Abrir menu principal

Grande Prêmio da Argentina de 1981

Grande Prêmio da Argentina
de Fórmula 1 de 1981
Autódromo Oscar y Juan Gálvez Circuito N° 15.svg
17º GP da Argentina realizado na capital do país
Detalhes da corrida
Data 12 de abril de 1981
Nome oficial XVII Gran Premio de la Republica Argentina
Local Autódromo Oscar Alfredo Gálvez, Buenos Aires, Argentina
Total 53 voltas / 316.304 km
Condições do tempo Ensolarado, quente, seco
Pole
Piloto
Brasil Nelson Piquet Brabham-Ford
Tempo 1:42.665
Volta mais rápida
Piloto
Brasil Nelson Piquet Brabham-Ford
Tempo 1:45.287 (na volta 6)
Pódio
Primeiro
Brasil Nelson Piquet Brabham-Ford
Segundo
Argentina Carlos Reutemann Williams-Ford
Terceiro
França Alain Prost Renault

Resultados do Grande Prêmio da Argentina de Fórmula 1 realizado em Buenos Aires à 12 de abril de 1981. Foi a terceira etapa da temporada e teve como vencedor o brasileiro Nelson Piquet.[1][2][nota 1]

ResumoEditar

Foi o derradeiro grande prêmio realizado na Argentina até 1995. Graças ao artifício das "saias laterais flexíveis" concebido por Gordon Murray os carros Brabham de Nelson Piquet e Hector Rebaque dominaram a prova com o brasileiro suplantando o líder do campeonato, Alan Jones, e fazendo uma corrida tranquila enquanto seu companheiro de equipe chegou a andar em terceiro, embora tenha abandonado a disputa por causa de um problema elétrico.

Foi a 250ª corrida da Michelin e a primeira corrida de Fórmula 1 onde um carro possuía um chassis feito de fibra de carbono, a McLaren MP4 de John Watson. Nela Alain Prost conquistou seu primeiro pódio.

Durante a cerimônia de premiação foi executada a música "Feliz Aniversário" pelo aniversário de 39 anos de Carlos Reutemann.

Classificação da provaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Dif. Grid Pontos
1 5   Nelson Piquet Brabham-Ford 53 1:34:32.74 1 9
2 2   Carlos Reutemann Williams-Ford 53 + 26.61 4 6
3 15   Alain Prost Renault 53 + 49.98 2 4
4 1   Alan Jones Williams-Ford 53 + 1:07.88 3 3
5 16   René Arnoux Renault 53 + 1:31.85 5 2
6 11   Elio de Angelis Lotus-Ford 52 + 1 volta 10 1
7 29   Riccardo Patrese Arrows-Ford 52 + 1 volta 9
8 22   Mario Andretti Alfa Romeo 52 + 1 volta 17
9 30   Siegfried Stohr Arrows-Ford 52 + 1 volta 19
10 23   Bruno Giacomelli Alfa Romeo 51 Pane seca 22
11 8   Andrea de Cesaris McLaren-Ford 51 + 2 voltas 18
12 9   Jan Lammers ATS-Ford 51 + 2 voltas 23
13 4   Ricardo Zunino Tyrrell-Ford 51 + 2 voltas 24
Ret 27   Gilles Villeneuve Ferrari 40 Transmissão 7
Ret 33   Patrick Tambay Theodore-Ford 36 Vazamento de óleo 14
Ret 7   John Watson McLaren-Ford 36 Transmissão 11
Ret 6   Hector Rebaque Brabham-Ford 32 Pane elétrica 6
Ret 21   Chico Serra Fittipaldi-Ford 28 Câmbio 20
Ret 26   Jacques Laffite Ligier-Matra 19 Handling 21
Ret 14   Marc Surer Ensign-Ford 14 Motor 16
Ret 20   Keke Rosberg Fittipaldi-Ford 4 Sistema de combustível 8
Ret 12   Nigel Mansell Lotus-Ford 3 Motor 15
Ret 28   Didier Pironi Ferrari 3 Motor 12
Ret 3   Eddie Cheever Tyrrell-Ford 1 Embreagem 13
DNQ 31   Miguel Angel Guerra Osella-Ford
DNQ 32   Beppe Gabbiani Osella-Ford
DNQ 17   Derek Daly March-Ford
DNQ 25   Jean-Pierre Jabouille Ligier-Matra
DNQ 18   Eliseo Salazar March-Ford

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. Voltas na liderança: Nelson Piquet liderou as 53 voltas da prova.

Referências

  1. «1981 Argentine Grand Prix - race result». Consultado em 6 de fevereiro de 2019 
  2. Piquet diz que carro será melhor em Imola (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 13/04/1981. Esportes, Automobilismo, p. 15. Página visitada em 6 de fevereiro de 2019.
Precedido por
Grande Prêmio do Brasil de 1981
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1981
Sucedido por
Grande Prêmio de San Marino de 1981
Precedido por
Grande Prêmio da Argentina de 1980
Grande Prêmio da Argentina
17ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Argentina de 1995