Fujiwara no Hidehira

militar japonês
Fujiwara no Hidehira
藤原秀衡
Fujiwara no Hidehira
藤原秀衡
Siogun.jpg Chinjufu-shogun
Dados pessoais
Nascimento 1122
Morte 30 de outubro de 1187 (65 anos)
linkWP:PPO#Japão

Fujiwara no Hidehira ( 藤原秀衡 1122 - 1187?) foi um samurai do Período Heian (794 - 1185), e o terceiro líder do Clã Ōshū Fujiwara (Fujiwara do Norte) em Hiraizumi e Kokushi (governador) das províncias de Mutsu e de Dewa, no norte da ilha de Honshu, neto de Fujiwara no Kiyohira.[1]

VidaEditar

Durante as Guerras Genpei, Hidehira controlava o seu território de forma independente do governo central. No entanto, foi oficialmente nomeado governador imperial da Província de Mutsu em 1181, além de deter o título de Chinjufu-shogun[1]. Ele ofereceu abrigo ao jovem Minamoto no Yoshitsune, quando este escapara de Quioto. Por muitos anos, Hidehira foi benfeitor e protector de Yoshitsune, e foi a partir do território Hidehira que Yoshitsune reuniu-se com o seu irmão Minamoto no Yoritomo no início da Guerra Genpei. Mais tarde, quando Yoshitsune cai na ira de Yoritomo ele voltou para Hiraizumi junto com seu grande amigo e protetor Benkei , e consegue abrigo por um tempo. Yoshitsune ainda era convidado de Hidehira quando este morreu em 1187, e deixa um testamento indicando Yoshitsune para ocupar o lugar de governador, em vez de seu filho Fujiwara no Yasuhira. Yasuhira se recusa a ser deserdado, e permite que Yoritomo saiba onde está seu irmão [2].

Ao saber da localização de Yoshitsune, Yoritomo mandou seu exército ao extremo norte do país, o que os levou a se engajar na Batalha de Koromogawa em 15 de junho de 1189 , que culminaria com a derrota e morte de Yoshitsune.

O mais impressionante foi que perdida a batalha e enquanto Yoshitsune se dirigia para o interior do castelo para realizar o ritual de suicídio (seppuku), Benkei ficou estancado na ponte do portão principal. A história diz que os soldados de Yoritomo estavam com medo de atravessar a ponte e terem de enfrenta-lo, e rapidamente terminar morto pelo grande guerreiro, então eles decidiram abatê-lo a flechadas. Algum tempo após a conclusão da batalha, os soldados perceberam que o corpo de Benkei, irreconhecível por causa do grande número de flechas preso em seu corpo, ainda estava em pé. Esse fato ficou conhecido como Morte em pé de Benkei ( 弁慶の立往生 Benkei no Tachi Ōjō?) [3]

Anos mais tarde o corpo de Hidehira foi encontrado mumificado sob o altar principal do Konjiki-dō do templo Chuson-ji em Hiraizumi , junto com os de seu avô Kiyohira, de seu pai Motohira e da cabeça de seu filho Yasuhira, morto a mando de Yoritomo [4]. Segundo a lenda Hidehira foi criado por lobos [5] .

Precedido por
Fujiwara no Motohira
  -- 3º Líder dos Ōshū Fujiwara
(1157 - 1187)
Sucedido por
Fujiwara no Yasuhira


Referências

  1. a b Três gerações dos Fujiwara de Oshu (em japonês)
  2. Minamoto Yoshitsune in Samurai Archives (em inglês). também Arquivado em 17 de outubro de 2010, no Wayback Machine.
  3. Frederick Hadland Davis (2007). Myths and Legends of Japan (em inglês). Nova York: Cosimo Classics. p. 17. ISBN 9781602063693 
  4. Louis Frédéric Nussbaum (2005). Fujiwara no Hidehira. in Japan Encyclopedia (em inglês). Havard: Harvard University Press. p. 202. ISBN 9780674017535 
  5. Uma narrativa de Kumano(em japonês)
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.