Gálatas 3

Epístola aos Gálatas, capítulo 3

Gálatas 3 é o terceiro capítulo da Epístola aos Gálatas, de autoria do Apóstolo Paulo, que faz parte do Novo Testamento da Bíblia.[1]

Gálatas 3
Uncial 0176.jpg
Trecho da Epístola aos Gálatas (3:16-25) no Uncial 0176.
Livro Epístola aos Gálatas
Categoria Epístolas Paulinas
Parte da Bíblia Novo Testamento
Precedido por: Gálatas 2
Sucedido por: Gálatas 4
Capítulos de Gálatas

EstruturaEditar

I. A defesa da doutrina da justificação pela fé sem as obras da Lei (continuação de Gálatas 2)

1. Ao apelar para as anteriores experiências espirituais dos gálatas, v. 1-5
2. Ao mostrar que Abraão foi justificado pela fé, v. 6-9
3. Ao mostrar que a Lei, além de não ter poder de redenção, trouxe uma maldição ao desobediente, da qual Cristo redimiu os crentes, v. 10-14
4. Ao provar que a Lei não cancelava o pacto da salvação pela fé, v. 15-18
5. Ao indicar que a Lei, como guia, tinha o propósito de conduzir a Cristo, v. 19-25
6. Ao mostrar os prejuízos dos que renunciam à fé em Cristo e voltam ao legalismo
a) Perda da bênção de sua herança como filhos de Deus e retorno ao cativeiro do cerimonialismo, v. 26-29

Manuscritos originaisEditar

Temas principaisEditar

A lei é impotente para salvar, mas conduz a Cristo e à féEditar

 Ver artigo principal: Controvérsia da circuncisão

Referências

  1. «A Formação do Novo Testamento». Portal da Sociedade Bíblica do Brasil 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre a Bíblia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.