Governador-geral do Estado Livre Irlandês

O brasão oficial do Estado Livre Irlandês.

O Governador-geral (em irlandês: Seanascal) foi o representante do Rei no Estado Livre Irlandês, entre 1922 e 1937. Até 1927, ele também era o agente do governo britânico no estado da Irlanda. Por convenção, o cargo de Governador-geral foi, em grande parte, cerimonial. No entanto, foi controverso, como muitos nacionalistas viram-na como ofensiva a princípios republicanos irlandeses e um símbolo de subserviência à Grã-Bretanha. Por este motivo, o cargo teve o seu papel cada vez mais reduzido, até que ele foi abolido integralmente em 1937, aplicada retroativamente em 1936.[1]

Os dois primeiros Governadores-gerais moravam numa residência oficial, o vice-real Lodge, agora conhecido como Áras an Uachtaráin, a actual residência do Presidente da República da Irlanda. O último Governador-geral residiu numa residência privada em Booterstown, actualmente Condado de Dun Laoghaire-Rathdown (antigo Condado de Dublin).[1]

Lista de Governadores-geraisEditar

Nome Foto Assumiu o cargo Deixou o cargo
1. Timothy Michael Healy   6 de dezembro de 1922 31 de janeiro de 1928
2. James McNeill 1 de fevereiro de 1928 1 de novembro de 1932
3. Domhnall Ua Buachalla   27 de novembro de 1932 11 de dezembro de 1936

Referências

  1. a b "Governor-General's Salary and Establishment Act, 1923". Página acessada em 28 de abril de 2013.

Ver tambémEditar

  Este artigo sobre a República da Irlanda é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.