Abrir menu principal
Gaspar de Borja y Velasco
Cardeal da Igreja Católica
Arcebispo de Toledo
Cardeal Gaspar de Borja y Velasco, retrato de Diego Velázquez, do Museu de Arte de Ponce, Porto Rico
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Toledo
Nomeação 16 de janeiro de 1645
Predecessor Dom Fernando Cardeal de Áustria
Sucessor Dom Baltasar Cardeal Moscoso y Sandoval
Mandato 1645
Ordenação e nomeação
Nomeação episcopal 15 de julho de 1630
Ordenação episcopal 15 de setembro de 1630
por Dom Frei Antonio Marcello Cardeal Barberini, OFMCap
Nomeado arcebispo 19 de fevereiro de 1632
Cardinalato
Criação 17 de agosto de 1611
por Papa Paulo V
Ordem Cardeal-presbítero (1611-1630)
Cardeal-bispo (1630-1645)
Título Santa Suzana (1611-1616)
Santa Cruz em Jerusalém (1616-1630)
Albano (1630-1645)
Brasão
Escudo de Gaspar de Borja y Velasco.svg
Dados pessoais
Nascimento Zamora
26 de junho de 1580
Morte Toledo
28 de dezembro de 1645 (65 anos)
Nacionalidade espanhol
Progenitores Mãe: Juana Enríquez de Velasco y de Aragón
Pai: Francisco Tomás de Borja y Centellas
Funções exercidas - Arcebispo de Sevilha (1632-1645)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Gaspar de Borja y Velasco (Zamora, 26 de junho de 158028 de dezembro de 1645), foi um cardeal espanhol da Igreja Católica. Foi nomeado arcebispo de Sevilha, arcebispo de Toledo e vice-rei de Nápoles.

Nomeado embaixador da Santa Sé, acusou o papa Urbano VIII de omissão do dever de defender o catolicismo em guerra com as nações protestantes. A Corte de Madri necessitava de dinheiro para financiar a "guerra", e o Papa não contribuiu.

As formas pouco diplomáticas do cardeal Gaspar de Borja terminaram com sua carreira diplomática e teve de voltar à arquidiocese de Sevilha, de que era titular. A patente inimizade do papa Urbano VIII com o cardeal Borja se manifestou outra vez quando Felipe IV propôs-lhe para ser arcebispo de Toledo, sendo rechaçado. No entanto sua nomeação se levou a cabo quando, depois da morte de Urbano VIII, seu sucessor Inocêncio X o nomeou ainda no mesmo ano (1645).

Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.