O georgismo, também chamado de geoísmo e imposto único, é uma filosofia econômica desenvolvida por Henry George, economista norte-americano (1839-1897), e que se funda num imposto único sobre a renda da terra.[1]

No pensamento georgista, embora os indivíduos devam possuir o bem que produzem, o valor econômico derivado da terra deve pertencer igualmente a todos os membros da sociedade.

Referências

  Este artigo sobre economia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.