Abrir menu principal
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações (desde abril de 2011). Ajude a melhorar este artigo inserindo fontes.

Full On é a vertente mais melódica do Psychedelic Trance. O estilo foi originado em Israel no final dos anos de 1990 por artistas do Psychedelic Trance. O nome "full on", provavelmente vem do primeiro de sete álbuns de compilações de trances psicadélicos, que se chama Full On, gravado pela Hom-mega Productions em 1998.[1]

Seus baixos são corridos e com muitas variações de tons. São caracterizados por sintetizadores ao extremo e por uma grande oscilação entre momentos de euforia total e melodias bem trabalhadas, geralmente construídas entre 140 e 149 bpm. É sem dúvida um som que tem um apelo dançante. É extrovertido e convidativo à expressão corporal da dança. Seus elementos vão tomando parte da música, cada um em seu tempo, até que ela se enche, e então explode. As músicas são normalmente longas, porém, se bem feitas, pode-se ouvi-las inteiras por longos períodos de tempo sem se cansar.

Normalmente o full on é tocado em festas como Raves, Festivais ou mesmo em casas noturnas, por DJ's ou por projetos de música eletrônica. Embora o fullon contém um estilo dançante ele também pode ser interpretado de uma forma que os amantes desta vertente possam entende-lo conforme os elementos que a música oferece, obtendo experiências psicodélicas de diversas maneiras conforme os elementos e melodias são interpretadas pelos ravers.

Sub-vertentesEditar

Full On High TechEditar

Sub-vertente comum tanto no amanhecer, como no começo de tarde ou noite nas festas ou festivais. É derivado tanto do fullon night quanto do morning e utiliza de muitos efeitos eletrônicos bem sequenciados com batidas às vezes mais pesadas, brakes , baixos de alta qualidade , vozes e melodias, sendo um som cativante para dançar. Recentemente vem misturando Electro House ; Techno ; Dubstep ; Breakbeat... Os maiores produtores de " High Tech " são nativos de " Portugal ; Israel ; Inglaterra ; África do Sul ; Brasil ". Alguns artistas criadores da vertente: Vibraddict ; Eskimo ; Exodus ; Cycle Sphere ; A-Team ; Blink ; Switch ; Dapanji ; Mystical Complex ; Beat Hackers etc.

Full On MorningEditar

Sub-vertente que é mais comum no período da manhã nas festas, com um som mais melódico e dançante. A maior parte dos "mornings" vem de Israel, mas é uma vertente produzida e difundida em todo o mundo. Alguns exemplos:Phantasmatic, Astrix, Infected Mushroom, InterSys, Protoculture, Vibe Tribe, Melicia, Perplex, Phanatic, Ananda Shake, Electro Sun, Krome Angels, Bamboo Forest, Parapharma, Sesto Sento, Paranormal Attack, Aquatica , Bizzare Contact, Gataka, GMS, Myrah, The Freak Show, Atomic Pulse, Growling Machines, Quadra, Spade, System Nipel , Audiotec, Ziki, Mystical Complex, Jano, Underbeat e Mental illusions.

No Brasil temos: Paranoid Project, Solaris, Phenon Box, Gearbox, Scrovinsky, Cosmonet, Fusion Iris, Wrecked Machines, Natural Harmony, Radioactive e Atomic Pulse como representantes do "Full On Morning".

Full On NightEditar

Sub-vertente que se destaca pela mistura de elementos do Dark Psytrance (som sério, batidas pesadas, sintetizadores sombrios) com um ritmo mais acelerado, poucas melodias, mas dançante do mesmo jeito. O projeto mais conhecido de "night", embora muitos o considerem "dark". Alguns artistas da sub-vertente: Ajja, Vronglass, Manifold, Drip Drop, Dark Nebula, Esk, Silent Enemy, Whiptongue, MetharmoX, Tera, Tibetano, Via Axis, Aknoyd, DR3X, Frenetik Control,Neomorph, Breaking Mind, Purist, Diksha,Synkronic, Introspective, Equilibrium Live, Kronuz live, Ohm Psypiens, DJ B.R.I.A.N, Dakisnamurtie Newkrafter.

Full On GrooveEditar

Sub-vertente mais séria, é aceita em qualquer horário, principalmente a tarde. Idealizado pelo projeto francês Talamasca. Utiliza muito o sintetizador, com explosões e linhas de baixo mais incorporadas e pesadas. Outros projetos de "groove" são: Ancient Tribe, Zaghini, Ital, Clearness, Burn In Noise, Shekinah, Aphid Moon, Groove Addict, Earthspace, Braincell VamZ, Incredible Sound, Hujaboy, Flip Flop, The First Stone, Headroom, , Van Faller, Akasha, Duddits.exe, Overclock, Materia, Brainiac, Waio, M-Theory, Laughing Buddha, Tristan, Sonic Species, Panick, Avalon, K-Belo, Psy Jungle, Rinkadink, Zen Mechanics, Tron, Earthling,Circuit Breakers,Plasmotek,Nano Space,Ohm Project, Saga, Twelve Sessions, Mental Broadcast, Acid Lizard, Earthspace, 2012 Live, Nevermind, Yielothax, Nick Angel, Outsiders, Connecting Souls, Gacrux, Electric Universe, The Big Thing.

Referências

Ver tambémEditar