Abrir menu principal
Geraldo I de Vintzgau
Nascimento 730
Morte 784 (54 anos)
Sepultamento Abadia de Reichenau
Cônjuge Ema da Alemania
Filho(s) Geraldo, Hildegarda (esposa de Carlos Magno), Adriano de Orleães
Ocupação aristocrata
Título conde

Geraldo I do Vintzgau[1], morreu no final do século VIII, é um aristocrata alemão, conde de Anglachgau e Kraichgau, mas especialmente pai de Hildegarda de Vintzgau, segunda esposa de Carlos Magno e mãe de Luís, o Pio.

BiografiaEditar

Sabe-se pouco sobre Geraldo. No entanto, parece se relacionar com a família dos Agilolfingos, a primeira dinastia reinante na Baviera. Mas a sua ascendência exata não está assegurada.

De acordo com Pierre Riché[2], ele é o filho de um Agilulfo, talvez filho de Teodão, filho de outro Agilulfo. Segundo outras fontes, seria filho de Hado de Vintzgau e de Gerniu da Suábia, este Hado é, no entanto relacionado à linha Agilulfo.

À vista dos seus bens localizados no médio vale do Reno, também poderia ser um membro da aristocracia franca instalada na Alemânia após a repressão da revolta da nobreza deste país.

Ele se casou com uma filha do Duque da Alemânia Nebe, chamada Ema. Deste casamento nasceu em 758, Hildegarda, que, em 771, se casou com Carlos Magno, apesar de sua pouca idade, após o repúdio de sua segunda esposa, Desiderata.[3] Ele também tem um filho chamado Geraldo, com o qual é muitas vezes confundido.

Em 784, ele e a sua esposa fazem doações significativas à recente Abadia de Lorsch.

União e descendênciaEditar

Do seu casamento com Ema nasceram:

Filiação incerta:

Referências

  1. Généalogie de Gérold sur le site Medieval Lands
  2. Pierre Riché, Les Carolingiens, Tableau V : Familles de Bavière et d'Alémanie
  3. Généalogie d'Hildegarde sur le site Medieval Lands
  4. (em alemão) Généalogie de Udalrich sur le site Mittelalter-Genealogie
  5. Pierre Riché, Tableau V, qui désigne Adrien par un X.