Abrir menu principal

Grammy Award para Best Hard Rock Performance

Best Hard Rock Performance
Melhor Performance de Hard Rock
Descrição Prêmio atribuído pela qualidade vocal ou instrumental em produções no gênero de hard rock.
País  Estados Unidos
Primeira cerimónia 1990
Última cerimónia 2011
Sítio oficial

Prêmio Grammy de Melhor Performance de Hard Rock (do inglês: Grammy Award para Best Hard Rock Performance foi um prêmio entregue durante o Grammy Awards, uma cerimônia criada em 1958, aos artistas pelas músicas de qualidade vocal ou instrumental em performances no gênero de hard rock.[1] Os prêmios de cada categoria são entregados em uma cerimônia anual pela The Recording Academy, nos Estados Unidos, a fim de "reconhecer realização artística, experiência técnica e excelência global na indústria de gravação, sem levar em conta a quantidade de vendas de álbuns ou posição nas paradas musicais".[2]

A categoria foi premiada pela primeira vez em 1989, na 31ª cerimônia dos Prêmios Grammy. Inicialmente denominada Best Hard Rock/Metal Performance Vocal or Instrumental, por somente um ano combinou indicações nas vertentes de Hard rock e heavy metal da década de 1980.[3] Jethro Tull recebeu o prêmio pelo álbum Crest of a Knave, desbancando a banda Metallica, que favorita ao prêmio com o álbum ...And Justice for All. Este fato desencadeou uma onda de críticas com a Academia de Gravação, com o meio jornalístico sugerindo que a música de Jehtro Tull não se encaixava nos gêneros abarcados pela categoria.[4][5] Em resposta, a Academia separou as categorias Best Hard Rock Performance e Best Metal Performance a partir de 1990.

A banda Living Colour foi a primeira vencedora da categoria em 1990. De 1992 a 1994, o prêmio foi entregue como Best Hard Rock Performance with Vocal. Em 2011, o ano final de entrega da categoria, as bandas Foo Fighters, Living Colour e The Smashing Pumpkins dividiam o recorde de maior número de vitórias, com duas vitórias cada uma. A grande maioria dos vencedores são de origem estadunidense, embora artistas australianos e britânicos também tenham sido premiados. Alice in Chains detém o recorde de maior número de indicações sem uma vitória, tendo sido indicada oito vezes.

Vencedores e indicadosEditar

 
Living Colour, os primeiros vencedores da categoria em 1990.
 
Red Hot Chili Peppers venceu o prêmio em 1993.
 
Pearl Jam, vencedores em 1996 e indicados outras 4 vezes.
 
Metallica venceu a categoria em 2000.
 
Linkin Park, vencedores em 2002.
 
Foo Fighters, vencedores em 2003 e 2008.
 
Evanescence, vencedores em 2004.
 
Velvet Revolver, vencedores em 2005.
 
System of a Down, vencedores em 2006 e indicados outras duas vezes.
 
The Mars Volta, vencedores de 2009.
 
AC/DC recebeu três indicações antes de vencer em 2010.
Ano Artista Obra Indicados Ref.
1990 Living Colour "Cult of Personality" [6]
1991 Living Colour Time's Up [7]
1992 Van Halen For Unlawful Carnal Knowledge [8]
1993 Red Hot Chili Peppers "Give It Away" [9]
1994 Stone Temple Pilots "Plush" [10]
1995 Soundgarden "Black Hole Sun" [11]
1996 Pearl Jam "Spin the Black Circle" [12]
1997 The Smashing Pumpkins "Bullet with Butterfly Wings" [13]
1998 The Smashing Pumpkins "The End Is the Beginning Is the End" [14]
1999 Page and Plant "Most High" [15]
2000 Metallica "Whiskey in the Jar" [16]
2001 Rage Against the Machine "Guerrilla Radio" [17]
2002 Linkin Park "Crawling" [18]
2003 Foo Fighters "All My Life"
2004 Evanescence e Paul McCoy "Bring Me to Life"
2005 Velvet Revolver "Slither"
2006 System of a Down "B.Y.O.B."
2007 Wolfmother "Woman"
2008 Foo Fighters "The Pretender"
2009 The Mars Volta "Wax Simulacra"
2010 AC/DC "War Machine"
2011 Them Crooked Vultures "New Fang" [19]

Referências

  1. «"Grammy Awards at a Glance"» (em inglês). Los Angeles Times. Consultado em 2 de julho de 2013 
  2. «Overview» (em inglês). The Grammy Awards' Official Web Site. Consultado em 2 de julho de 2013 
  3. «Grammys to McFerrin and Chapman». The New York Times. 23 de fevereiro de 1989 
  4. Hoffmann, Frank, ed. (2005). Encyclopedia of Recorded Sound. 1 (2 ed.). CRC Press. p. 542. ISBN 978-0-415-93835-8. Retrieved August 22, 2010.
  5. «The Pop Life». The New York Times. 14 de fevereiro de 1990 
  6. «Here's list of nominees from all 77 categories». Deseret News. 12 de janeiro de 1990 
  7. «List of Grammy nominations». Times-News. 11 de janeiro de 1991 
  8. «Grammy nominations span Streisand, Seal, Seattle Symphony». The Seattle Times. 8 de janeiro de 1992 
  9. «Grammy nominees». Baltimore Sun. 8 de janeiro de 1993 
  10. «Sting Joel top Grammy nominations». Star-News. 7 de janeiro de 1994 
  11. «The 37th Grammy nominations». Los Angeles Times. 6 de janeiro de 1995 
  12. «List of Grammy nominees». CNN. 4 de janeiro de 1996 
  13. «Babyface is up for 12 Grammy awards». Milwaukee Journal Sentinel. 8 de janeiro de 1997 
  14. «Grammy's dual Dylans». Milwaukee Journal Sentinel. 7 de janeiro de 1998 
  15. «1999 Grammy Nominees». NME 
  16. «42nd Annual Grammy Awards nominations». CNN. 1 de abril de 2000 
  17. CNN. 21 de fevereiro de 2001 https://web.archive.org/web/20081106040823/http://archives.cnn.com/2001/SHOWBIZ/Music/02/21/grammy.winners/  Texto "título43rd Grammy Awards" ignorado (ajuda); Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  18. «Complete List Of Grammy Nominees». CBS News. 4 de janeiro de 2002 
  19. «53rd Annual Grammy Awards nominees list». Los Angeles Times 

Ver tambémEditar

Ligações ExternasEditar