Golpe de Estado no Lesoto em 1986

Golpe de Estado no Lesoto em 1986 ocorreu no Lesoto em janeiro de 1986, liderado pelo general Justin Lekhanya.[1] Isso levou à deposição do primeiro-ministro Leabua Jonathan, que ocupava o cargo desde 1965 e assumiu poderes ditatoriais após a eleição geral de 1970 ser anulada.[2]

O general Lekhanya anunciou a criação do Conselho Militar, que exerceria todos os poderes executivos e legislativos em nome do rei Moshoeshoe II. Posteriormente, uma luta de poder se desenvolveu entre Lekhanya e o Rei[3], sendo este último forçado ao exílio no Reino Unido em fevereiro de 1990. O próprio Lekhanya seria deposto em um golpe de Estado de 1991, liderado pelo coronel Elias Phisoana Ramaema.

Referências

  1. «A military coup deposes the Lesotho Government». sahistory.org.za 
  2. «20 años al frente del Gobierno». El País. 21 de janeiro de 1986 
  3. «Rey de Usotho, destituido». El País. 22 de fevereiro de 1990 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre o Lesoto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.