Glicínia Quartin

actriz portuguesa
Glicínia Quartin
Nome completo Glicínia Vieira Quartin
Nascimento 19 de dezembro de 1924
Lisboa
Nacionalidade portuguesa
Morte 27 de abril de 2006 (81 anos)
Lisboa
Ocupação atriz
Outros prémios
Prémio da Imprensa (1966) Atriz Revelação Teatro
Prémio Lucinda Simões (1972) Teatro
Prémio da Imprensa (1972) Melhor Intérprete Teatro
IMDb: (inglês)

Glicínia Vieira Quartin GCIH (Lisboa, 19 de dezembro de 1924Lisboa, 27 de Abril de 2006) foi uma actriz portuguesa.

BiografiaEditar

Glicínia Vieira Quartin nasceu a 19 de dezembro de 1924, em Lisboa.[1][2]

Filha do intelectual anarquista António Pinto Quartin, primo sobrinho do Barão de Quartin no Brasil, e de sua mulher a professora e feminista Deolinda Lopes Vieira, nasceu na freguesia da Graça.

Licenciou-se em 1954 em Ciências Biológicas na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e trabalhou como bióloga durante 7 anos.[3]

A mesmo tempo que se desenvolvia a carreira científica foi pisando os palcos, estreando-se no teatro em Roberto e Melissandra (1951), no Grupo de Teatro Experimental - Teatro da Rua da Fé (Grupo Experimental da Casa da Comarca de Arganil)[4] No entando, após a estreia cinematográfica, com Dom Roberto (1962), de Ernesto de Sousa,[2][5] decidiu dedicar-se profissionalmente às artes de palco e vai frequentar um curso de teatro, tornando-se actriz profissional em 1965, no Teatro Experimental do Porto.[3]

Trabalhou, posteriormente com o Teatro Moderno de Lisboa, Teatro Experimental do Porto, Teatro Experimental de Cascais, Teatro Nacional D. Maria II, Casa da Comédia, Teatro da Cornucópia (1973-2004) e Artistas Unidos, tendo sido dirigida por numerosos encenadores — João Guedes, Carlos Avilez, Luzia Maria Martins, Paulo Renato, Amélia Rey Colaço, Artur Ramos, Armando Cortez, Ricardo Pais, Filipe La Féria, João Mota, Rogério de Carvalho, João Canijo, Fernanda Lapa, Rogério Vieira, Adolfo Gutkin, Vítor Garcia, Luís Miguel Cintra, Jorge Silva Melo, entre outros.

Interpretou autores como Jean Genet, Heiner Müller, Pier Paolo Pasolini, August Strindberg, Botho Strauss, Maxim Gorki, Marguerite Duras, Eça de Queirós, Bernardo Santareno, Raul Brandão, Gil Vicente, Kleist, Samuel Beckett, Edward Albee, Frederico Garcia Lorca, Miguel de Cervantes ou Lope de Vega.

Deu aulas no Conservatório Nacional.

Participou em perto de duas dezenas de filmes como O Crime de Aldeia Velha (1964) de Manuel Guimarães, Passagem ou A Meio Caminho (1980), Agosto (1988) e António, Um Rapaz de Lisboa (2002) de Jorge Silva Melo, Conversa Acabada (1981) de João Botelho, A Caixa (1994) de Manoel de Oliveira, Sinais de Fogo (1995) de Luís Filipe Rocha, A Comédia de Deus (1995) de João César Monteiro ou António, Um Rapaz de Lisboa (2002) de Jorge Silva Melo.[5]

Em televisão, para além de outros trabalhos, participou nas telenovelas Chuva na Areia (1983)[6] e O Jogo (2003)[7].

Por ocasião do seu 80.º aniversário, em 2004 estreia o documentário Conversas com Glicínia, realizado por Jorge Silva Melo.[8]

Glicínia Quartin morreu a 27 de abril de 2006, em Lisboa, com 81 anos.[3]

Era duas vezes prima afastada de Pedro Quartin Graça.

TelevisãoEditar

Ano Título Ref.
1983 Chuva na Areia [6]
2003 O Jogo [7]

FilmografiaEditar

Ano Título Ref.
1962 Dom Roberto [5]
1964 O Crime de Aldeia Velha [5]
1977 Antes do Adeus [5]
1978 Nem Pássaro Nem Peixe [5]
1978 Histórias Selvagens [5]
1980 Passagem ou A Meio Caminho [5]
1981 Conversa Acabada [5]
1984 Ninguém Duas Vezes [5]
1987 O Bobo [5]
1988 Agosto [5]
1989 O Mistério da Boca do Inferno [5]
1990 Um Passo, Outro Passo e Depois... [5]
1992 Viuvez Secreta [5]
1993 Coitado do Jorge [5]
1993 Longe Daqui [5]
1994 A Caixa [5]
1995 A Comédia de Deus [5]
1995 Sinais de Fogo [5]
1996 A Fachada [5]
1997 Morte Macaca [5]
1998 O Que Te Quero [5]
2000 No Fotógrafo [5]
2001 Um Homem Não É Um Gato [5]
2001 Querida Mãe [5]
2002 António, Um Rapaz de Lisboa [5]

TeatroEditar

Ano Título Companhia Ref.
1951 Roberto e Melisandrao Grupo de Teatro Experimental - Teatro da Rua da Fé /
Grupo Experimental da Casa da Comarca de Arganil
[4]
1951 As Lágrimas de Nossa Senhora + Auto de S. Martinho +
Quem Tem Farelos? + O Velho Ciumento
Grupo de Teatro Experimental - Teatro da Rua da Fé /
Grupo Experimental da Casa da Comarca de Arganil
[4]
1951 Crime e Castigo Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1953 L'Aiglon Teatro Estúdio [4]
1954 O Julgamento de Marsyas [4]
1957 Farsa de Inês Pereira Teatro Experimental de Lisboa [4]
1957 Tia Engrácia Círculo de Divulgação do Teatro Português [4]
1958 O Dia Seguinte Sociedade Guilherme Cossoul [4]
1958 Se Amanhã Fosse Hoje [4]
1958 O Dia Seguinte Grupo de Teatro Popular (da Caixa Económica Operária) [4]
1960 A Dama Tonta Grupo de Teatro Experimental - Teatro da Rua da Fé /
Grupo Experimental da Casa da Comarca de Arganil
[4]
1961 O Pescador à Linha [4]
1964 Os Burossáurios TEP - Teatro Experimental do Porto [4]
1964 A Carta Perdida [9] TEP - Teatro Experimental do Porto [4]
1965 O Testamento de Maria Parda + Auto da Feira +
Auto da Índia + Auto da Barca do Inferno
TEP - Teatro Experimental do Porto [4]
1965 Ela, Ele e os Complexos TEL - Teatro Estúdio de Lisboa [4]
1965 Mesas Separadas TEL - Teatro Estúdio de Lisboa [4]
1966 A Casa de Bernarda Alba TEC - Teatro Experimental de Cascais [4]
1966 O Mar TEC - Teatro Experimental de Cascais [4]
1966 A Maluquinha de Arroios TEC - Teatro Experimental de Cascais [4]
1967 O Camarada Miussov Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1967 Equilíbrio Instável Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1968 Dias Felizes Casa da Comédia [4]
1968 As Três Perfeitas Casadas Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1969 Os Visigodos Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1969 A Esfera Facetada Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1969 O Pecado de João Agonia Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1970 A Celestina Companhia Rey Colaço-Robles Monteiro [4]
1970 O Processo de Kafka G.A.T. - Grupo de Acção Teatral [4]
1970 Sexta-feira, Quatro e um Quarto G.A.T. - Grupo de Acção Teatral [4]
1970 Emílio e os Detectives Teatro do Jovem Espectador - TEJE [4]
1971 A Capital G.A.T. - Grupo de Acção Teatral [4]
1971 O Circo Imaginário do Super-Basílio Teatro Laboratório de Lisboa - Os Bonecreiros,
Teatro do Jovem Espectador - TEJE
[4]
1972 A Grande Cegada dos Touros, Mulheres e Fado Teatro Laboratório de Lisboa - Os Bonecreiros [4]
1972 As Criadas TEC - Teatro Experimental de Cascais [4]
1973 O Misantropo ou o Atrabiliário Apaixonado Teatro da Cornucópia [4]
1974 O Terror e a Miséria no III Reich Teatro da Cornucópia [4]
1975 Pequenos Burgueses Teatro da Cornucópia [4]
1976 Ah Q Teatro da Cornucópia [4]
1976 As Músicas Mágicas [10] Teatro da Cornucópia [4]
1977 Casimiro e Carolina: Sete Cenas de Amor, Prazer e Dor Neste Nosso Mau Tempo Teatro da Cornucópia [4]
1978 Saudades (Um Hetero-cabaret-ero-satírico) «Juventude Musical Portuguesa», «Casa da Comédia» [4]
1978 Jesus Cristo em Lisboa Teatro Popular - Companhia Nacional 1 [4]
1978 Ninguém - Frei Luís de Sousa Os Cómicos [4]
1981 Casamento Branco Teatro Popular - Companhia Nacional 1 [4]
1982 Dias Felizes «Centro Bernardo Santareno», «Casa da Comédia» [4]
1982 Ser Poeta - Obra ou Vida de Florbela Espanca [11] Teatro à Beira da Estrada [4]
1984 Venham Ver a Festa do Sol [12] [4]
1984 Abel, Abel [4]
1984 Magdalena Lê uma Carta [4]
1985 Savannah Bay Casa da Comédia [4]
1986 A Bela Portuguesa Casa da Comédia [4]
1986 Pai Teatro da Cornucópia [4]
1987 Electra ou A queda das Máscaras Casa da Comédia [4]
1987 À Procura do Presente «Fundação Calouste Gulbenkian - Serviço de Belas-Artes» [4]
1988 Material Medeia e Quarteto «Serviço de Animação, Criação Artística e Educação pela Arte
Fundação Calouste Gulbenkian»
[4]
1988 Final Companhia Teatral do Chiado [4]
1990 Teatro, Doce Teatro Casa da Comédia [4]
1991 Inverno de 45 / Sit Venia Verbo [4]
1993 Primavera Negra Teatro da Cornucópia [4]
1993 Sete Portas Teatro da Cornucópia [4]
1994 O Triunfo do Inverno Teatro da Cornucópia [4]
1995 Rosa, Minha Querida Rosa [4]
1996 O Fim ou Tende Misericórdia de Nós AU - Artistas Unidos [4]
1996 Barba Azul Teatro da Cornucópia [4]
1998 Um Sonho Teatro da Cornucópia [4]
1999 Desbarato e o que É Feito de Betty Lemon? [4]
1999 Mainstream Pogo Teatro [4]
1999 Afabulação Teatro da Cornucópia [4]
2001 O Novo Menoza ou a História do Príncipe Tandi de Cumba Teatro da Cornucópia [4]
2002 O Colar Teatro da Cornucópia [4]
2003 Anatomia Tito, Fall of Rome, um Comentário de Shakespeare Teatro da Cornucópia [4]
2004 Não Posso Adiar o Coração AU - Artistas Unidos [4]
2004 Terrorismo AU - Artistas Unidos [4]
2004 A Família Schroffenstein Teatro da Cornucópia [4]

Prémios e distinçõesEditar

Notas

  1. a b c «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Glicínia Vieira Quartin". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  2. a b «Cinema português : Cronologia : 1924». Instituto Camões. 2007. Consultado em 13 de dezembro de 2018 
  3. a b c José Mário Silva (29 de abril de 2006). «Morreu Glicínia Quartin». Correio da Manhã. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  4. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa ab ac ad ae af ag ah ai aj ak al am an ao ap aq ar as at au av aw ax ay az ba bb bc bd be bf bg bh bi bj bk bl bm bn bo bp bq br bs bt bu bv bw bx «Ficha de Pessoa : Glicínia Quartin». Detectados vários erros (p.e. "Prémios") na biografia pelo que só deve ser considerada informação gerada pela base de dados dos espectáculos. Centro de Estudos de Teatro & Tiago Certal. 7 de Abril de 2015. Consultado em 6 de dezembro de 2018 
  5. a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z aa «Pessoa : Glicínia Quartin». Não são referidos os realizadores. CinePT - Cinema Português (Universidade da Beira Interior). Consultado em 14 de dezembro de 2018. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2018  |urlmorta= e |datali= redundantes (ajuda)
  6. a b «Programas TV : Chuva na Areia Ep. 01, parte I». RTP (Arquivos). 4 de abril de 1983. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  7. a b «Cartelera de Cine: O Jogo». La Vanguardia (em espanhol). Barcelona. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  8. «Filme : Conversas com Glicínia». CinePT - Cinema Português (Universidade da Beira Interior). Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  9. Assistente de encenação.
  10. Orientação cénica.
  11. Direcção de actores.
  12. Responsável pelo espectáculo.
  13. «Prémios Bordalo». Em e 1966 e 1972 denominado "Prémio da Imprensa". Sindicato dos Jornalistas. 22 de janeiro de 2002. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  14. Moura, Nuno Costa (2007). «Apêndice 7 : Prémios Artísticos (entre 1959 e 1973)». "Indispensável dirigismo equilibrado" : O Fundo de Teatro entre 1950 e 1974 : (Volume II) (PDF) (Tese de Mestrado). Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. p. 36, 80. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  15. «Lisboa presta homenagem a Glicínia Quartin». Câmara Municipal de Lisboa. 27 de abril de 2012. Consultado em 14 de dezembro de 2018 
  16. «Dia da Mulher: Graça Lobo homenageada». Correio da Manhã. 7 de março de 2015. Consultado em 15 de setembro de 2017 

Ligações externasEditar