Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2010). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)


Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gillray Coutinho
Nome completo Gillray Coutinho Bittencourt Filho
Nascimento 25 de maio de 1961 (58 anos)
Além Paraíba, Minas Gerais
 Brasil
Ocupação ator


Gillray Coutinho (Além Paraíba, Minas Gerais) é um ator brasileiro.

BiografiaEditar

Iniciou a carreira em 1979, na sua cidade natal, participando do Grupo UAI - União dos Artistas do Interior, formado principalmente por estudantes secundaristas.[1] Naquele ano, já morava no Rio de Janeiro, cursando Veterinária na UFRRJ. Porém, dividido entre as aulas de Veterinária e os palcos, optou pelo teatro. Gillray Coutinho também atua como diretor e dramaturgo. Recebeu os Prêmios Eletrobras(Rio) e Qualidade Brasil (São Paulo) de melhor ator, por sua atuação em O PÚCARO BÚLGARO. Foi indicado ao Prêmio Shell (Rio) pelo mesmo trabalho.

TrabalhosEditar

Na TVEditar

No CinemaEditar

No TeatroEditar

  • 2014 - Vianinha Conta o Último Combate do Homem Comum
  • 2012 - Jacinta
  • 2011 - As Polacas, Flores do Lodo
  • 2011 - Linda
  • 2008 - Hamlet
  • 2006 - O púcaro búlgaro
  • 2003 - O que diz Molero
  • 2005 - Estatuto de Gafieira
  • 2001 - A Resistível Ascensão de Arturo Ui
  • 2000 - Luzes da Bohemia
  • 1999 - A Alma Boa de Setsuan
  • 1998 - Amorzinho
  • 1996 - Novas Histórias do Paraíso
  • 1995 - Dança do Homem com a Mala e Outras Histórias Escolhidas
  • 1994 - Lear
  • 1992 - Completamente Só
  • 1991 - Tiradentes - Inconfidência no Rio
  • 1991 - Lampião - Rei Diabo do Brasil
  • 1990 - A mulher carioca aos 22 anos

Referências