Giusy Ferreri

cantora italiana
Giusy Ferreri
Giusy Ferreri @ Wind Music Awards 2016 07 (cropped).jpg
Giusy Ferreri assinando autógrafos em 27/07/2008
Informação geral
Nome completo Giuseppa Gaetana Ferreri
Também conhecido(a) como Gaetana
Nascimento 17 de abril de 1979 (40 anos)
Origem Palermo, Sicília
País  Itália
Gênero(s) Pop, Blues, Rock
Instrumento(s) vocal, guitarra
Período em atividade 2005–atualmente
Gravadora(s) Sony BMG
Página oficial www.giusyferreriofficial.it

Giusy Ferreri (Palermo, 17 de abril de 1979) é uma cantora e compositora italiana. Em 2008, ela participou da primeira versão italiana do talent show X Factor, no qual ficou em segundo lugar. Giusy é comparada a Sarah Vaughan, Bessie Smith e Amy Winehouse pela sua voz rara e pessoal.

Em 2008, vendeu mais de 1.340.000 cópias de seu álbum e EP, tornando-se a cantora de maior sucesso neste último ano.[1]

CarreiraEditar

Aos 14 anos, Giusy começou a tocar piano e logo depois passou a ter aulas de canto. Desde então, ela já começou a se apresentar no circuito local de shows com um repertório que incluía rock, blues e country. Em 2002 ela gravou com o grupo de música eletrônica Allstate51 a faixa ‘Want to Be’, lançada numa coletânea chamada Chillout Masterpiece. Três anos depois ela lança o single da música ‘Il Party’ sob o nome artístico de Gaetana.

Mas a carreira de Giuseppa iria ser alavancada por ocasião da primeira edição italiana do programa de TV X Factor, uma espécie de concurso de talentos para artistas iniciantes. Ela chegaria às etapas finais da disputa, mas ficaria com o segundo lugar. No entanto, a música ‘Non Ti Scordar Mai di Me’, interpretada por ela, faria grande sucesso. A faixa integraria um EP de mesmo nome com versões para canções pop italianas, lançado em julho de 2008 e que estreou no primeiro lugar na parada italiana.

Em novembro do mesmo ano ela lança seu primeiro disco completo, Gaetana, que traz quatro composições próprias – ‘Pensieri’, ‘In assenza’, ‘Piove’ e faixa bônus ‘Il Party’. O disco conta com o trabalho do produtor Tiziano Ferro, que também compôs seis das suas doze faixas e ainda canta com Giusy na faixa ‘L’amore e basta’. O álbum traz ainda duas canções de Linda Perry, produtora de artistas como Gwen Stefani, Pink e Christina Aguilera, entre outros (‘La scala’ e ‘Cuore assenente’). Outra presença especial é a do cantor e pianista Sergio Cammariere, que participa da faixa ‘Il sapore di um altro no’.

O primeiro single do disco é ‘Novembre’, uma canção pop com uma batida eletrônica marcante, levada por um arranjo de cordas e com um refrão poderoso, que logo atingiu as primeiras posições da parada italiana. O sucesso da faixa ainda foi impulsionado quando a rede de TV americana Fox a utilizou na trilha da versão italiana do seriado Desperate Housewives.[2]

DiscografiaEditar

AlbumEditar

Ano Nome Vendas[3] Classificação[4]

ITA

CH

GRE

CIP

BEL

WW
2008 Gaetana
  • Vendas mundiais: 680.000+ Diamante[5]
2 20 2 5 52 20
2009 Fotografie
  • Vendas mundiais: 63.000+[6]
10 87 16

|2011 |Il Mio Universo

EPsEditar

SinglesEditar

Ano Nome Posição Album
ITA[7] GRE[8] SWI[9] BEL[10] BUL[11] RUS[12] CIP[13] EUR[14]
2008 Non ti scordar mai di me 1 1 26 54 - 319 22 14 Non ti scordar mai di me
Novembre 1 7 65 - 18 187 - 24 Gaetana
2009 Stai fermo lì 15 - - - - - - 59
La scala (The Ladder) - 49 - - - - - 177
Ma il cielo è sempre più blu 2 - - - - - - 44 Fotografie
2010 Come pensi possa amarti - - - - - - - -
Il mare verticale - - - - - - - -
Ciao amore ciao - - - - - - - -

Prêmios e nomeaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Resultado
2008 Venice Music Awards Revelação Venceu
M.E.I. Revelação Venceu
Radio Italia solomusicaitaliana Act of the Year Venceu

Referências

  1. Vendite certificate di Giusy Ferreri (totale complessivo di 1.338.165 copie vendute):
    • "Non ti scordar mai di me EP": 314.093
    • "Remedios": 12.075
    • "Non ti scordar mai di me": 286.859
    • "Gaetana": 443.257
    • "Novembre": 121.881
    • "Fotografie": 130.000
    • "Ma il cielo é sempre più blù": 15.000
    • "Il mare immenso": 15.000
  2. [1]
  3. Marco Molendini. «Articolo». ilmessaggero.it. Consultado em 14 de setembro de 2008 
  4. Acharts.us
  5. [2]
  6. [3]
  7. [4]
  8. [5]
  9. [6]
  10. [7]
  11. [8]
  12. [9]
  13. [10]
  14. «Euro top 200» 

Ligações externasEditar