Abrir menu principal

Futebol de areia do Club de Regatas Vasco da Gama

O Futebol de areia do Club de Regatas Vasco da Gama é o departamento de futebol de areia do clube poliesportivo brasileiro homônimo, sediado na cidade do Rio de Janeiro. É um dos clubes brasileiros que mais cede atletas para a Seleção e um grande formador de novos jogadores.[1]

Vasco da Gama
Club de Regatas Vasco da Gama.png
Nome Club de Regatas Vasco da Gama
Alcunhas Vascão
Gigante da Colina
Trem Bala da Areia
Time da virada
Torcedor/Adepto Vascaíno
Cruzmaltino
Mascote Almirante
Comerciante Português
Bacalhau
Fundação 1999
2009
Localização Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
Presidente Alexandre Campello
Treinador Fábio Costa
Patrocinador Easy Mobile
Dona Natureza
Material (d)esportivo Diadora
Competição Rio de Janeiro Campeonato Carioca
Brasil Campeonato Brasileiro
Brasil Copa Brasil
Flags of South American Conmebol Members.gif Copa Libertadores
Ranking nacional 1º colocado
Website Site oficial
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
Temporada atual
editar

HistóriaEditar

1999
O primeiro título, inclusive invicto, veio em 1999 com o I Campeonato Carioca de Futebol de Areia, disputado na praia do Flamengo, em uma arena montada para 2.500 pessoas com transmissão ao vivo pelo SporTV. O torneio foi inédito em todo o mundo, pois reuniu - pela primeira vez - clubes da modalidade. A competição contou com oito equipes: Vasco da Gama, Botafogo, Fluminense, Juventus, Copacabana, Praia Rio, Carioca e América. Na disputa, o Vasco derrotou todos os seus adversários, entre eles os tradicionais Fluminense (por 9 a 8), América (por 12 a 2) e Juventus (time de Júnior, símbolo do futebol de areia, na semifinal, por 5 a 3). Na final, disputada contra o Botafogo, o Gigante das Areias, do treinador era Marco Octávio Cerqueira, virou o placar para 5 a 4 depois de estar perdendo por 3 a 0. O time vascaíno contava com o talento de jogadores de Seleção Brasileira como Júnior Negão, Jorginho e Benjamim.[2]

2003
Em 2003 veio o bicampeonato, com uma equipe que tinha como base os primeiros campeões. Dessa vez o adversário foi o Copacabana, equipe tradicional das areias cariocas.

2010
Em 2010, com uma nova equipe, com caras novas como: Bruno Xavier, Rafinha e Maguinho, mas ainda contando com os experientes Buru e Jorginho, o Vasco conquistou o título do Torneio Rio-São Paulo em cima da grande equipe do Corinthians que tinha André, Souza e o goleiro Mão em seu time.

2011
O maior de todos esses títulos chegou em 2011: de maneira espetacular, o Vasco passou por excelentes equipes favoritas como Boca Juniors, Flamengo (duas vezes), Corinthians e Sporting e conquistou o primeiro Mundialito de Clubes da FIFA de Futebol de Areia.[3]

2012
Em 2012, em março, veio o inédito título da Copa Brasil de Futebol de Areia,[4] vencendo a equipe de Sampaio Corrêa na final pelo placar de 5 a 2. Já em maio a equipe vascaína ficou em terceiro lugar no Mundialito de Clubes; após começar de forma ruim o campeonato perdendo para a reformulada equipe do Santos, o Vasco se reencontrou na competição e só veio perder novamente na semifinal contra a forte equipe do Flamengo, que contava com o uruguaio Pampero, os experientes Benjamin, Robertinho e Anderson; mais tarde, viria a vencer o mesmo adversário da decisão do ano passado, o Sporting de Portugal, mas desta vez na decisão de terceiro lugar.

2013
Em 2013, a equipe sub-20 cruzmaltina conquistou o primeiro título de sua existência ao se sagrar campeã do I Circuito Guaraviton.[5] Em novembro, com o time profissional, veio o título da I etapa do Circuito Brasileiro, que foi realizada em Vitória, Espírito Santo.[6]

2014
Em 2014, o Vasco conquistou o primeiro título da temporada logo na primeira competição em que disputou, e de forma invicta, esta foi o Campeonato Carioca (o primeiro organizado pela nova Federação de Beach Soccer do Estado do Rio de Janeiro); na final derrotou a equipe do Flamengo pelo placar de 4 a 3 de virada.[7]

No mês seguinte, outra conquista, o bicampeonato da Copa Brasil, desta vez, vencendo na final a equipe do Sport (vice-campeã na edição anterior), pelo placar de 6 a 2.[8]

Logo após foi realizada a terceira etapa do circuito, no Maranhão, onde o clube conquistou o terceiro lugar.[9]

Em outubro, no Espírito Santo, foi realizada a quarta, e última, etapa do circuito brasileiro; desta vez o Vasco terminou em primeiro ao bater a equipe do Rio Branco pelo placar de 4 a 1.[10] Com o resultado, a equipe cruz-maltina se sagrou campeã do I Circuito Brasileiro de Futebol de Areia.[9]

2015
Em 2015, no Mundialito de Clubes, o Vasco classifica-se em primeiro no seu grupo vencendo Flamengo, Corinthians e Fluminense. Na semifinal vence novamente o Fluminense por 5 a 2. Na final perde nos pênaltis para o Barcelona por 3 a 2, depois de empatarem por 4 a 4 após a prorrogação e fica com o vice-campeonato.[11]

2017
O time disputou o Campeonato Brasileiro de 2017 na Praia do Gonzaga, Santos com a participação de mais sete equipes, competição que dava ao campeão vaga na primeira edição da Copa Libertadores de Futebol de Areia também realizada em Santos.[12] O time termina a primeira fase em primeiro lugar do grupo e classifica-se à final. Na final derrota o Sampaio Corrêa por 5 a 1 e conquista o título inédito e a vaga na Copa Libertadores.[13]

Na estreia da Copa Libertadores de 2016, realizado em janeiro de 2017, devido à tragédia da Chapecoense, ocorrido em 29 de novembro de 2016 na Colômbia, o time goleia o Reales de Miranda da Venezuela por 7 a 1.[14] O Vasco da Gama, de maneira invicta, consagrou-se como o primeiro campeão da Copa Libertadores, ao vencer o Rosario Central da Argentina por 8 a 1 na disputa final.[15]

O Vasco conquista o bicampeonato invicto da Copa Libertadores de 2017 realizado no Paraguai, ao vencer o Club Malvín do Uruguai por 8 a 5 na final.[16]

2018
O Vasco conquistou o tetracampeonato do Campeonato Carioca de 2018, de forma invicta. A equipe cruzmaltino venceu o Botafogo por 5 a 1 na Praia do Leme na final.[17]

Na semifinal da Copa Libertadores de 2018 realizado no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, o Vasco vence o Acassuso da Argentina por 5 a 4 e classifica-se à terceira final consecutiva da competição.[18] Na final, o Vasco é derrotado nos pênaltis após empate em 8 a 8 com o Vitória e termina com o vice-campeonato. O jogo marcou a despedida do jogador Jorginho com a camisa vascaína.[19]

2019
O time disputou o Campeonato Brasileiro de 2019 na Praia da Enseada no Guarujá e sagrou-se campeão ao derrotar o Flamengo nos pênaltis após empate de 2 a 2, garantindo assim o segundo título do torneio. Com a vitória, passa a ser o time com maior número de títulos da competição.[20]

Na semifinal da Copa Libertadores de 2019 realizado em Luque, Paraguai, o Vasco vence nos pênaltis após empate em 2 a 2 com o Acassuso da Argentina, classificando-se à quarta final consecutiva da competição.[21] Na final, derrota os anfitriões do Cerro Porteño por 7 a 5 e conquista o tricampeonato da competição.[22]

CronologiaEditar

Cronologia do Futebol de Areia

Campeão do Campeonato Carioca (1º título)

2° lugar na I Taça Rio Cidade da Paz

Campeão da II Taça Rio Cidade da Paz (1º título)

2º lugar na Copa Brasil

2º lugar na I Taça Rio Cidade da Paz

2º lugar no Desafio CEFAN (Vasco x Botafogo)

4º lugar na Copa Vila Velha

Campeão do Desafio Espírito Santo

Campeão do Desafio Internacional Guara Plus de Beach Soccer

Campeão da Supercopa do Brasil Sub-23 (1º título)

Campeão do Qualify do Campeonato Brasileiro de Clubes Sub-23

2º lugar no Campeonato Brasileiro Sub-23

2º lugar na Taça São Luís

3º lugar no Mundialito de Clubes da FIFA

7º lugar no Campeonato Brasileiro

  • 2013 - Campeão da I Etapa do Circuito Brasileiro - Vitória (ES)

Campeão do Desafio Fair Play de Beach Soccer

Campeão do Circuito Guaraviton de Beach Soccer Sub-20 (1º título)

3º lugar no Mundialito de Clubes da FIFA

3º lugar na Copa Brasil

3º lugar na I Taça Guanabara

2º lugar no I Circuito Guaraviton de Beach Soccer

Campeão da Copa Brasil (2º título)

Campeão da II Etapa do Circuito Brasileiro - Manaus (AM)

3° lugar na III Etapa do Circuito Brasileiro - São Luís (MA)

Campeão da IV Etapa do Circuito Brasileiro - Serra (ES)

Campeão do Circuito Brasileiro de Futebol de Areia (1° título)

Campeão da Copa Ouro Sub-11 (1° título)

  • 2015 - Campeão da Copa Rio Marinha do Brasil de Beach Soccer (1º título)[23]

2º lugar no Mundialito de Clubes da FIFA

Campeão da Copa Libertadores (1° título)a

Campeão da Copa Brasil Sul/Sudeste/Centro-Oeste Sub-20 (1º título)

Campeão da Copa Libertadores (2° título)

2º lugar na Etapa Sul/Sudeste/Centro-Oeste da Copa Brasil

Campeão do Desafio dos Campeões de Beach Soccer

3º lugar na Copa Brasil

2º lugar na Copa Libertadores

2º lugar no Campeonato Carioca

2º lugar na Copa Brasil Sul/Sudeste/Centro-Oeste Sub-20

Campeão da Copa Libertadores (3° título)

Elenco atualEditar

Legenda
  •  : Capitão
  •  : Seleção Brasileira
Goleiros
Jogador
1   Rafael Padilha
12   Cesinha
Fixos
Jogador
2   Alejandro
3   Antônio
4   Catarino
Alas
Jogador Pos.
5   Luquinhas A
6   Rafinha A
8   Jordan A
11   Benjinha A
Pivôs
Jogador
7   Bokinha  
9   Lucão
10   Mauricinho
Comissão técnica
Nome Pos.
  Fábio Costa T
  Fabrício Santos AS

Fonte:[24]

TítulosEditar

Títulos principaisEditar

  Campeão Invicto

HONORÁRIOS
Competição Títulos Temporadas
  Tríplice Coroa 1 2014
MUNDIAIS
Competição Títulos Temporadas
  Mundialito de Clubes 1 2011
CONTINENTAIS
Competição Títulos Temporadas
  Copa Libertadores da América 3 2016a , 2017  e 2019 
NACIONAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Brasileiro 2 2017 e 2019 
  Copa Brasil 2 2012 e 2014
  Circuito Brasileiro 1 2013/14
INTERESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Torneio Rio-São Paulo 1 2010 
ESTADUAIS
Competição Títulos Temporadas
  Campeonato Carioca 4 1999 , 2003, 2014  e 2018 

↑a Embora se tenha classificado para a competição a partir do Campeonato Brasileiro de 2017, o clube é considerado campeão da Copa Libertadores de 2016. Ambas as competições estavam destinadas a serem disputadas em dezembro de 2016, no entanto, devido à tragédia com a equipe da Chapecoense, foram adiados para o início de 2017. Por motivos de homologação junto à CONMEBOL, a edição da Copa Libertadores continuou sendo referente ao ano de 2016, enquanto a Confederação de Beach Soccer do Brasil optou por deixar a edição do Campeonato Brasileiro referente ao ano de disputa, neste caso 2017.

Outros títulosEditar

EstatísticasEditar

ParticipaçõesEditar

Participações em 2019
Competição Temporadas Melhor campanha Estreia Última
  Campeonato Carioca 5 Campeão (4 vezes) 1999 2019
  Torneio Rio-São Paulo 1 Campeão (2010) 2010 2010
  Campeonato Brasileiro 3 Campeão (2017 e 2019) 2012 2019
Copa Brasil 6 Campeão (2012 e 2014) 2011 2017/18
Circuito Brasileiro 1 Campeão (2013/14) 2013/14 2013/14
  Copa Libertadores 4 Campeão (2016, 2017 e 2019) 2016 2019
  Mundialito de Clubes 4 Campeão (2011) 2011 2015

CampanhasEditar

Futebol de areia do Club de Regatas Vasco da Gama
Torneio Campeão Vice-campeão Terceiro colocado Quarto colocado
  Mundialito de Clubes 1 (2011) 1 (2015) 2 (2012, 2013) 0 (não possui)
  Copa Libertadores da América 3 (2016, 2017, 2019) 1 (2018) 0 (não possui) 0 (não possui)
  Campeonato Brasileiro 2 (2017, 2019) 0 (não possui) 0 (não possui) 0 (não possui)
  Copa Brasil 2 (2012, 2014) 1 (2011) 3 (2013, 2016, 2017/18) 0 (não possui)
  Circuito Brasileiro 1 (2013/14) 0 (não possui) 0 (não possui) 0 (não possui)
  Torneio Rio-São Paulo 1 (2010) 0 (não possui) 0 (não possui) 0 (não possui)
  Campeonato Carioca 4 (1999, 2003, 2014 e 2018) 1 (2019) 0 (não possui) 0 (não possui)

Prêmios individuaisEditar

Bola de Ouro do Mundialito de Clubes
Artilheiro do Mundialito de Clubes
Melhor Jogador do Copa Libertadores
Melhor Goleiro do Copa Libertadores
Artilheiro da Copa Libertadores
Melhor Jogador do Campeonato Brasileiro
Melhor Goleiro do Campeonato Brasileiro
Melhor Jogador da Copa Brasil
Melhor Goleiro da Copa Brasil
Artilheiro da Copa Brasil
Artilheiro do Campeonato Brasileiro Sub-23
Melhor Goleiro da Etapa Sul/Sudeste/Centro-Oeste da Copa do Brasil
Melhor Jogador da Copa Brasil Sul/Sudeste/Centro-Oeste Sub-20
Melhor Jogador do Campeonato Carioca
Melhor Goleiro do Campeonato Carioca
Artilheiro do Campeonato Carioca

Medalistas de SeleçõesEditar

Personalidades ilustresEditar

Referências

  1. «Vasco da Gama: formation as a weapon» (em inglês). Beach Soccer Worldwide. 30 de Outubro de 2013. Consultado em 2 de Novembro de 2013 
  2. «Segunda rodada do Carioca de Beach Soccer começa no sábado». uol.com.br. 15 de outubro de 1999. Consultado em 4 de fevereiro de 2019 
  3. Igor Christ (26 de Março de 2011). «Vasco bate Sporting e é o primeiro campeão mundial de futebol de areia». Globoesporte. Consultado em 3 de Novembro de 2013 
  4. Igor Christ (11 de Março de 2012). «Empurrado pela torcida, Vasco bate Sampaio Corrêa e leva a Copa Brasil». Globoesporte. Consultado em 3 de Novembro de 2013 
  5. Júnior Negão (15 de Julho de 2013). «Beach Soccer Brasil: Circuito Guaraviton de Beach Soccer é realizado com grande sucesso no Rio de Janeiro! Vasco da Gama na Categoria Masculina Sub-20 e Flamengo na Categoria Feminina são campeões invictos!». Globoesporte. Consultado em 3 de Novembro de 2013 
  6. «Vasco goleia Vila Velha e conquista 1ª etapa do Circuito Brasileiro, em Vitória». Globoesporte. 3 de Novembro de 2013. Consultado em 3 de Novembro de 2013 
  7. «Vasco vence o Flamengo e é campeão carioca de Beach Soccer». 23 de Fevereiro de 2014. Consultado em 23 de Fevereiro de 2014 
  8. «Vasco bate o Sport e conquista o bi da Copa Brasil; Flamengo fica em terceiro». 30 de Março de 2014. Consultado em 30 de Março de 2014 
  9. a b «Vasco é campeão do Circuito Brasileiro de Clubes». Vasco.com.br. 11 de Outubro de 2014. Consultado em 12 de Outubro de 2014 [ligação inativa]
  10. «Vasco goleia o Rio Branco e conquista o Circuito Brasileiro de futebol de areia». globoesporte.com. 11 de outubro de 2014. Consultado em 9 de maio de 2016 
  11. «Barcelona empata no fim e bate Vasco nos pênaltis para ser campeão mundial». globoesporte.com. 13 de dezembro de 2015. Consultado em 17 de dezembro de 2015 
  12. «Vasco, Botafogo, Grêmio, Fluminense e 4 clubes lutam pelo título brasileiro». globoesporte.com. 5 de janeiro de 2017. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  13. «Vasco derrota Sampaio Corrêa na final do Brasileiro e vai à Copa Libertadores». globoesporte.com. 8 de janeiro de 2017. Consultado em 9 de janeiro de 2017 
  14. «Vasco estreia com goleada na Copa Libertadores de futebol de areia». globoesporte.com. 9 de janeiro de 2017. Consultado em 10 de janeiro de 2017 
  15. «Vasco goleia Rosário Central e ganha a 1ª Libertadores de Futebol de Areia». globoesporte.com. 15 de janeiro de 2017. Consultado em 15 de janeiro de 2017 
  16. «Vasco goleia Malvín e conquista o bicampeonato da Taça Libertadores». globoesporte.com. 19 de novembro de 2017. Consultado em 19 de novembro de 2017 
  17. «Vasco goleia Botafogo e é Tetracampeão Carioca». vasco.com.br. 15 de abril de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  18. «No dia de "decisão" nos gramados, Vasco busca tri da Libertadores de Futebol de Areia contra o Vitória». globoesporte.com. 1º de dezembro de 2018. Consultado em 1º de dezembro de 2018 
  19. «Vitória supera o Vasco e leva título inédito da Libertadores da América de futebol de areia». globoesporte.com. 2 de dezembro de 2018. Consultado em 3 de dezembro de 2018 
  20. «Goleiro brilha nos pênaltis, Vasco vence o Flamengo e é campeão do Brasileiro de futebol de areia». globoesporte.com. 3 de fevereiro de 2019. Consultado em 3 de fevereiro de 2019 
  21. «Nos pênaltis, Vasco bate rival argentino e vai à final da Libertadores pelo 4º ano seguido». globoesporte.com. 20 de setembro de 2019. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  22. «Vasco deslancha no fim, bate o Cerro Porteño e fatura o tri da Libertadores no futebol de areia». globoesporte.com. 21 de setembro de 2019. Consultado em 23 de setembro de 2019 
  23. «Vasco vence o Geração e fatura Copa Rio Masculina». vasco.com. 10 de outubro de 2015. Consultado em 13 de maio de 2016 
  24. «Pioneiro, Vasco vence Rosario Central (ARG) e conquista a Libertadores de Beach Soccer». vasco.com. 15 de janeiro de 2017. Consultado em 7 de agosto de 2017 

Ligações externasEditar