Abrir menu principal
Garras do Tigre
Fundação 9 de fevereiro de 2012 (7 anos)
Escola-madrinha Porto da Pedra[carece de fontes?]
Cores
Preto
e
Amarelo
Símbolo Tigre
Bairro Miguel Couto

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Garras do Tigre é uma escola de samba de Nova Iguaçu, que participa do carnaval da cidade do Rio de Janeiro. Tendo como cores o preto e amarelo, e como símbolo, o Tigre com garras, o mesmo símbolo da Porto da Pedra, sua madrinha.

Está sediada na Rua dos Cajueiros, 492[1] Parque Samar, em Miguel Couto. No seu surgimento, organizou a primeira edição, junto com a LEBESNI, o Troféu Pessanha.[2]

Carro alegórico da escola

HistóriaEditar

A escola foi fundada em 9 de fevereiro de 2012, pelo então carnavalesco da Arrastão de Miguel Couto, Washington Martins. No seu primeiro ano, contou com a participação de grandes nomes do Carnaval Iguaçuano, tais como os intérpretes Antônio Nick e Cajú.

Em 2013, estaria desfilando para avaliação, no entanto, naquele ano, o desfile não teve caráter competitivo, com a classificação da escola automaticamente para o Grupo único do ano seguinte. Com aproximadamente 200 componentes e sem carros alegóricos, apresentou um enredo em homenagem ao bairro carioca da Lapa, trazendo naquele ano pela primeira vez uma Rainha Gay da Escola; uma novidade inédita no carnaval iguaçuano.

Desde então Rafaela Baroni permanece em seu quadro como Rainha Gay da Escola.[3]

 
Mãe Beata sendo homenageada pela Garras do Tigre

Em 2014, homenageou a mãe de santo Beata de Iemanjá, com enredo de autoria do presidente Washington Martins.

Em 2015 apresenta um enredo falando sobre os maiores shows da terra. Enredo: No Universo dos Espetáculos Garras do Tigre dá o Show.

Em 2016 não houve carnaval na Cidade de Nova Iguaçu em decorrência da crise financeira.

No periodo de 2016[4] a 2018 não houve o Carnaval de Nova Iguaçu, em decorrência da crise financeira que assolou as contas do município. mas o Garras não ficou inativo, ao tentar desfilar no Carnaval Carioca, em 2019. mas devido não ter orçamento para viabilizar, desistiu e mesmo sem patrocínio a agremiação resolveu ensaiar nas ruas de Miguel Couto.

SegmentosEditar

PresidentesEditar

Nome Mandato Ref.
Washington Martins Fundação - Atualidade [4]

IntérpretesEditar

Período Intérprete oficial Referência
2014 Zezinho do Cavaco
2015 Zezinho do Cavaco e Robinho Lins
2016 Zézinho do Cavaco, Robinho Lins, Wanderley Rodrigues [4]
2018 Wanderley Rodrigues e Rally do Samba
2020-atualmente Wanderley Rodrigues

CoreógrafoEditar

Ano Nome
2014 Tina Bombom
2015 Comissão de Carnaval
2019-atualmente Anderson Leonardo

Casal de Mestre-sala e Porta-bandeiraEditar

Ano Nome Ref.
2014 Luan Mackenzie e Amandah Rodrigues
2015 Luan Mackenzie e Jennifer Magalhães
2020-atualmente Raphael Nascimento e Cassiane Figueiredo [5]

Corte de bateriaEditar

Ano Rainha Madrinha Ref.
2013 Paloma Martins Marry Bombom
2014-atualmente Paloma Martins [4]

CarnavaisEditar

Garras do Tigre
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Ref.
2013 Não houve competição Lapa. Berço de bamba; de segredos, magias, histórias e culturas infindáveis. És o orgulho do meu Rio
Samba-enredo composto por Didi do Arrastão e Cicero Poeta
Washington Martins
2014 17º lugar Grupo Especial Mãe Beata de Yemanjá um presente dos orixás. Do Recôncavo Baiano a Baixada Fluminense, um mito aos olhos do mundo
Samba-enredo composto por Júlio Perez, Paulo Rodrigues e Bené
Renato Cardoso [6][7]
2015 3º lugar Grupo de acesso No Universo dos espetáculos Garras do Tigre dá o show
Samba-enredo composto por Romário
Leonardo Lacerda
2016 Não Desfilou Grupo Especial Belém do Pará 400 anos, Um show de Brasilidade
Samba-enredo composto por Wanderley Rodrigues, Dred Silva Jr., Bruno Costa e Javs
Laércio Belém [4]
2018 Grupo Especial Belém do Pará, Um show de Brasilidade
Samba-enredo composto por Wanderley Rodrigues, Dred Silva Jr., Bruno Costa e Javs
Laércio Belém
2020 Série E
 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Garras do Tigre

Referências

  1. empresascnpj.com. «Gremio Recreativo Escola de Samba Garras do Tigre de Nova Iguacu (nome fantasia: G R e S Garras do Tigre de Nova Iguacu)». Consultado em 9 de março de 2017 
  2. Homenagem em noite de Samba
  3. https://www.facebook.com/baroni.rafaela?fref=ts
  4. a b c d e Extra (5 de novembro de 2015). «Nova Iguaçu cancela desfiles do ano que vem por causa da crise financeira». Consultado em 30 de setembro de 2018 
  5. Samba na Intendente (24 de março de 2019). «Garras do Tigre rumo ao Carnaval 2020». Consultado em 31 de março de 2019 
  6. O Dia (9 de março de 2014). «Império de Cabuçu tem coleção de notas 10 no Carnaval». Consultado em 14 de abril de 2014 
  7. Prefeitura de Nova Iguaçu (13 de março de 2014). «Império de Cabuçu é a grande campeã de Nova Iguaçu». Consultado em 14 de abril de 2014. Cópia arquivada em 3 de agosto de 2015