Abrir menu principal
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde abril de 2010). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Gargântua é o primeiro volume da história dos gigantes Gargântua e Pantagruel, do francês François Rabelais. Apesar de ser o primeiro na ordem cronológica, foi o segundo a ser escrito. O livro trata da história do gigante Gargântua, pai de Pantagruel, rei dos dipsodos.

Os livros ficaram famosos na França, mas foram proibidos pela Sorbonne por seu conteúdo obsceno. Em virtude da censura, Rabelais escreveu ambos os livros sob o pseudônimo Alcofrybas Nasier, um anagrama de seu próprio nome. De todo modo, Gargântua, assim como Pantagruel, acabou condenado pela universidade francesa, sendo incluído entre os livros obscenos e censurados. Em 1564, o Index librorum prohibitorum, promulgado pelo Papa, classificou as obras de Rabelais como heréticas.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.