Abrir menu principal

Futebol de cinco

(Redirecionado de Futebol de 5)
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde setembro de 2018). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para a modalidade esportiva da FIFA, veja Futebol de salão. Para a versão da FIFUSA/AMF, veja Futsal FIFUSA. Para outros significados, veja Futebol paralímpico.
Brasil vence a China de virada, no Futebol de 5 (29595989772).jpg
two Argentinian players and one from Brazil running after the ball or falling down

O futebol para deficientes visuais, também conhecido como futebol para cegos e futebol de cinco, é uma adaptação do futebol para atletas com deficiências visuais. O desporto, governado pela Federação Internacional dos Desportos para Cegos (IBSA é jogado com regras da FIFA modificadas. O campo de jogo é menor e rodeado de placas. Cada equipe tem cinco jogadores, incluindo o guarda-redes. As equipes podem ainda ter um guia, que está posicionado fora do campo de jogo, para assistir os jogadores dirigindo-os. A bola está equipada com um dispositivo que faz barulho para os jogadores poderem localizá-se pelo som. Os jogos têm duas partes de 25 minutos cada, com um intervalo de 10 minutos. Os jogadores de Futebol de cinco têm uma de três classes, de acordo com o seu nível de deficiência visual:

  • B1 - Atletas totais ou quase totalmente cegos; desde a não percepção da luz até à percepção da luz mas com a impossibilidade de reconhecer a forma de uma mão.
  • B2 - Atletas com visão parcial; conseguem reconhecer a forma de uma mão com uma acuidade visual de 2/60 ou um campo visual de menos de 5 graus.
  • B3 - Atletas com visão parcial; acuidade visual de 2/60 até 6/60 ou campos visuais de 5 a 20 graus.

As equipes podem usar atletas com visão como Goleiros/Guarda-Redes e Guias; os Goleiros/ Guarda-Redes com visão não podem ter estado registrados na FIFA por, no máximo, cinco anos.

Existem dois tipos de competição. Para jogos da Classe B1, apenas atletas da classe B1 são permitidos, com exceção para os guarda-redes e para os guias, que podem ser das classes B2, B3 ou que vejam. Para jogos das Classes B2/B3, as equipas podem alinhar com jogadores das classes B2 e B3; pelo menos dois jogadores da classe B2 devem estar em campo ao mesmo tempo.

O Futebol de cinco na Europa desenvolveu-se na Espanha. O primeiro campeonato nacional espanhol teve lugar em solo espanhol, em 1986. Na América do Sul, há registros de um Torneio brasileiro organizado em 1980. Os Campeonatos Americano e Europeu começaram em 1997, seguidos pelo primeiro Campeonato do Mundo, em 1998. O desporto foi adicionado aos Jogos Paralímpicos de Verão em 2009

O Brasil foi campeão dos Mundiais em 1998, 2000, 2010 e 2014; e a Argentina venceu em 2002 e 2006. Nos Jogos Paralímpicos, o Brasil foi campeão em 2004, 2008, 2012 e 2016.

No segundo caso, O futebol de cinco, conhecido também como futebol de cegos, ou futsal de cegos, é uma adaptação do futsal para pessoas cegas. O esporte, organizado pela IBSA - International Blind Sports Federation, é jogado com regras modificadas da FIFA, com bandas laterais, os times tem 4 jogadores de linha cegos, e o goleiro que enxerga normalmente (ele joga numa área reduzida, de 5mX2m. Os times usam também um chamador, que é um membro do time que fica atrás da meta adversária, orientando os jogadores de ataque. A bola possui guizos que produzem sons, através dos quais os atletas podem encontrar a bola. As partidas oficiais tem dois tempos de 25 minutos, com 10 minutos de intervalo.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar