Abrir menu principal

Gonzaga

município brasileiro do estado de Minas Gerais
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Gonzaga (desambiguação).

Gonzaga é um município brasileiro no estado de Minas Gerais, Região Sudeste do país. Localiza-se no Vale do Rio Doce e sua população estimada em 2019 era de 6 158 habitantes.[2]

Município de Gonzaga
Bandeira de Gonzaga
Brasão de Gonzaga
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 30 de dezembro de 1962[1]
Gentílico gonzaguense[2]
CEP 39720-000
Prefeito(a) Júlio Maria de Sousa[3] (PR)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Gonzaga
Localização de Gonzaga em Minas Gerais
Gonzaga está localizado em: Brasil
Gonzaga
Localização de Gonzaga no Brasil
18° 49' 19" S 42° 28' 44" O18° 49' 19" S 42° 28' 44" O
Unidade federativa Minas Gerais
Região intermediária

Governador Valadares IBGE/2017[4]

Região imediata

Governador Valadares IBGE/2017[4]

Municípios limítrofes Divinolândia de Minas, Açucena, Virginópolis, Sardoá e Guanhães.
Distância até a capital 300 km
Características geográficas
Área 209,348 km² [2]
Distritos Conceição da Brejaúba e Gonzaga (sede)[5]
População 6 158 hab. estatísticas IBGE/2019[2]
Densidade 29,42 hab./km²
Clima tropical Aw
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,606 médio PNUD/2010[6]
PIB R$ 45 930,70 mil IBGE/2016[7]
PIB per capita R$ 7 401,01 IBGE/2016[7]

HistóriaEditar

A atual cidade foi criada inicialmente como um distrito pertencente a São Miguel de Guanhães (atual município de Guanhães), pela lei estadual nº 556, de 30 de agosto de 1911, passando a fazer parte de Virginópolis pela lei estadual nº 843, de 7 de setembro de 1923. Pela lei estadual nº 2764, de 30 de dezembro de 1962, Gonzaga emancipa-se, constituindo-se de dois distritos: Conceição da Brejaúba e a sede municipal, instalando-se oficialmente em 1º de março de 1963.[1]

GeografiaEditar

De acordo com a divisão regional vigente desde 2017, instituída pelo IBGE,[8] o município pertence às Regiões Geográficas Intermediária e Imediata de Governador Valadares.[4] Até então, com a vigência das divisões em microrregiões e mesorregiões, fazia parte da microrregião de Guanhães, que por sua vez estava incluída na mesorregião do Vale do Rio Doce.[9]

PrefeitosEditar

  • 1963 a 1966 - Efigênio da Cunha
  • 1967 a 1970 - Levi da Cruz Nascimento
  • 1971 a 1972 - Sebastião Antero de Sousa
  • 1973 a 1976 - Raimundo Bernardino da Cunha
  • 1977 a 1982 - Sebastião Antero de Sousa
  • 1983 a 1988 - Raimundo Bernardino da Cunha
  • 1989 a 1992 - Sebastião Antero de Sousa
  • 1993 a 1996 - José Antônio de Farias
  • 1997 a 2000 - Raimundo Bernardino da Cunha
  • 2001 a 2004 - Júlio Maria de Sousa
  • 2005 a 2008 - Júlio Maria de Sousa
  • 2009 a 2012 - Efigênia Maria Magalhães
  • 2013 a 2020 - Júlio Maria de Sousa

Festas típicasEditar

  • Festival Fescaip
  • Festa de Aniversário da Cidade
  • Cavalgada Boi no Rolete
  • Jubileu de São Sebastião

Ver tambémEditar

Referências

  1. a b Enciclopédia dos Municípios Brasileiros (2007). «Gonzaga - Histórico» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 16 de setembro de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 16 de setembro de 2013 
  2. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). «Gonzaga». Consultado em 15 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2019 
  3. Eleições 2016 (2 de outubro de 2016). «Julinho». Consultado em 7 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2017 
  4. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Base de dados por municípios das Regiões Geográficas Imediatas e Intermediárias do Brasil». Consultado em 7 de novembro de 2017 
  5. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (9 de setembro de 2013). «Gonzaga - Unidades territoriais do nível Distrito». Consultado em 15 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2019 
  6. Atlas do Desenvolvimento Humano (29 de julho de 2013). «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil» (PDF). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). Consultado em 9 de setembro de 2013. Cópia arquivada (PDF) em 8 de julho de 2014 
  7. a b Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Produto Interno Bruto dos Municípios - 2016». Consultado em 15 de novembro de 2019. Cópia arquivada em 15 de novembro de 2019 
  8. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2017). «Divisão Regional do Brasil». Consultado em 7 de novembro de 2017. Cópia arquivada em 7 de novembro de 2017 
  9. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (2016). «Divisão Territorial Brasileira 2016». Consultado em 7 de novembro de 2017 

Ligações externasEditar