Abrir menu principal
Gabriel Calamari
Nascimento 7 de abril de 1994 (25 anos)
São Bernardo do Campo, SP
Nacionalidade Brasileiro
Ocupação
Atividade 2009–presente

Gabriel Sândalo Calamari (São Bernardo do Campo, 7 de abril de 1994) é um ator e diretor brasileiro. Ganhou notoriedade em 2014 ao protagonizar o seriado Que Talento!, na Disney Channel Brasil, interpretando Champ. Em 2017, integrou o elenco de Malhação: Viva a Diferença.[1]

BiografiaEditar

Gabriel nasceu e foi criado em São Bernardo do Campo, filho da administradora Silvana Sândalo e do advogado Marcos Calamari, tendo como irmãos os também atores Vinícius Calamari, dez anos mais velho, e Miguel Calamari, quatro anos mais novo.[2] Em 2003, aos nove anos, se interessou pelas artes após assistir uma peça de Oswaldo Montenegro, se inscrevendo em sua escola de teatro, a Oficina dos Menestréis.[3] Aos doze anos passou a cursar teatro na Fundação das Artes de São Caetano do Sul, onde se formaria dois anos depois como ator.[4] Nessa época também foi convidado para dar aulas de teatro em sua escola para outros alunos da sua idade.[4] Em 2009 Gabriel fica sabendo que o a Cia. Os Menestréis estava buscando novos membros e decide realizar o teste, mentindo a idade, uma vez que a faixa etária mínima era de 17 anos e Gabriel ainda tinha 15.[4] O ator passou nos testes e foi efetivado no grupo, revelando a verdade apenas quando Oswaldo desconfiou que ele era jovem demais.[4]

CarreiraEditar

Em 2009 estreou profissionalmente como ator na peça teatral Alice e Gabriel, a qual seu pai comprou os direitos autorais para que ele protagonizasse a a montagem.[5] Em 2013, como parte do grupo teatral Os Menestréis estrelou as peças Fim de Semana e Filhos do Brasil.[6][7] No mesmo ano esteve no curta-metragem Laio, que abordava a homofobia, inspirado nos Ataques contra homossexuais em São Paulo em 2010.[8] Em 2014 interpretou Carter na montagem brasileira de A Mansão de Miss Jane.[9] Logo após também interpretou o Visconde de Sabugosa na peça O Vale Encantado e, na sequência, integrou o elenco de Tudo que Eu Queria te Dizer.[10][11] Ainda em 2014 passou nos testes para o seriado Que Talento!, primeira produção original brasileira do Disney Channel Brasil, interpretando o protagonista Champ, um instrutor de novos talentos excêntrico e cheio de planos mirabolantes, dono da agência Barulho Talents, ótimo em em retirar o que as pessoas tem de melhor e ajudá-las a colocar em pratica.[12] Gabriel permaneceu no seriado até 2016, protagonizando as três temporadas do mesmo.[13] Como diretor, teve seu primeiro trabalho dirigindo o videoclipe "Black & White Woman", da banda de rock The Moondogs.[14] Em 2015 esteve no filme Carrossel: O Filme, interpretando Alan, por quem as meninas se apaixonam.[15]

No mesmo ano dirigiu o curta-metragem Billy Fontana, sobre a vida antes da fama de Moacyr Franco.[16] Em 2016 fez uma participação especial na série 3%, do Netflix.[17] Logo após se muda para a Argentina ao ser convidado para interpretar Xavi na telenovela jovem Soy Luna, que desperta o interesse romântico em Nina, permanecendo no elenco nas duas primeiras temporadas.[18] A ausência nas seguintes temporadas deu-se ao fato de Gabriel passar nos testes para Malhação: Viva a Diferença, vigésima quinta temporada do seriado, onde deu vida o grafiteiro Felipe.[19] Na fase final da trama o personagem passou a sofrer ataques preconceituosos e violência física pela proximidade com o personagem de Luís Galves, que era homossexual na trama.[20]

Vida pessoalEditar

Em 2012, inspirado por seu pai advogado, passou no vestibular para direito, embora tenha decidido não cursar por não se identificar com a profissão.[5] Em 2013 começou a cursar cinema na Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP), embora tenha trancado após dois semestres quando começou a gravar Que Talento!.[5] Em 2016 Gabriel começou namorar a atriz argentina Valeria Baroni por um ano, durante o tempo em que gravavam juntos o seriado Que Talento!, terminando em 2017 quando ela retornou a seu país de origem.[21][22]

Gabriel foi um dos membros fundadores do Movimento Brasil Livre (MBL) em 2014 e chegou a se posicionar contra a Rede Globo e outros veículos de comunicação, porém deixou o grupo em 2015 alegando divergências ideológicas – o ator assinaria contrato com a Globo em 2017.[23][24]

FilmografiaEditar

TelevisãoEditar

Ano Título Personagem Notas
2014–16 Que Talento! Charles Star (Champ)
2016 3% André Santana (jovem) Episódio: "Vidro"
2016–17 Soy Luna Xavi Temporadas 1–2
2017–18 Malhação: Viva a Diferença Felipe Soares Lacerda Temporada 25
2019 Unidade Básica David Episódio: "1"
2019 Sob Pressão Alan Episódio: "2 de maio"

CinemaEditar

Ano Título Personagem Notas
2013 Laio[8] Rogê Curta-metragem
2015 Carrossel: O Filme Alan Campos
2019 Alice e Gabriel[25] Gabriel

TeatroEditar

Ano Título Personagem
2009–10 Alice e Gabriel[25] Gabriel
2013 Fim de Semana[6] Menino
2013 Filhos do Brasil[7] Léo
2014 A Mansão de Miss Jane[9] Carter
2014 O Vale Encantado[10] Visconde de Sabugosa
2015 Tudo que Eu Queria te Dizer[11] Pedro

DireçãoEditar

CinemaEditar

Ano Título Notas
2015 Billy Fontana[16][26] Curta-metragem
2020 Alice e Gabriel[27]

VideoclipesEditar

Ano Título Artista(s)
2014 "Black & White Woman"[14] The Moondogs
2017 "Living on the Outside"[28] Bruno Martini

Referências

  1. «Saiba um pouco mais de Gabriel Calamari». iFolha. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  2. «Silvana Rosa Sândalo Calamari: De bem com a vida e dona de seu tempo». Merc News. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  3. «Entre dois amores em 'Malhação', Gabriel Calamari confessa: "Já passei por isso"». Caras. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  4. a b c d «"Meu sonho é me tornar um grande cineasta"». Revista Exame. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  5. a b c «Gabriel Calamari fala sobre o sonho de se tornar cineasta». Dino. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  6. a b «Perfil: GABRIEL CALAMARI». Cecília Dantino. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  7. a b «Filhos do Brasil: Um musical de Oswaldo Montenegro». Oficina dos Menestréis. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  8. a b «Portal Curtas - Laio». Portal Curtas. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  9. a b «Últimos dias de A Mansão de Miss Jane». Jornal O Retrato. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  10. a b «Vale Encantado 2014». Vimeo. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  11. a b «Tudo que eu queria te dizer». Oficina dos Menestréis. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  12. «Entrevista com os diretores e produtor executivo de Que Talento». Mundo Blá. Consultado em 9 de fevereiro de 2018. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2018 
  13. «College 11 em "Que Talento!": "Difícil não foi gravar, mas perder medo de atuar"». IG. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  14. a b «Black & White Woman - The Moondogs». Vimeo. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  15. Davi Gonçalves. «CCINE10 » CARROSSEL – O FILME (Crítica)». CCINE10. Consultado em 23 de setembro de 2015 
  16. a b «BILLY FONTANA - LABRFF (Los Angeles Brazilian Festival)». Vimeo. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  17. «Gabriel Calamari é o monitor gatinho do acampamento de Carrossel – O Filme». Capricho. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  18. «Xavi voltará a Sou Luna na 2ª temporada?». Telejuve. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  19. «Gabriel Calamari fala da experiência de estar na Malhação». O Fuxico. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  20. «Malhação: Felipe e Gabriel apanham na rua». JC Online. Consultado em 9 de fevereiro de 2018 
  21. «Gabriel Calamari: o galã teen do filme 'Carrossel'». Veja SP. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  22. «Gabriel Calamari muda visual para 'Malhação' e fala de solteirice». Ego. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  23. «Como tentei entrevistar o líder Kim do MBL e recebi uma selfie dele como resposta». Diário do Centro do Mundo. Consultado em 3 de emaio de 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  24. «Não é uma banda de indie-rock, é a vanguarda anti-Dilma». El Pais. Consultado em 3 de emaio de 2018  Verifique data em: |acessodata= (ajuda)
  25. a b «"Meu sonho é me tornar um grande cineasta"». Mundo Controverso. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  26. «"Homenagem a Moacyr Franco" é um curta produzido especialmente para homenagear este grande artista no festival LABRFF». Giulia Barbero. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  27. «Gabriel Calamari dá detalhes de adaptação de peça para o cinema». Capricho. Consultado em 25 de janeiro de 2018 
  28. «Living On The Outside - Bruno Martini». VEVO. Consultado em 25 de janeiro de 2018 

Ligações externasEditar