Abrir menu principal

Gonçalo Salvado

Gonçalo Salvado
Nome completo Gonçalo Maria Neto dos Santos Forte Salvado
Nascimento 19 de maio de 1967 (51 anos)
Lisboa, Portugal
Nacionalidade Portugal Português
Ocupação Poeta e escritor
Prémios Prémio Sophia de Mello Breyner União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro 2013

Gonçalo Salvado (Lisboa, 19 de maio de 1967) é um poeta português cuja poesia se centra exclusivamente no erótico e na exaltação do amor sensual. Publicou treze livros de poesia e várias antologias de temática amorosa. Em 2013, foi-lhe atribuído pela União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro o Prémio Sophia de Mello Breyner Andresen pelo conjunto da sua obra poética.[1]

Índice

Bibliografia completaEditar

PoesiaEditar

  • Quando (1996), desenhos de Ribeiro Farinha
  • Embriaguez (2001)
  • Iridescências (2002), desenhos de Ambrósio Ferreira
  • Encontro ao Luar : Serigrafias de Xavier Poemas de Gonçalo Salvado (2003)
  • Cântico dos Cânticos – Poema (2007), escultura de Paul Landowski
  • Duplo Esplendor (2008), desenhos de Manuel Cargaleiro
  • Entre a Vinha 2010), desenhos de Rico Sequeira[2]
  • Corpo Todo (2010), fotografias de José Miguel Jacinto
  • Ardentia (2011), desenhos de Ambrósio Ferreira
  • Seminal (2012), desenhos de Ambrósio Ferreira[3]
  • Outra Nudez (2013), desenhos de João Cutileiro[4][1]
  • Voluptuário (2015), desenhos de João Cutileiro[5]
  • Cântico dos Cânticos (2016), desenhos de João Cutileiro, edição bilingue português/hebraico - Uma exposição bibliográfica sobre o Cântico dos Cânticos, (a primeira realizada em Portugal e no Brasil) que teve lugar na Biblioteca Municipal de Castelo Branco, acompanhou o lançamento deste livro, constituída por obras pertencentes à vasta colecção de Gonçalo Salvado sobre a temática do Cântico dos Cânticos, na qual se privilegiaram obras em língua portuguesa editadas em Portugal e no Brasil, abrangendo não apenas traduções do poema bíblico, como obras nele inspiradas,  que se repartiram por áreas temáticas diversificadas (poesia, teatro e ensaio) de autores de língua portuguesa. A exposição contou, ainda, com algumas peças que materializaram através da pintura, escultura e azulejaria alguns versículos deste poema matricial, principal influência da poesia do autor. Esta exposição teve como título Beija-me com os beijos da tua boca Cântico dos Cânticos – Exposição Bibliográfica, Colecção Gonçalo Salvado[6][7][8][9][10][11].
  • Rubá'iyat Poemas do Amor e do Vinho 77 poemas para ler e degustar (2017), desenhos de José Rodrigues - Trata-se do primeiro livro/garrafa editado em Portugal[12][13][14][15].

Livros de poesia não inseridos na obra do autorEditar

  • O Esvoaçar de Sonhos Perdidos (1982), ilustrado com desenhos do autor - primeiro livro publicado aos catorze anos com poemas influenciados por L’amour Fou e Nadja de André Breton e pela escrita onírica e automática dos Surrealistas. O livro foi renegado anos depois e a edição praticamente destruída pelo autor.
  • Onírica (1982), (desdobrável) colagem de Rui Tomás Monteiro

Antologia/transcriaçãoEditar

  • Camões Amor Somente (1999), desenhos de Ambrósio Ferreira - o livro é uma tentativa de construção de um Cântico dos Cânticos e de uma Arte de Amar em língua portuguesa a partir de fragmentos da lírica, da épica e da dramaturgia Camonianas.

Antologia em coautoria (com Maria João Fernandes)Editar

Antologias em coautoria ainda inéditas (com Maria João Fernandes)Editar

  • A Chama Eterna - O Cântico dos Cânticos na Poesia de Amor e na Cultura de Língua Portuguesa, capa de Júlio Resende, abertura de Agustina Bessa-Luís
  • “O Beijo na Poesia de Amor Portuguesa do Período Arte Nova” in: Fernandes, Maria João, Em Busca do Amor Perdido Cartas de Amor de Desconhecidos no Bilhete Postal do Fim do Século XIX aos anos 20
  • O Anjo na Poesia Amorosa de Lingua Portuguesa - Homenagem a João da Cruz e a Teresa de Ávila
  • Os Amantes de Pompeia na Poesia Amorosa Universal

ExposiçõesEditar

  • “A Invenção do Paraíso” Exposição de Homenagem a Julio/ Saúl Dias (2004), Lisboa, Galeria S. Mamede
  • “Desenhos do Poeta Gonçalo Salvado” (2005), Porto, Livraria Caixotim
  • “Artistes Poètes, Poètes Artistes - Poésie et Arts Visuels au XX e siècle au Portugal” (2013), Paris, Fundação Calouste Gulbenkian[17]
  • “Beija-me com os beijos da tua boca - Cântico dos Cânticos – Exposição Bibliográfica, Colecção Gonçalo Salvado” (2017), Castelo Branco, Biblioteca Municipal de Castelo Branco[7][8][9][10]

ReferênciasEditar

  1. a b Group, Global Media (22 de janeiro de 2014). «João Cutileiro - Poesia de Gonçalo Salvado junta-se a desenhos de Cutileiro». DN 
  2. «www.cvbairrada.pt - Entre a Vinha enaltece a mulher e o vinho». www.cvbairrada.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  3. «Livro Seminal do poeta Goncalo Salvado apresentado na Galeria Antonio Prates - Rostos On-line». Rostos on-line. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  4. «Apresentação do livro "Outra Nudez"». mundopessoa.blogs.sapo.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  5. «APRESENTAÇÃO NA LIVRARIA FERIN DOS LIVROS OUTRA NUDEZ E VOLUPTUÁRIO POESIA GONÇALO SALVADO DESENHOS JOÃO CUTILEIRO». TriploV Blog. 1 de setembro de 2015 
  6. «Gonçalo Salvado glorifica o amor em "Cântico dos Cânticos" | BeiraNews». beiranews.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  7. a b «Salvado e Cutileiro: Cântico dos Cânticos revela novidades». www.reconquista.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  8. a b Lagiosa, José (22 de fevereiro de 2017). «O Cântico dos Cânticos de Gonçalo Salvado». Gazeta do Interior. Consultado em 4 de Janeiro de 2018. 
  9. a b «As Horas Extraordinárias de 14 Mar 2017 - RTP Play - RTP». RTP 3 
  10. a b «Portugal em Direto 2017 de 08 Mar 2017 - RTP Play - RTP». RTP 3 
  11. «Castelo Branco expõe pela primeira vez em Portugal o "Cântico dos Cânticos" | BeiraNews». beiranews.pt. Consultado em 5 de janeiro de 2018. 
  12. «Primeiro livro garrafa editado em Portugal junta o amor e a arte do vinho». portocanal.sapo.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  13. «Porto recebe lançamento do primeiro livro/garrafa publicado em Portugal | BeiraNews». beiranews.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  14. «Cata-Ventos: Gonçalo Salvado- Poemas do vinho do amor». www.reconquista.pt. Consultado em 4 de janeiro de 2018. 
  15. «Gonçalo Salvado: Rubá'Iyat associado a edição limitada de vinho». www.reconquista.pt. Consultado em 5 de janeiro de 2018. 
  16. -, RTP, Rádio e Televisão de Portugal. «Lançamento a 6 de Janeiro - Antologia "Cerejas - Poemas de Amor de Autores Portugueses Contemporâneos"» 
  17. «Artistes-poètes, poètes-artistes - Fondation Calouste Gulbenkian Paris». Fondation Calouste Gulbenkian Paris (em francês) 

Ligações ExternasEditar