Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Gália (desambiguação).
Provincia Gallia Lugdunensis
Província Gália Lugdunense
Província do(a) Império Romano
 
27 a.C.297
 

 

 


Provinciaromana-Lugdunense-pt.svg
Gália Lugdunense, c. 400
Capital Lugduno
Líder Legado imperial

Período Antiguidade Clássica
83 a.C. Criada depois das Guerras Gálicas
297 d.C. Reformas administrativas de Diocleciano

Gália Lugdunense (em francês: Gaule Lyonnaise), chamada também apenas de Lugdunense, era o nome de uma província do Império Romano localizada no território da moderna França e parte do território conhecido como Gália Celta. Seu nome deriva de sua capital, Lugduno (Lugdunum; moderna Lyon), possivelmente a maior cidade europeia na época a oeste da Itália e também um grande centro de cunhagem de moedas. A Lugdunense era uma província imperial, considerada importante o suficiente para ser governada por um legado.

HistóriaEditar

O território original da província se estendia dos rios Sena e Marne no nordeste, na fronteira com a Gália Bélgica, até o Garona no sudoeste, a fronteira com a Gália Aquitânia. As três Gálias foram criadas por Augusto em 27 a.C. para administrar os territórios da antiga Gália Comata, conquistada por Júlio César entre 58 e 51 a.C. Perto de Lugduno, a capital da província, estava o Santuário Federal das Três Gálias, onde se reuniam os governadores das três províncias para o culto de "Roma e Augusto". O local exato, an confluência do Saône e do Ródano, era chamado de "Condate" ou "Ad confluentes"[1].

Suas fronteiras eram os rios Loire, Saône e Sena, o Canal da Mancha e o extremo norte do golfo de Biscaia. Era, portanto, a faixa de terra que se estendia desde Lugduno, ao sul, até a costa da Armórica (Bretanha e Normandia), ao norte. Juntamente com a B

Reforma de DioclecianoEditar

Lugdunensis I; Lugdunensis II
Lugdunensis III; Lugdunensis IV
Lugdunense I; Lugdunense II
Lugdunense III; Lugdunense IV
Província do(a) Império Romano
  
297–Séc. V  

 
Diocese da Gália com as quatro lugdunenses, c. 400
Capital Lugduno (I)
Rotômago (II)
Cesaroduno (III)
Agedinco (IV)

Período Antiguidade Tardia
297 d.C. Partição da Gália Lugdunense em duas novas províncias
Década de 330 Nova repartição por Constantino
Séc. V Conquistada pelos francos

Em 297, durante da reforma administrativa de Diocleciano (r. 284-305), a Lugdunense foi dividida em duas províncias:

  • Lugdunense I (ou Prima), com capital em Lugduno.
  • Lugdunense II (ou Secunda), com capital em Rotômago (Ruão).

Depois, durante o reinado de Constantino (r. 306-337), elas foram novamente subdivididas:

  • A Lugdunense I permaneceu com os territórios dos vales do Saône e Allier;
  • A Lugdunense IV foi separada da Lugdunense I e passou a abranger a região de Orléans, ao sul da Ilha de França, com capital em Agedinco (também chamada de Senones; Sens);
  • A Lugdunense II permaneceu com a Normandia.
  • A Lugdunense III foi separada da Lugdunense II e passou a abranger a Bretanha, Maine, Anjou e Touraine, com capital em Cesaroduno (Tours).

As quatro foram subordinadas à nova Diocese das Gálias da Prefeitura pretoriana das Gálias.

Principais cidadesEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. Turcan Robert. Un bimillénaire méconnu : l'assemblée des trois Gaules. In: Comptes-rendus des séances de l'Académie des Inscriptions et Belles-Lettres, 135e année, N. 4, 1991. pp. 733-742.Lire en ligne

Ligações externasEditar

  • «Lugdunensis» (em inglês). Britannica. Consultado em 3 de fevereiro de 2014