Abrir menu principal

Giacomo Matteotti

político socialista italiano
Giacomo Matteotti
Nascimento 22 de maio de 1885
 Itália
Morte 10 de junho de 1924 (39 anos)
Nacionalidade Italiano
Ocupação Político
Ideias notáveis Antifascismo

Giacomo Matteotti (1885-1924) foi um político socialista italiano.

Em 1924, como deputado, formulou no parlamento um discurso em que denunciava, sustentado com provas, a violência fascista que originou a falsificação dos resultados das eleições de abril de 1924. A 10 de junho desse ano foi assassinado em Roma por um comando fascista.

Túmulo de Giacomo Matteotti, Fratta Polesine, Rovigo

CrimeEditar

Ele foi assassinado em 10 de junho de 1924, após a publicação de seu livro The Fascisti Exposed: A Year of Fascist Domination e dois discursos que fez na Câmara dos Deputados, denunciando o fascismo.[1]

Durante a tentativa de sequestro, ele foi empurrado dentro de um carro e apunhalado várias vezes. Seu cadáver foi encontrado perto de Riano, a 20 quilômetros de Roma, em 16 de agosto de 1924, depois de uma extensa busca.

Cinco homens, Amerigo Dumini - um proeminente membro da polícia secreta fascista, a Ceka, Giuseppe Viola, Albino Volpi, Augusto Malacria e Amleto Poveromo, foram presos poucos dias depois do sequestro. Apenas três (Dumini, Volpi e Poveromo) foram condenados e logo depois liberados sob anistia do rei Victor Emmanuel III, um deles, Filippo Panzeri, escapou antes das prisões de seus cúmplices.

Antes do julgamento contra os assassinos, o Tribunal Superior do Senado iniciou um processo contra o general Emilio De Bono, comandante dos paramilitares fascistas Camisas negras, mas ele foi dispensado.

Após a Segunda Guerra Mundial, em 1947, o julgamento contra Francesco Giunta, Cesare Rossi, Dumini, Viola, Poveromo, Malacria, Filippelli e Panzeri foi reaberto. Dumini, Viola e Poveromo foram condenados à prisão perpétua.

Em nenhum desses processos foram encontradas provas do envolvimento de Mussolini.[2]

Referências

  1. Speech of the 30th of May 1924 the last speech of Matteotti, from it.wikisource
  2. See F. Andriola,Mussolini, prassi politica e rivoluzione sociale, Roma, 1981.

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.