Abrir menu principal

Ghil'ad Zuckermann

Ghil'ad Zuckermann
Nascimento 1 de junho de 1971 (48 anos)
Tel Aviv
Cidadania Israel
Alma mater Universidade de Oxford, Universidade de Tel Aviv
Ocupação lexicógrafo, linguista, professor universitário
Empregador Universidade de Adelaide, Churchill College, Universidade de Queensland
Página oficial
http://www.zuckermann.org/

Ghil'ad Zuckermann (Tel Aviv, 1 de junho de 1971) (D.Phil. Oxford, Ph.D. Cambridge)[1] é um linguista australiano, que fez contribuições para revitalização linguística, contacto linguístico e lexicologia.[2][3]

Zuckermann é professor em linguística e línguas em extinção no Universidade de Adelaide, na Austráliano;[4] hiperpoliglota.[5][6]

Revitalização linguísticaEditar

Zuckermann estabeleceu o campo transdisciplinar de pesquisa chamada Revivalistics, que se concentra em apoiar a sobrevivência, renascimento e revigoramento de línguas ameaçadas e extintas em todo o mundo. São idiomas que vão do hebraico ao galês, passando pelo córnico e irlandês - sem mencionar os falados na América do Norte, como Wampanoag e Myaamia, entre muitos outros.[7]

Grande parte do trabalho de Zuckermann na Austrália se concentrou em Barngarla, uma língua morta - Zuckermann prefere o termo "bela adormecida" - que foi falado nas áreas rurais do sul do país entre as cidades de Port Augusta, Port Lincoln e Whyalla. O último falante nativo, Moonie Davis, morreu em 1960. No entanto, quando Zuckerman entrou em contato com a comunidade Barngarla e propôs ajudar a ressuscitar sua língua e cultura, ficou impressionado com a resposta. Ele ouviu: "Estávamos esperando por você há 50 anos". O ponto de partida de Zuckermann foi um dicionário escrito em 1844 por um missionário luterano chamado Robert Schürmann. Em 2011, Zuckermann começou a realizar viagens regulares ao território de Barngarla para oferecer oficinas de renascimento linguístico. [7]

ObrasEditar

LivrosEditar

FilmografiaEditar

Referências

  1. «Vivid Sydney (Light, Music and Ideas)». Speaker: Prof. Ghil'ad Zuckermann. Consultado em 5 de junho de 2018. Arquivado do original em 18 de junho de 2018 
  2. «Papa e premiê de Israel divergem sobre língua falada por Jesus». Globo, Mundo. Consultado em 23 de junho de 2018 
  3. «edX». Professor Ghil'ad Zuckermann. Consultado em 5 de junho de 2018 
  4. «Como partes do corpo feminino ganharam nomes de homens». Globo, Sciência e Saúde, 27/07/18. Consultado em 29 de julho de 2018 
  5. «Voices of the land». In Port Augusta, an Israeli linguist is helping the Barngarla people reclaim their language / Anna Goldsworthy, The Monthly, Setembro 2014. Consultado em 5 de junho de 2018 
  6. «Meet Ghil'ad Zuckermann, master of 11 languages». Pedestrian TV. Consultado em 5 de junho de 2018 
  7. a b O homem que está ressuscitando idiomas extintos, BBC Future, BBC Brasil, Alex Rawlings, 24 abril 2019. Consultado em 26 de april de 2019

Ligações externasEditar