Fundação Educacional do Município de Assis

faculdade privada com fins lucrativos em Assis, São Paulo
Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis
Campus "José Santilli Sobrinho"
IMESA
Lema O melhor acontece
Fundação 19 de outubro de 1985 (34 anos) (instituição do IMESA por Lei Municipal)
Tipo de instituição Assis.Brasao.jpg Pública municipal[1]
Mantenedora Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) e a Prefeitura Municipal de Assis
Localização Assis.Bandeira.jpg AssisAssis, Brasão do estado de São Paulo.svg São Paulo
Funcionários técnico-administrativos 45
Diretor(a) Diretor IMESA: Prof. Ms. Gerson José Beneli

Diretor Executivo: Prof. Ms. Eduardo Augusto Vella Gonçalves Presidente do Conselho Curador: Arildo José de Almeida

Vice-diretor(a) IMESA: Prof. Dr. Alex Sandro Romeo de Souza Poletto
Total de estudantes 2412[2]
Campus Assis.Bandeira.jpg Assis 22° 38' 37" S 50° 25' 17" O
Cores da escola azul      e laranja     
Afiliações ABTU e CIVAP
Página oficial www.fema.edu.br

Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) é uma instituição de ensino superior mantida pela Prefeitura Municipal de Assis criada na década de 1980 e apesar de sua fundação de direito privado, assim como várias instituições de regime semelhante, é considerada como Pública Municipal, embora seja cobrada mensalidades para a manutenção dos cursos, uma vez que os municípios, de acordo com a Constituição brasileira de 1988, não podem destinar recursos para manterem educação de nível superior e devido a data de sua instituição, ela anda detém o direito de cobrar tais taxas[3]

É ainda mantenedora do Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis, sendo uma das principais instituições de Ensino Superior de Assis e uma das mais importantes de toda a Região do Médio Paranapanema abrigando alunos de diversas localidades da região. Devido aos seus cursos, sua evolução histórica e a influência de outras instituições locais, o Instituto tem grande vocação para a área de Exatas, principalmente a de Tecnologia da Informação. A instituição ministra atualmente 11 cursos de graduação e 2 cursos de Pós Graduação e possui diversos projetos de extensão.

HistóricoEditar

Foi criada na década de 80, principalmente pela falta de mão de obra no segmento de TI e professores na área de exatas, o IMESA foi construído para abrigar cursos como Matemática e Processamento de Dados. Nos anos 90, a instituição implementou os cursos de Química, Direito, Publicidade e Propaganda, Jornalismo e Ciência da Computação.[4]

O IMESA possui 11 cursos de graduação (Matemática, Análise de Sistemas, Ciência da Computação, Direito, Administração, Química Industrial e Licenciatura em Química, Fotografia, Jornalismo, Enfermagem, Ciências Contábeis e Publicidade e Propaganda) e 4 cursos de Pós Graduação.[5][6] Há novos cursos para serem aprovados, no dia 11 de Abril de 2014, a Instituição recebeu a aprovação para a criação do curso de Gestão Pública e Pós Graduação em Direito.[7]


Cursos de Graduação e Pós GraduaçãoEditar

Graduação[5]


Tecnologia

  • Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas
  • Tecnologia em Fotografia

Licenciatura

  • Química

Bacharelado

  • Administração
  • Ciência da Computação
  • Ciências Contábeis
  • Direito
  • Enfermagem
  • Publicidade e Propaganda
  • Química Industrial
  • Medicina[8]
  • Fisioterapia


Pós Graduação (Lato Sensu)[6]


  • Administração Pública e Resposabilidade Jurídica
  • Direito Previdenciário

Planos futurosEditar

O Instituto possui autorização prévia para o curso de Gestão Pública no Conselho Estadual de Educação desde 2013 e também o de Física,[9] desde 2009, embora este último nunca foi implementado. Além disso, faz planos para o futuro como a implementação de diversos cursos na área da saúde como Farmácia, também planeja um curso na área de Engenharia Cívil para dar início no Instituto a área de Engenharia.[10] Juntamente a isso, há planos de transformação do Instituto em Centro Universitário ou em Universidade em paralelo a implantação dos cursos de Medicina, Fisioterapia e Engenharia Civil.[11]

FederalizaçãoEditar

No meio acadêmico e por alguns políticos assisenses discute-se a possibilidade de federalização da instituição. Nos anos de 2010 e 2011 foi bastante discutido a possibilidade. Em 2010, o então Ministro da Educação, a pedido do CIVAP e a PMA[12] fez uma visita à cidade de Assis para conhecer as instalações da instituição e recebeu um pedido de federalização e em 2011 o Conselho Curador foi até Brasília para ver os processos referidos.[13] Desde então, não há nenhum comentário público por parte da PMA ou da FEMA sobre uma possível federalização da instituição, embora esta mantenha em seu campus uma unidade do IFSP.

Extensão Universitária e PesquisaEditar

Centros de Pesquisa

  • Centro de Pesquisas em Ciências (CEPECI)
  • Centro de Pesquisas em Informática (CEPEIN)
  • Centro de Radiodifusão Cultural e Educativa
  • Revista VALE (em parceria com a Unesp de Assis)

Iniciação Científica

  • Programa de Iniciação Científica (PIC)
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC)
  • Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI)


Comunicações

  • Agência Geração Propaganda[14] (gerida pelos alunos do curso de Publicidade e Propaganda)
  • Rádio Fema
  • TV Fema
  • Programas internos
  • Ambiente Virtual de Aprendizado (AVA)

Projetos e serviços com a comunidade

  • Curso de Química Experimental
  • Provedor de Internet (FEMANET)
  • FEMA Rondon

Bolsas de Estudo[15]

  • Bolsa Carência
  • Bolsa Emergência
  • Bolsa Estágio Empresa
  • Bolsa Estágio Interno na Fema
  • Fies (Programa do Governo Federal)
  • Bolsa Escola da Família (Programa em parceria com o Governo Estadual)

Referência dos programas de extensão e pesquisa: [4]

Além dos projetos citados, a FEMA, conforme pode ser visto em várias matérias no site da instituição, organiza diversas paletras, simpósios, entre outros eventos na instituição, sendo que muitos deles são abertos ao público. Anualmente o Instituto organiza o Flisol no campus, junto a várias cidades do país com palestras, cursos e mini-cursos sobre Software Livre.[16] Além do Flisol que foca-se em Software Livre, há o Linux Day, que como o nome sugere, dá enfase em Linux, seus aplicativos, distribuições e outros tópicos pertinentes[17]


Referências

  1. «Tipo de IES segundo o MEC». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  2. «DataViva - estudantes de ensino superior em Assis - 2013». Consultado em 31 de Maio de 2015. Arquivado do original em 16 de fevereiro de 2016 
  3. «Faculdades públicas cobram mensalidades». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  4. a b «Institucional da FEMA» (PDF). Consultado em 15 de Fevereiro de 2014. Arquivado do original (PDF) em 31 de maio de 2014 
  5. a b «Cursos de Graduação do IMESA». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "graduacao" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  6. a b «Cursos de Pós-Graduação do IMESA». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014. Arquivado do original em 22 de fevereiro de 2014 
  7. «Fema anuncia novos cursos de graduação e pós-graduação». Consultado em 14 de Abril de 2014 
  8. «Assis entra para a história com a aprovação do Curso Superior de Medicina». Consultado em 27 de novembro de 2014. Arquivado do original em 22 de março de 2015 
  9. «Autorização do curso de Física» 🔗. Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  10. «Fundação encerra o ano com 12 cursos de graduação e aguarda outros cursos para 2014 e faz planos: Engenharia e Medicina». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  11. «Fema apresenta Projeto do curso de Medicina para Assis» 
  12. «Civap e o pedido de federalização da Fema». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  13. «Notícia da federalização da FEMA no site da IES». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  14. «Agência Geração Propaganda (site)». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  15. «Bolsas de Estudo da FEMA». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  16. «Página do Flisol sobre o evento em Assis pela Fema». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 
  17. «Notícia do LinuxDay no site da Fema». Consultado em 15 de Fevereiro de 2014 

Ligações externasEditar