Golden Boy (mangá)

Disambig grey.svg Nota: Se procura o filme de Rouben Mamoulian (1939), veja Golden Boy (filme).

Golden Boy é uma série de mangá japonês de comédia sexual escrita e ilustrada por Tatsuya Egawa. Seus capítulos foram inicialmente serializados na revista de Shueisha de mangás seinen, Super Jump, de 1992 a 1997, tendo 10 capítulos ao todo. A obra conta a história de Kintaro Ooe, um freeter de 25 anos, "estudante viajante", que embora tinha os requerimentos para se formar em direito, deixou a Universidade de Tokyo sem se graduar. Kintaro vive livremente, viajando pelo Japão de cidade em cidade e de emprego a emprego. Durante suas viagens, Kintaro conhece várias mulheres cujo as vidas são drasticamente alteradas por ele, apesar de suas más primeiras impressões. Ele constantemente observa e estuda as pessoas e os eventos que o cercam, anotando suas descobertas em um caderno que carrega em sua pochete.

Golden Boy
ゴールデンボーイ
Gōruden Bōi
Informações gerais
Gêneros Aventura, Comédia sexual
Mangá
Escrito e ilustrado por Tatsuya Egawa
Editoração Japão Shueisha
Revistas Super Jump
Demografia Seinen
Período de publicação 1992 – 1997
Volumes 10
OVA
Direção Hiroyuki Kitakubo
Estúdio de animação APPP
Lançamento 27 de outubro de 1995 – 28 de junho de 1996
Episódios 6
Duração 30 min.
Mangá
Golden Boy 2 ~ Sasurai no O-Benkyō Yarō: Geinō-kai Ōabare-hen
Escrito e ilustrado por Tatsuya Egawa
Editoração Japão Shueisha
Revistas Business Jump
Demografia Seinen
Período de publicação 15 de setembro de 2010 – 18 de maio de 2011
Volumes 2
Wikipe-tan face.svg Portal Animangá

Partes do mangá (mas precisamente o Volume 1) foram adaptados em um seriado de seis episódios de animação original em vídeo (OVA) produzida por Shueisha e KSS em 1995. Na América do Norte, foi inicialmente licenciado pela ADV Films em 1996. A licença da ADV para a série se expirou em 2007 e mais tarde foi adquirida pela Media Blasters. Media Blasters perdeu a licença em 2012, que depois foi adquirida pela Discotek Media.

Os OVAs de Golden Boy foram recebidos positivamente pelos críticos falantes da língua inglesa, mas são amplamente conhecidos pelos seu conteúdo adulto: apesar do OVA não ser necessariamente uma animação hentai, existem cenas de nudez feminina parcial, orgasmos e masturbação feminina. Ao contrário do mangá, que se torna quase pornográfico a partir do segundo volume.

Uma continuação do mangá, Golden Boy II, foi publicado na Business Jump de Setembro de 2010 a Maio de 2011.

Ícone de esboço Este artigo sobre mangá e anime é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.