Fury (2014)

Fury (bra: Corações de Ferro[1][2]; prt: Fúria[3][4]) é um filme norte-americano[1] de 2014, escrito e dirigido por David Ayer.[5] A trama se passa em abril de 1945 e acompanha a tripulação dos EUA de um M4 Sherman chamado "Fury", diante do exército alemão.[6]

Fury
No Brasil Corações de Ferro
Em Portugal Fúria
 Estados Unidos
2014 •  cor •  135 min 
Direção David Ayer
Produção Bill Block
David Ayer
Ethan Smith
John Lesher
Roteiro David Ayer
Elenco Brad Pitt
Shia LaBeouf
Logan Lerman
Michael Peña
Jon Bernthal
Jason Isaacs
Scott Eastwood
Gênero drama, ação, guerra
Música Steven Price
Cinematografia Roman Vasyanov
Edição Dody Dorn
Jay Cassidy
Companhia(s) produtora(s) Columbia Pictures
QED International
LStar Capital
Le Grisbi Productions
Crave Films
Distribuição Sony Pictures Entertainment
Estreia Estados Unidos 17 de outubro de 2014
Brasil 5 de fevereiro de 2015
Idioma inglês
Orçamento US$ 68–80 milhões
Receita US$ 211.8 milhões

SinopseEditar

Na 2ª Guerra Mundial, uma guarnição de carro de combate norte-americana realiza operações dentro da Alemanha nazista. Mesmo estando em quantidade inferior e quase sem armas, eles são comandados pelo enfurecido Wardaddy (Brad Pitt), um sargento que tem a intenção de levá-los à alcançar a vitória, enquanto ensina o Norman (Logan Lerman), um novato, a lutar.

ElencoEditar

ProduçãoEditar

ElencoEditar

 
O Tiger 131 - o único tanque Tiger I em operação no mundo - foi emprestado pelo The Tank Museum para o filme. É a primeira vez que um tanque Tiger I genuíno foi usado em um filme de guerra contemporâneo desde 1950; 131 foi restaurado à condição de funcionamento entre 1990 e 2003, e mais trabalhos foram concluídos apenas em 2012

Em 3 de abril de 2013, a Sony começou a montar o elenco do filme quando Brad Pitt, que já atuou no set de Inglourious Basterds (Quentin Tarantino, 2009), na Segunda Guerra Mundial, entrou em negociações finais para assumir o papel principal de Wardaddy.[7] Em 23 de abril, Shia LaBeouf se juntou ao elenco.[8] Em 1 de maio, foi anunciado que Logan Lerman também se juntou ao elenco de Fury, interpretando o membro da equipe de Pitt, Norman Ellison.[9] Em 14 de maio, o Hollywood Reporter anunciou que Michael Peña estava em negociações para interpretar um membro da tripulação de tanque de Pitt. Com sua adição ao elenco, Fury se tornou um dos poucos filmes a mostrar hispano-americanos servindo na Segunda Guerra Mundial.[10][11] Em 17 de maio, Jon Bernthal se juntou ao elenco como Grady Travis, um nativo do Arkansas astuto e cruel.[12][13] Em 26 de agosto, Scott Eastwood também se juntou ao elenco, interpretando o sargento Miles.[14] Em 19 de setembro, Brad William Henke ingressou como sargento Roy Davis, para ser comandante de outro tanque.[15] Jason Isaacs foi lançado em 7 de outubro de 2013.[16] Outros membros do elenco incluem Xavier Samuel, Jim Parrack, Eugenia Kuzmina, Kevin Vance e Branko Tomović.[17][18]

PreparaçãoEditar

Antes das filmagens, Ayer exigia que os atores passassem por um processo de preparação de quatro meses. Isso incluiu um campo de treinamento de uma semana dirigido pela Navy SEALs. Pitt declarou: "Foi criado para nos destruir, para nos manter frios, para nos exaurir, para nos tornar infelizes, para nos manter molhados, nos fazer comer comida fria. Estamos acordados às cinco da manhã, fazendo vigílias noturnas por hora."[19][20]

Os métodos de Ayer foram considerados 'exaustivo' pelos atores. Ayer defendeu suas escolhas, dizendo: "Sou implacável como diretor. Farei o que achar necessário para conseguir o que quero".[21]

FilmagensEditar

As equipes do filme estavam gravando as cenas do filme em Hertfordshire, Inglaterra, em setembro de 2013. A equipe também foi vista filmando em vários locais no noroeste da Inglaterra. Brad Pitt foi visto nos preparativos para Fury dirigindo um tanque em 3 de setembro no interior da Inglaterra.[22] A filmagem principal começou em 30 de setembro de 2013, na zona rural de Oxfordshire.[23][24] O Pinewood Studios enviou cartas de aviso aos moradores de Shirburn, Pyrton e Watlington de que haveria sons de tiros e explosões durante as filmagens do longa.[25][26]

Em 15 de outubro de 2013, um dublê foi acidentalmente esfaqueado no ombro por uma baioneta enquanto ensaiava no set de Pyrton.[27] Ele foi levado ao Hospital John Radcliffe, Oxford por uma ambulância aérea. A polícia confirmou que o estava tratando como um acidente.[28] Em novembro de 2013, o filme causou polêmica ao gravar uma cena no Dia da Lembrança, na qual figurantes usavam uniformes Wehrmacht e Waffen-SS. Ayer pediu desculpas pelo incidente e a Sony também pediu desculpas.[29]

 
O Tanque M4 Sherman pertencente ao The Tank Museum em 2009.[30]

MúsicaEditar

Em 19 de novembro de 2013, o compositor Steven Price assinou contrato para estrelar o filme.[31][32] Varèse Sarabande lançou o álbum da trilha sonora original do filme em 14 de outubro de 2014.[33]

LançamentoEditar

A Sony Pictures Releasing já havia definido 14 de novembro de 2014 como a data de lançamento americana de Fury.[34] Em 12 de agosto de 2014, a data foi alterada de 14 de novembro de 2014 para 17 de outubro de 2014.[35] O filme estreou em Londres em 20 de outubro de 2014 como um filme de encerramento do Festival de Cinema de Londres.[36][37]

Fury teve sua estreia mundial no Newseum, em Washington, D.C. em 15 de outubro de 2014, [38] seguido por um amplo lançamento em 3.173 cinemas na América do Norte em 17 de outubro.[39] No Brasil, o filme estreou no dia 5 de fevereiro de 2015.[40]

 
O arranjo das rodas Schachtellaufwerk em um Tiger I, idêntico ao do Tiger 131 usado no filme.

Mídia caseiraEditar

O filme foi lançado em DVD e Blu-ray nos Estados Unidos em 27 de janeiro de 2015. Foi lançado em Ultra HD Blu-ray em 22 de maio de 2018.[41][42]

Parceria com o World of TanksEditar

Além disso, o filme teve uma parceria com o popular videogame online, World of Tanks, onde o tanque principal do filme, Fury, estava disponível para compra no jogo usando moeda real por um tempo limitado após o lançamento do filme. O tanque também serviu como peça central em eventos temáticos do jogo. A versão Blitz tem sido amplamente criticada devido à falta de atenção aos detalhes no jogo Fury Model.[43][44]

Como parte do lançamento do DVD no Reino Unido, o jogo também escondeu 300.000 códigos dentro de cópias do filme, que davam recompensas e bônus no jogo.[45]

PiratariaEditar

O filme vazou para sites de compartilhamento de arquivos como parte do ataque hacker sofrido pela Sony Pictures Entertainment pelo grupo de hackers "Guardians of Peace" em 27 de novembro de 2014.[46][47] Três dias após o vazamento inicial, o Fury havia sido baixado cerca de 1,2 milhão de vezes.[48][49]

Retrato da HistóriaEditar

Fury é um filme sobre uma equipe de tanques fictícia durante os últimos dias da guerra na Europa. Ayer foi influenciado pelo serviço de veteranos em sua família e pela leitura de livros como o Death Traps de Belton Y. Cooper, sobre a guerra blindada americana na Segunda Guerra Mundial. Ayer se esforçou bastante para procurar uniformes e armas autênticos apropriados ao período dos últimos meses da guerra na Europa.[50][51] O filme foi filmado no Reino Unido, em grande parte devido à disponibilidade de tanques da era da Segunda Guerra Mundial. O filme apresentava o Tiger 131, o último Tiger I operacional sobrevivente, de propriedade do The Tank Museum em Bovington, Inglaterra.[52][53] É a primeira vez desde o filme "They Were Not Divided" (1950) que um tanque Tiger real, em vez de uma versão prop, foi usado em um set de filmagem.[54] Tiger 131 é um tanque Tiger I modelo muito antigo; externamente, há algumas diferenças significativas em relação aos modelos posteriores do Tiger I.[55]

Foram utilizados dez tanques M4 Sherman em funcionamento, emprestados pelo The Tank Museum.[56][57][58]

A atenção de Ayer aos detalhes também se estendeu aos mapas usados no filme. Um mapa de Hanôver, na Alemanha, em 1943, mantido na Lloyd Reeds Map Collection da Universidade McMaster, foi usado para demonstrar os tipos de recursos de que dispõem as forças aliadas.[59][60]

 
Mapa de Hanôver, usado no filme.

RecepçãoEditar

BilheteriaEditar

O filme foi um sucesso de bilheteria. O filme faturou US$ 85.8 milhões nos EUA e Canadá e US$ 126 milhões em outros países, totalizando US$ 211.8 milhões em todo o mundo, contra um orçamento de US$ 68 milhões.[61]

Recepção da críticaEditar

Fury teve recepções geralmente favoráveis por parte da crítica especializada, que elogiou seu estilo visual, roteiro e direção de Ayer, e as performances do seu elenco principal. No Rotten Tomatoes, o filme recebeu uma aprovação de 76%, com base em 257 avaliações, com uma classificação média de 6.92/10.[62] No site Metacritic, o filme tem uma nota de 64 em 100, com base em 47 críticos.[63]

Prêmios e indicaçõesEditar

Lista de prêmios e nomeações
Premiação Categoria Recipiente(s) Resultado Ref.
Critics' Choice Awards Melhor filme em ação Indicado [64]
Melhor Ator em Filme de Ação Brad Pitt Indicado
Hollywood Film Awards Prêmio de edição de Hollywood Jay Cassidy, Dody Dorn Venceu [65]
Hollywood Music in Media Awards Trilha sonora original Steven Price Indicado [66]
Motion Picture Sound Editors Efeitos Indicado [67]
National Board of Review Melhor elenco Venceu [68]
People's Choice Awards Ator de cinema favorito Brad Pitt Indicado [69]
Ator favorito em filme de drama Indicado
Phoenix Film Critics Society Melhor Ator Coadjuvante Logan Lerman Indicado [70]
Screen Actors Guild Melhor Elenco de Dublês Indicado [71]
Satellite Awards Melhor Direção de Arte e Design de Produção Andrew Mendez, Peter Russell Indicado [72]
Melhor edição Dody Dorn, Jay Cassidy Indicado
Melhor trilha sonora original Steven Price Indicado
Santa Barbara International Film Festival Prêmio Virtuoso Logan Lerman Venceu [73]
Teen Choice Awards Melhor filme de drama Indicado [74]
Melhor ator em filme de drama Logan Lerman Indicado

Referências

  1. a b «Corações de Ferro». Brasil: AdoroCinema. Consultado em 3 de junho de 2020 
  2. «Corações de Ferro». Brasil: CinePlayers. Consultado em 3 de junho de 2020 
  3. «Fúria». Portugal: SapoMag. Consultado em 3 de junho de 2020 
  4. «Fúria». Portugal: CineCartaz. Consultado em 3 de junho de 2020 
  5. «David Ayer receberá 1 milhão por Corações de Ferro (em inglês)». 13 de Fevereiro de 2013. Consultado em 6 de Novembro de 2014 
  6. Natália Bridi (19 de Agosto de 2014). «Filme de guerra com Brad Pitt ganha novo trailer». Consultado em 6 de Novembro de 2014 
  7. «Brad Pitt in Talks to Star in World War II Tank Movie 'Fury'». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  8. Kroll, Justin; Kroll, Justin (23 de abril de 2013). «Shia LaBeouf in Talks to Join Brad Pitt in WWII Thriller 'Fury' (EXCLUSIVE)». Variety (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  9. «Logan Lerman Joins Brad Pitt & Shia LaBeouf in David Ayer's 'Fury'». FirstShowing.net (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  10. «Michael Pena in Talks to Join Brad Pitt in 'Fury' (Exclusive)». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  11. Romariz, Thiago (15 de maio de 2013). «Fury | Michael Peña está no elenco do filme de guerra com Brad Pitt». Omelete. Consultado em 7 de junho de 2020 
  12. «'Walking Dead' Alum Jon Bernthal in Negotiations to Join Brad Pitt in David Ayer's 'Fury' (Exclusive)». TheWrap (em inglês). 17 de maio de 2013. Consultado em 7 de junho de 2020 
  13. Hessel, Marcelo (21 de maio de 2013). «Fury | Jon Bernthal reforça o filme de guerra com Brad Pitt». Omelete. Consultado em 7 de junho de 2020 
  14. Jr, Mike Fleming; Jr, Mike Fleming (26 de agosto de 2013). «Scott Eastwood Joins David Ayer's WWII Pic 'Fury'». Deadline (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  15. Team, The Deadline; Team, The Deadline (20 de setembro de 2013). «'John Wick' Adds Quartet To Cast; Brad William Henke Joins 'Fury'». Deadline (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  16. «Jason Isaacs Joins Brad Pitt in David Ayer's 'Fury' (Exclusive)». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  17. «Filmografia Branko Tomovic | MYmovies». www.mymovies.it. Consultado em 7 de junho de 2020 
  18. Kalitschke, Martin. «Münsteraner an der Seite von Brad Pitt». Westfälische Nachrichten (em alemão). Consultado em 7 de junho de 2020 
  19. «Brad Pitt on Fury, firearms and his month as a US Navy SEAL». Radio Times (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  20. «Brad Pitt vive a brutalidade da guerra em "Corações de Ferro"». Estado de Minas. 24 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  21. Fitzherbert, Henry (12 de outubro de 2014). «Brad Pitt on new war movie Fury: 'It was set up to break us down, to make us miserable'». Express.co.uk (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  22. agencies, Hannah Furness and (26 de setembro de 2013). «Brad Pitt? 'I don't have a clue who you are'» (em inglês). ISSN 0307-1235 
  23. «Inglaterra: Brad Pitt gravou cenas de 'Fury' em Oxfordshire». Terra. Consultado em 7 de junho de 2020 
  24. «Villages warned of Brad Pitt gunfire». BBC News (em inglês). 1 de outubro de 2013. Consultado em 7 de junho de 2020 
  25. «Villages warned of Brad Pitt gunfire». BBC News (em inglês). 1 de outubro de 2013. Consultado em 7 de junho de 2020 
  26. Pulver, Andrew (1 de outubro de 2013). «Brad Pitt action film asks villagers to ignore gunfire and explosions». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077. Consultado em 7 de junho de 2020 
  27. «Brad Pitt vive brutalidade e violência da guerra em 'Corações de ferro'». G1. 24 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  28. «"Corações de Ferro" vem carregado de realismo». Diário da Região. 5 de fevereiro de 2015. Consultado em 7 de junho de 2020 
  29. Halliday, Josh (12 de novembro de 2013). «Fury director apologises for filming battle scenes on Remembrance Sunday». The Guardian (em inglês). ISSN 0261-3077 
  30. «M4A2 TANK MEDIUM E8 (E1985.90)». The Tank Museum. Consultado em 8 de junho de 2020 
  31. «Steven Price to Score David Ayer's 'Fury' | Film Music Reporter» (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  32. Jr, Mike Fleming; Jr, Mike Fleming (19 de novembro de 2013). «Brad Pitt WWII Tank Film Rolls Toward November 12 Date With 'Gravity' Composer Steven Price Scoring». Deadline (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  33. «Varese Sarabande to Release Steven Price's 'Fury' Score | Film Music Reporter» (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  34. «Brad Pitt WWII Thriller 'Fury' to Hit Theaters November 2014». The Hollywood Reporter (em inglês). 10 de abril de 2013. Consultado em 7 de junho de 2020 
  35. Team, The Deadline; Team, The Deadline (12 de agosto de 2014). «Sony Delays Adam Sandler's 'Pixels', Moves Up Brad Pitt's 'Fury'». Deadline (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  36. «Brad Pitt at Fury London Premiere». Ikon London Magazine (em inglês). 21 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  37. «"Corações de Ferro" entra na mente dos soldados, diz Brad Pitt – Jovem Pan». “Corações de Ferro” entra na mente dos soldados, diz Brad Pitt – Jovem Pan. 19 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  38. «Brad Pitt to Toast Veterans at 'Fury' Washington Premiere». The Hollywood Reporter (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  39. «Forecast: 'Fury' to Invade Top Spot This Weekend». Box Office Mojo. Consultado em 7 de junho de 2020 
  40. Ellwanger, Aline (2 de fevereiro de 2015). «NOVO FILME COM BRAD PITT, CORAÇÕES DE FERRO, ESTREIA DIA 05 DE FEVEREIRO NOS CINEMAS». clicrbs. Consultado em 7 de junho de 2020 
  41. Fury Blu-ray Release Date January 27, 2015, consultado em 7 de junho de 2020 
  42. «Brad Pitt lidera pelotão em tanque na II Guerra Mundial no ótimo "Corações de Ferro"». Tribuna do Ceará. 8 de maio de 2015. Consultado em 7 de junho de 2020 
  43. «"World of Tanks" vai ganhar conteúdo de filme de guerra de Brad Pitt». UOL. 12 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  44. «'World of Tanks' video game teams with Brad Pitt film 'Fury'» (em inglês). The Star. 7 de outubro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  45. «Spread the Word Contest - Fury in UK Stores» (em inglês). World of Tanks. 5 de março de 2015. Consultado em 7 de junho de 2020 
  46. Lang, Andrew Wallenstein,Brent; Wallenstein, Andrew; Lang, Brent (30 de novembro de 2014). «Sony's New Movies Leak Online Following Hack Attack». Variety (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  47. «Entenda o ataque virtual à Sony». BBC News Brasil. 20 de dezembro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  48. Wallenstein, Andrew (30 de novembro de 2014). «Sony's New Movies Leak Online Following Hack Attack». Variety (em inglês). Consultado em 7 de junho de 2020 
  49. «Após ataque de hackers, pelo menos 5 filmes da Sony vazam na internet». G1. 1 de dezembro de 2014. Consultado em 7 de junho de 2020 
  50. Brode, Douglas. From Hell To Hollywood: An Encyclopedia of World War II Films Volume 2 (em árabe). [S.l.]: BearManor Media 
  51. Cieply, Michael (30 de julho de 2014). «'Fury,' Starring Brad Pitt, a Raw Look at Warfare». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  52. «'Last' tank to be used in Pitt film». BBC News (em inglês). 18 de novembro de 2013 
  53. «NEW FURY EXHIBITION AT THE TANK MUSEUM». The Tank Museum. 9 de dezembro de 2014. Consultado em 8 de junho de 2020 
  54. Johnson, Tom; Miller, Mark A. (1 de maio de 2016). The Christopher Lee Filmography: All Theatrical Releases, 1948-2003 (em inglês). [S.l.]: McFarland 
  55. Jentz, Tom,; Sarson, Peter,; Johnson, Lee,. Tiger 1 : heavy tank, 1942-1945. London: [s.n.] OCLC 29622634 
  56. Bell, Chris (18 de outubro de 2014). «Fury: all you need to know about life in a tank» (em inglês). ISSN 0307-1235 
  57. Cruz, Felipe (7 de fevereiro de 2015). «"Corações de Ferro" reproduz ambiente claustrofóbico de tanque da 2ª Guerra». UOL. Consultado em 8 de junho de 2020 
  58. «'Corações de Ferro' recria combates na Europa com todo o realismo». Diário do Vale. 9 de abril de 2015. Consultado em 8 de junho de 2020 
  59. Ruf, Cory (4 de novembro de 2014). «How a McMaster University map got into Brad Pitt's new film 'Fury'». CBC. Consultado em 8 de junho de 2020 
  60. «McMaster earns a credit in Brad Pitt's new movie» (em inglês). McMaster University. 29 de novembro de 2014. Consultado em 8 de junho de 2020 
  61. «Fury». Box Office Mojo. Consultado em 7 de junho de 2020 
  62. «Fury - RottenTomatoes». Consultado em 6 de Novembro de 2014 
  63. «Fury Reviews - Metacritic». Consultado em 6 de Novembro de 2014 
  64. «Critics' Choice Awards 2015: Julianne Moore confirma favoritismo e ganha prêmio». www.purepeople.com.br (em bretão). Pure People. Consultado em 9 de junho de 2020 
  65. «2015 Hollywood Film Awards winners» (em inglês). CBS. 2 de novembro de 2015. Consultado em 9 de junho de 2020 
  66. «Hollywood Music in Media Awards: Gregg Alexander Performs, Glen Campbell Feted». The Hollywood Reporter (em inglês). 5 de novembro de 2014. Consultado em 9 de junho de 2020 
  67. «Indicados ao Motion Picture Sound Editors Awards | 2015». :: Spoiler ::. 14 de janeiro de 2015. Consultado em 9 de junho de 2020 
  68. «2014 Archives». National Board of Review (em inglês). Consultado em 9 de junho de 2020 
  69. «Confira os indicados ao People's Choice Awards». Monet. Consultado em 9 de junho de 2020 
  70. «Phoenix Film Critics Nominations – Lerman and Coon Pop Up». AwardsCircuit (em inglês). 9 de dezembro de 2014. Consultado em 9 de junho de 2020 
  71. «Nominations Announced for the 21st Annual Screen Actors Guild Awards®» (em inglês). SAG. Consultado em 9 de junho de 2020 
  72. «2014 | Categories | International Press Academy» (em inglês). Consultado em 9 de junho de 2020 
  73. «Logan Lerman Photos Photos: The 30th Santa Barbara International Film Festival - Virtuosos». Zimbio (em inglês). Consultado em 9 de junho de 2020 
  74. Basso, Fernanda (16 de agosto de 2015). «A lista de vencedores do Teen Choice Awards 2015». E! Online. Consultado em 9 de junho de 2020