Abrir menu principal

O Futhark recente é a versão do alfabeto rúnico usada na Escandinávia a partir do século IX, sucedendo ao Futhark antigo. É constituído por 16 caracteres, conhecidos como runas ou runas escandinavas. Foi usado na escrita da língua nórdica antiga, falada pelos povos escandinavos durante a Era Viquingue e o início da Idade Média Nórdica. Milhares de pedras rúnicas e dois manuscritos medievais testemunham a sua existência.

Futhark recente
Runen nordisch.jpg
TipoAlfabeto
LínguasNórdico antigo
Período de tempo
século IX-

Apresenta duas variantes – as runas compridas (långkvistruna), usadas na Suécia e na Dinamarca, e as runas curtas (kortkvistruna), usadas na Suécia e na Noruega. [1][2][3][4][5]

Referências

  1. «Den 16-typiga futharken» (em sueco). Årsunda viking. Consultado em 30 de dezembro de 2016. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2016 
  2. «Har det funnits flera olika runrader?» (em sueco). Riksantikvariämbetet (Autoridade Nacional da Herança Cultural). Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  3. Stålbom, Göran (1994). «Runhandskrifter och runkalendrar (Manuscritos e calendários rúnicos)». Runristningar (em sueco). Estocolmo: Fabel förlag. p. 56-57. 206 páginas. ISBN 91 7842 1705 
  4. Linda Wåhlander. «Runor - Vikingatidens runor» (em sueco). forntida.se. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
  5. Karin Fjellhammer Seim. «Futharken – vårt første alfabet» (em norueguês). Språkrådet. Consultado em 30 de dezembro de 2016 
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Futhark recente