Abrir menu principal

Gameleiras é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2010 era de 5.139 habitantes.

Município de Gameleiras
"Gama"
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 21 de dezembro de 1995
Gentílico gameleirense [1]
Lema Pra frente, Gameleiras!
Prefeito(a) Gilmar Rodrigues de Oliveira (PT)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Gameleiras
Localização de Gameleiras em Minas Gerais
Gameleiras está localizado em: Brasil
Gameleiras
Localização de Gameleiras no Brasil
15° 04' 55" S 43° 07' 26" O15° 04' 55" S 43° 07' 26" O
Unidade federativa Minas Gerais
Mesorregião Norte de Minas IBGE/2008 [2]
Microrregião Janaúba IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Espinosa, Matias Cardoso, Jaíba, Pai Pedro, Monte Azul, Mamonas e Iuiú (BA)
Distância até a capital 723 [3] km
Características geográficas
Área 1 733,399 km² [4]
População 5 139 hab. Censo IBGE/2010[5]
Densidade 2,96 hab./km²
Altitude 500 m
Clima semiárido [6] Bsh
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,581 baixo PNUD/2000 [7]
PIB R$ 29 867,912 mil IBGE/2008[8]
PIB per capita R$ 5 547,53 IBGE/2008[8]

Tendo como principal atividade econômica a agropecuária, Gameleiras é um município tranquilo de clima quente e seco com um período chuvoso bem definido.

HistóriaEditar

O município de Gameleiras foi criado em 21 de Dezembro de 1995, sendo desmembrado do município de Monte Azul.[9] Seu primeiro prefeito foi Osvaldo Teixeira de Oliveira, eleito em 03 de outubro de 1996.

A história de Gameleiras é contada em um livro, escrito pelo professor de História da E.E. de Gameleira, Zaurindo Ferndandes Baleeiro, o livro relata a história do município desde a época da escravidão, até a emancipação em 1995.

Não existe muita documentação criada sobre a história da cidade, porém existem rumores de que o povoado começou por uma iniciativa de um tenente-coronel da Guarda Nacional, que buscava criar uma nova vila para facilitar o acesso a recursos, como água e alimentos.[10][11]

No início, a área que hoje pertence a Gameleiras era parte do município de Boa Vista do Tremedal, e chamava-se Brejo dos Mártires.[10][11] A partir da Lei Estadual 843, de 07/07/1923, o município passou a se chamar apenas "Tremedal", e nessa divisão administrativa, o distrito de Brejo dos Mártires apareceu com o nome de Gameleiras pela primeira vez.

A emancipação do município só ocorreu em 21 de dezembro de 1995, pela Lei Estadual nº 12.030.

GeografiaEditar

Localizado no extremo norte mineiro, Gameleiras possui limites territoriais com os municípios baianos de Sebastião Laranjeiras, Iuiú, e os municípios mineiros de Espinosa, Mamonas, Monte Azul, Catuti, Pai Pedro, Jaíba e Matias Cardoso.[10]

Os distritos de Brejo dos Mártires, Jacu das Piranhas, e Engenho são pertencentes a Gameleiras.

Gameleiras abriga juntamente com Monte Azul, Mamonas e Espinosa o parque estadual Caminhos dos Gerais, maior parque estadual do estado de Minas Gerais. O parque protege uma área montanhosa de vegetação de cerrado e caatinga, e sendo uma área de muitas nascentes, a conservação do parque é de suma importância para o município.[12]

RelevoEditar

O ponto mais alto do município é de 500 metros, sendo o ponto central da cidade.[10]

HidrografiaEditar

Gameleiras possui uma barragem, sendo ela banhada pelo Rio Gameleiras.

EconomiaEditar

A economia é voltada inteiramente para a vocação originária do município, sendo a produção agrícola e pecuária, destacando-se a produção de arroz e milho.

Festas popularesEditar

As principais festividades do local são as comemorações à São Sebastião, de 12 a 20 de janeiro. A novena do Excelso Padroeiro Menino Jesus, que ocorre dos dias 17 a 31 de Maio com a presença do Bispo Diocesano, o clero, e religiosos e devotos de toda a região, além da novena da Virgem Senhora Aparecida de 04 a 12 de outubro. A cidade comemora sua Emancipação Política no dia 21 de Dezembro.

 
Fotografia da entrada da Câmara Municipal de Gameleiras

Pontos turísticosEditar

 
Interior da Igreja Matriz do Menino Jesus, em Gameleiras

Gameleiras, por ser área rural, não possui muitos pontos turísticos. Limita-se a Igreja Matriz do Menino Jesus. Os turistas da cidade apreciam a Imagem do Padroeiro, o Menino Jesus, feita de madeira de cedro com folhas de ouro 18 quilates.

A Barragem de Gameleiras também é um dos pontos turísticos da cidade, visitado frequentemente por curiosos, entusiastas e moradores, para passar o tempo.

Além da Igreja Matriz e da Barragem, Gameleiras também possui diversas cachoeiras espalhadas por todo o município.

Referências

  1. «IBGE Cidades@». O Brasil Município por Municipio. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 19 de agosto de 2009. Arquivado do original em 30 de abril de 2012 
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. «distancias-bhmunicipios». Distâncias BH/Municípios. Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG). Consultado em 19 de agosto de 2009. Arquivado do original em 21 de agosto de 2009 
  4. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  5. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «World Map of the Köppen-Geiger climate classification». World Map of the Köppen-Geiger climate classification. Institute for Veterinary Public Health. Consultado em 24 de fevereiro de 2010 
  7. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  8. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  9. «Gameleiras - Histórico» (PDF). biblioteca.ibge.gov.br. Consultado em 14 de junho de 2012 
  10. a b c d «Gameleiras - Panorama». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 21 de junho de 2019 
  11. a b «Gameleiras - Histórico». IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 21 de junho de 2019 
  12. «Parque Estadual Caminho dos Gerais». Wikiparques. Consultado em 21 de junho de 2019 

Ligações externasEditar