Gil González de Ávila

historiógrafo espanhol

Gil González de Ávila (Ávila, c. 1577 – Ávila, 25 de abril de 1658) foi um historiógrafo espanhol, cronista de Castela e das Índias, nos tempos de Filipe IV.

Gil González de Ávila
Nascimento c. 1577
Ávila
Morte 25 de abril de 1658 (81 anos)
Ávila
Nacionalidade Espanha espanhola
Ocupação historiógrafo

VidaEditar

Ele nasceu e morreu em Ávila. Passou sua infância em Roma, onde foi educado na residência do cardeal Pedro de Deza. Retornou à Espanha, quando tinha vinte anos de idade e estabeleceu-se em Salamanca. Foi chamado a Madri e nomeado historiógrafo da Coroa de Castela em 1612, e das Índias em 1641.[1]

De suas numerosas obras, a mais valiosa é seu Teatro de las Grandezas des Madrid (Madri, 1623), e seu Teatro Eclesiastico, descritivo das igrejas e catedrais metropolitanas de Castela, com a biografia dos prelados (Madri, 1645-1653, 4 volumes).[1]

ObrasEditar

Entre suas obras se destacam:

Notas

  1. a b Encyclopædia Britannica (1911) entrada para «Ávila, Gil Gonzalez de» (em inglês). , volume 3, página 64 

Referências

Ligações externasEditar