Abrir menu principal

Giuseppe Castiglione (pintor jesuíta)

jesuíta, missionário e pintor italiano
(Redirecionado de Giuseppe Castiglione)
Giuseppe Castiglione
Nascimento 19 de julho de 1688
Milão
Morte 17 de julho de 1766 (77 anos)
Pequim
Sepultamento Cemitério Zhalan
Ocupação pintor, missionário, desenhista, gravador, arquiteto
Religião Catolicismo

Giuseppe Castiglione (19 de Julho de 1688 - 17 de Julho de 1766) foi um jesuíta e missionário na China, servindo a três imperadores chineses da Dinastia Qing - Kangxi, Yongzheng e Qianlong.[1]

Primeiros anosEditar

Giuseppe Castiglione nasceu em 1699 em Milão, Itália. Foi educado por um tutor privado, uma prática comum por parte das famílias ricas da época. Se juntou à Companhia de Jesus aos 19 anos. Após um treinamento religioso em Genoa, Castiglione embarcou em Portugal para a sua viagem até a China.[1]

Obras como pintor e arquitetoEditar

PinturasEditar

 
Pintura parte da coleção do Antigo Palácio de Verão.
 
A imperatriz Xiaoxianchun

O imperador Kangxi tinha um grande interesse em trazer europeus até sua corte de várias especialidades, incluindo pintores. A Companhia de Jesus identificou Giuseppe Castiglione como um bom candidato. Em 1715, Castiglione chega à Macau, e chega em Beijing após dez anos. Também adotou o nome Lang Shining (郎世寧).[1]

O imperador Qianlong em particular admirava o trabalho de Castiglione, comissionando retratos oficiais dos imperadores e das imperatrizes da Dinastia Qing. A relação entre Castiglione e o imperador foi importante para a continuidade das atividades missionárias dos jesuítas na China.[1]

ArquitetoEditar

Giuseppe Castiglione também trabalhou como arquiteto na China, desenhando os palácios europeus do Antigo Palácio de Verão. O projeto do Palácio de Verão foi um projeto do imperador Qianlong. Castiglione também adornou os palácios europeus com pinturas com a técnica trompe-l'oeil. As pinturas foram destruídas durante a Segunda Guerra do Ópio.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b c d Musillo, Marco (2008). «Reconciling Two Careers: the Jesuit Memoir of Giuseppe Castiglione Lay Brother and Qing Imperial Painter». Eighteenth-Century Studies (em inglês). 42 (1): 45–59. Consultado em 24 de setembro de 2018 
  2. Marco Musillo (2011). «Mid-Qing Arts and Jesuit Visions: Encounters and Exchanges in Eighteenth-Century Beijing». In: Susan Delson. Ai Weiwei: Circle of Animals (em inglês). [S.l.]: Prestel Publishing. pp. 146–161. Consultado em 24 de setembro de 2018 

Ligações externasEditar

  Media relacionados com Giuseppe Castiglione no Wikimedia Commons

  Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.