijin
Dados pessoais
Nascimento 944
Morte 7 de julho de 1021 (77 anos)
linkWP:PPO#Japão

Fujiwara no Akimitsu ( 藤原顕光 ? 944 - 1021, também conhecido como Akuryō-safu, o safu com maus espíritos) foi um político japonês membro da Corte no período Heian da História do Japão [1].

VidaEditar

Akimitsu era membro do Ramo Hokke do Clã Fujiwara e filho mais velho de Fujiwara no Kanemichi [1] e sua mãe era a Princesa Akiko filha do Príncipe Mototaira.

Akimitsu foi casado com a Princesa Moriko a quinta filha do Imperador Murakami. Sua filha Enshi foi casada com Ko-Ichijō In (como era conhecido o príncipe Atsuakira) [1].

CarreiraEditar

Akimitsu foi membro da Corte durante os reinados dos Imperadores: En'yu (969 – 984), Kazan (984 – 986), Ichijo (986 – 1011), Sanjo (1011 – 1016) e Go-Ichijo (1016 – 1021).

Em 975, no governo do Imperador En'yu, Akimitsu foi nomeado Sangi, e em 977 promovido a Chūnagon.

Em 990, no governo do Imperador Ichijo, Akimitsu foi promovido a Dainagon. Neste posto enviou uma ordem a Minamoto no Toshikata, datada de 11 de junho de 995 , afirmando que todos os assuntos relativos ao palácio deveriam ser encaminhados para Michinaga que na época era Nairan (o secretário do Imperador, responsável por analisar os documentos antes do Imperador a ler) [2].

Em 995 uma grande praga se abate sobre na capital e muitos nobres acabam falecendo. O Kanpaku Michitaka morre. Seu irmão Michikane se torna Kanpaku, mas também morre em poucos dias após adoecer. Com a morte de seus dois irmãos Michinaga começou a adquirir poder político e a galgar cargos na Corte [3].

O Imperador Ichijo tinha como esposa a sobrinha de Michinaga (Sadako, 1ª filha de Michitaka), mas depois que o Imperador legalizou a presença de duas imperatrizes simultaneamente, Michinaga conseguiu com que sua filha Shoshi , se tornasse a segunda Imperatriz e recebesse o título de Chugu (a primeira esposa tinha o título Kogo) [4].

Em 996 Akimitsu foi promovido a Udaijin. Neste mesmo ano sua filha Ishi se casa com o filho mais velho do futuro Imperador Sanjo, o príncipe Atsuakira [1].

Com a morte de Sadako, em janeiro de 1001 Michinaga assegurou mais tarde o poder quando a Imperatriz Shoshi deu à luz dois filhos: o futuro Imperador Go-Ichijo e o futuro Imperador Go-Suzaku [5].

Em 1011 Ichijo abdicou em favor de seu primo o Sanjo. Neste ano, o príncipe Atsunari, o segundo filho do ex-Imperador Ichijo, é proclamado príncipe herdeiro. O filho mais velho de Sanjo, príncipe Atsuakira, tinha sido designado oficialmente como herdeiro; mas a pressão deMichinaga obrigou o jovem príncipe abandonar a sua posição [6]. Assim começou a rivalidade de Akimitsu com Michinaga pela liderança do Clã Fujiwara [7]

Em 1017, no governo do Imperador Go-Ichijo, Akimitsu foi promovido a Sadaijin exercendo o cargo até sua morte em 1021 [8].

MaldiçãoEditar

Atsuakira colocou como condição para sua declinação se unir a uma das filhas de Michinaga como uma segunda esposa, Enshi ficou rancorosa e pediu ajuda para Akimitsu. Ela morreu logo depois, de pesar [9], e dizem que Akimitsu pediu a um bonzo (monge) chamado Doman para lançar um feitiço ou maldição sobre Michinaga. Por isso Akimitsu veio a ser conhecido como Akuryō-Safu, que significa "Safu (Sadaijin) com os maus espíritos" [10] . Este fato gerou até uma peça de Noh que conta que após sua morte o espírito vivo de Akimitsu (provavelmente em conjunto com o espírito vivo de sua filha Enshi) possuíram Michinaga, o Fujiwara o mais poderoso de todos, por este impedir que o genro de Akimitsu, o Príncipe Atsuakira ascendesse ao trono [11] .

Precedido por
Fujiwara no Michinaga
34º Sadaijin
(1017 -1021)
Sucedido por
Fujiwara no Kinsue
Precedido por
Fujiwara no Michinaga
57º Udaijin
(996 -1017)
Sucedido por
Fujiwara no Kinsue



Referências

  1. a b c d Louis Frederic, Alvaro David Hwang; O Japão: Dicionário e Civilização (em português) Rio de Janeiro, Globo Livros, 2008 p.283 ISBN 9788525046161
  2. Fujiwara no Michinaga, Notes journalières de Fujiwara no Michinaga (em francês) Librairie Droz p.141 ISBN 9782600033220
  3. Louis-Frédéric , "Fujiwara no Michikane" in Japan Encyclopedia (em inglês) Harvard University Press, 2002 p 205 ISBN 9780674017535
  4. Haruo Shirane Traditional Japanese Literature: An Anthology, Beginnings to 1600 (em inglês) Columbia University Press, 2012 p 161 ISBN 9780231157308
  5. Louis Frederic,O Japão pp. 298
  6. Delmer M. Brown Gukanshō : O futuro e o passado (em inglês). Berkeley: University of California Press. pp. 308 ISBN 9780520034600
  7. Brian Douglas Ruppert, Jewel in the Ashes: Buddha Relics and Power in Early Medieval Japan (em inglês) Harvard Univ Asia Center, 2000 p. 441 (10) ISBN 9780674002456
  8. rancine Hérail, La cour et l'administration du Japon a l'epoque de Heian (em francês) Librairie Droz, 2006 p. 71 ISBN 9782600011112
  9. Fujiwara no Sukefusa, Notes journalières de Fujiwara no Sukefusa (em francês) Librairie Droz, 2004 p. 437 ISBN 9782600008969
  10. Edmond Papinot (1910). Historical and geographical dictionary of Japan (em inglês). Tokyo: Librarie Sansaisha.
  11. Steven T. Brown, Theatricalities of Power: The Cultural Politics of Noh (em inglês) Stanford University Press, 2001 p.40 ISBN 9780804740708


  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.