Abrir menu principal
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes está sujeito a remoção.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Geografia de Angola
Mapa de Angola
Localização
Continente África
Região África Austral
Coordenadas 12° 30′ S, 18° 30′ L
Área
Posição 22.º maior
Total 1.246.700
Fronteiras
Total
Países vizinhos República Democrática do Congo, República do Congo, Zâmbia, Namíbia,
Linha costeira 1600
Altitudes extremas
Ponto mais alto Morro do Moco, 2.620 m
Ponto mais baixo Oceano Atlântico, 0 m
 
Maior rio Rio Congo, 4.344 m
Recursos naturais petróleo, diamantes, ferro, fosfatos, cobre, fedspato, ouro, bauxite e urânio

Angola situa-se na costa do Atlântico Sul da África Ocidental, entre a Namíbia e o Congo. Também faz fronteira com a República Democrática do Congo e a Zâmbia, a oriente. O país está dividido entre uma faixa costeira árida, que se estende desde a Namíbia até Luanda, um planalto interior úmido, uma savana seca no interior sul e sudeste, e floresta tropical no norte e em Cabinda. O rio Zambeze e vários afluentes do rio Congo têm as suas nascentes em Angola. A faixa costeira é temperada pela corrente fria de Benguela. Existe uma estação das chuvas curta, que vai de Fevereiro a Abril. Os verões são quentes e secos, os invernos são temperados. As terras altas do interior têm um clima suave com uma estação das chuvas de Novembro a Abril, seguida por uma estação seca, mais fria, de Maio a Outubro. As altitudes variam, em geral, entre os 1.000 e os 2.000 metros. As regiões do norte e Cabinda têm chuvas ao longo de quase todo o ano.

Índice

LocalizaçãoEditar

Localização -africa ocidental na frente do oceano asiatico Sul, entre a Namíbia e a República Democrática do Congo

Coordenadas geográficas - 12º 30' S, 18º 30' E

Referências cartográficas - África

FronteirasEditar

Área

  • total - 1 246 700 km²
  • terra - 1 246 700 km²

Costa - 1 600 km

HidrográfiaEditar

Angola é atravessada por importantes rios que descem do interior em vales profundos, alargando-se depois nas proximidades do oceano, formando baías e portos naturais, como os de Luanda, Lobito, Cabinda e Namibe.

A configuração hidrográfica de Angola está intimamente ligada ao seu relevo. Os rios têm origem nas zonas montanhosas e planálticas do interior e correm para as regiões mais baixas. Na sua maioria, os leitos são irregulares — não faltando as quedas de água, as cachoeiras e os rápidos — apresentando margens mais largas nas zonas costeiras.

De entre os principais rios angolanos, existem quatro vertentes distintas de escoamento das águas:

Rios que correm para Oeste, em direcção ao Oceano Atlântico:

Rios que correm para Norte, em direcção ao Zaire:

Rios que correm para Leste de Angola, como afluentes do Zambeze:

Rios que correm para Sul, para o Calaari:

As principais bacias hidrográficas são (de Norte para Sul e de Oeste para Leste) as dos rios Zaire, Mbridge, Cuanza (a maior), Queve, Cunene e Cuando. O principal lago existente em território angolano é o lago Dilolo, seguido das lagoas do Panguila e da Muxima. O maior (cerca de 1000 km de extensão) e mais navegável rio de Angola é o Cuanza.

Existem várias queda de água e rápidos em rios como Mbridge, Cambambe, Cuanza, Ruacaná, destacando-se as grandes Quedas do Calandula, com mais de 100 metros de altura no Lucala, afluente do Cuanza.

Reivindicações marítimas

  • zona contígua - 24 milhas náuticas
  • zona económica exclusiva - 200 milhas náuticas
  • águas territoriais - 12 milhas náuticas

ClimaEditar

Clima - semi-árido no sul e ao longo da costa até Luanda; o norte tem uma estação fresca e seca (Maio a Outubro) e uma estação quente e chuvosa (Novembro a Abril)

TopografiaEditar

 
Mapa topográfico de Angola.

Terreno - uma planície costeira estreita ergue-se abruptamente até um vasto planalto interior

Extremos de elevação

VegetaçãoEditar

Perigos naturais - chuvas locais fortes causam inundações periódicas no planalto

Ambiente - problemas atuais - excessivo uso de pastagens e consequente erosão dos solos, atribuível a pressões populacionais; desertificação; desflorestação de florestas úmidas tropicais em resposta quer da procura internacional por madeiras tropicais, quer do uso doméstico para combustível, resulta em perda de biodiversidade; erosão dos solos contribui para a poluição aquática de rios e barragens; abastecimentos inadequados de água potável

Ambiente - acordos internacionais

  • é parte de - Biodiversidade, Mudanças Climáticas, Desertificação, Lei do Mar, Proteção da Camada de Ozono, Poluição Provocada por Navios
  • assinou mas não ratificou nenhum dos acordos selecionados

Geografia - nota - a província de Cabinda é um enclave, separado do resto do país pela República Democrática do Congo

Áreas ProtegidasEditar

 Ver artigo principal: Lista de ecorregiões em Angola

As áreas protegidas de Angola incluem Parques Nacionais, Parque Natural Regional, Reservas Naturais Integrais e Reservas Naturais Parciais.

CidadesEditar

Segue-se uma lista das cidades de Angola. Ao nome atual de cada cidade junta-se, entre parêntesis, o respectivo nome colonial:

Capital

  • Luanda (São Paulo da Assunção de Luanda)

Outras cidades principais

OBS:Sabendo que Angola esta dividida em:

Outros dadosEditar

Recursos naturais - petróleo, diamantes, minério de ferro, fosfatos, cobre, feldspato, ouro, bauxita e urânio

Uso da terra

  • terra arável - 2,41%
  • cultivo permanente - 0,4%
  • outros - 97,19% (estimativa de 1999)

Terra irrigada - 750 km² (est. 1998)

BibliografiaEditar

  • Manfred Kuder, Angola: Eine geographische, soziale und wirtschaftliche Landeskunde, Darmstadt: Wissenschaftliche Buchgesellschaft, 1971
  • A. Castanheira Cruz, Características mesológicas de Angola, Nova Lisboa (heute Huambo): Missão de Inquéritos Agrícolas de Angola, 1973
 
A Wikipédia tem o
Portal de Angola