Abrir menu principal

Revitalização linguísticaEditar

Zuckermann estabeleceu o campo transdisciplinar de pesquisa chamada Revivalistics, que se concentra em apoiar a sobrevivência, renascimento e revigoramento de línguas ameaçadas e extintas em todo o mundo. São idiomas que vão do hebraico ao galês, passando pelo córnico e irlandês - sem mencionar os falados na América do Norte, como Wampanoag e Myaamia, entre muitos outros.[7]

Grande parte do trabalho de Zuckermann na Austrália se concentrou em Barngarla, uma língua morta - Zuckermann prefere o termo "bela adormecida" - que foi falado nas áreas rurais do sul do país entre as cidades de Port Augusta, Port Lincoln e Whyalla. O último falante nativo, Moonie Davis, morreu em 1960. No entanto, quando Zuckerman entrou em contato com a comunidade Barngarla e propôs ajudar a ressuscitar sua língua e cultura, ficou impressionado com a resposta. Ele ouviu: "Estávamos esperando por você há 50 anos". O ponto de partida de Zuckermann foi um dicionário escrito em 1844 por um missionário luterano chamado Robert Schürmann. Em 2011, Zuckermann começou a realizar viagens regulares ao território de Barngarla para oferecer oficinas de renascimento linguístico. [7]

ObrasEditar

LivrosEditar

FilmografiaEditar

Referências

  1. «Vivid Sydney (Light, Music and Ideas)». Speaker: Prof. Ghil'ad Zuckermann. Consultado em 5 de junho de 2018. Arquivado do original em 18 de junho de 2018 
  2. «Papa e premiê de Israel divergem sobre língua falada por Jesus». Globo, Mundo. Consultado em 23 de junho de 2018 
  3. «edX». Professor Ghil'ad Zuckermann. Consultado em 5 de junho de 2018 
  4. «Como partes do corpo feminino ganharam nomes de homens». Globo, Sciência e Saúde, 27/07/18. Consultado em 29 de julho de 2018 
  5. «Voices of the land». In Port Augusta, an Israeli linguist is helping the Barngarla people reclaim their language / Anna Goldsworthy, The Monthly, Setembro 2014. Consultado em 5 de junho de 2018 
  6. «Meet Ghil'ad Zuckermann, master of 11 languages». Pedestrian TV. Consultado em 5 de junho de 2018 
  7. a b O homem que está ressuscitando idiomas extintos, BBC Future, BBC Brasil, Alex Rawlings, 24 abril 2019. Consultado em 26 de april de 2019

Ligações externasEditar