Abrir menu principal
George Nichols
Nome completo George Nicholls
Outros nomes George O. Nicholls
George Nicholls
G.O. Nichols
Geo. Nichols
George O. Nichols
George P. Nichols
Nascimento 1864
Rockford, Illinois, EUA
Nacionalidade norte-americano
Morte 20 de setembro de 1927 (63 anos)
Hollywood, Califórnia, EUA
Ocupação Ator e diretor de cinema
Atividade 1908-1928
Cônjuge Viola Alberti (1896 - 1927)
IMDb: (inglês)

George Nichols (186420 de setembro de 1927[1]), frequentemente creditado como George O. Nicholls, foi um ator e diretor de cinema norte-americano da era do cinema mudo, que atuou em 221 filmes entre 1908 e 1928. Ele também dirigiu 103 filmes entre 1911 e 1916, e escreveu 4 roteiros para o cinema.[2]

Índice

BiografiaEditar

George Nichols nasceu em Rockford, Illinois. Atuou no teatro por quatorze anos em São Francisco e Chicago, depois iniciando no cinema. O primeiro filme em que atuou foi Behind the Scenes, ao lado de Florence Lawrence, em 1908, um filme de D. W. Griffith. O último filme em que atuou foi The Wedding March, em 1928, sob direção de Erich von Stroheim.

O primeiro filme a dirigir foi The Higher Law (1911), para a Thanhouser Film Corporation. Dirigiu várias comédias, algumas com Fatty Arbuckle, como He Would a Hunting Go (1913) e Fatty at San Diego (1913), outras com Charles Chaplin, como His Favourite Pastime (1914) e Cruel, Cruel Love (1914), entre outras. Sua última direção foi The Grinning Skull (1916), para a Selig Polyscope Company.

Vida pessoalEditar

Casou com a atriz Viola Alberti em 1896, e ficaram casados até a morte dele. Tiveram um filho, o também ator George Nichols Jr. Faleceu em Hollywood, Califórnia, em 20 de setembro de 1927.

Filmografia selecionadaEditar

 
Cartaz do filme Cruel, Cruel Love (1914), protagonizado por Charles Chaplin e Minta Durfee, e dirigido por Nichols
 
Cena do filme A Flirt's Mistake (1914), com Fatty Arbuckle e Minta Durfee.
 
The Turn in the Road (1919), com George Nichols, Lloyd Hughes, Winter Hall, Helen Jerome Eddy, Pauline Curley, Ben Alexander, Charles Arling, e alguns atores não identificados.
Como ator
Como diretor

Referências

Ligações externasEditar