Abrir menu principal
Grande Prêmio da Europa
de Fórmula 1 de 1993
Donington as of 2006.svg
Única edição do GP da Europa em Donington Park
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 11 de abril de 1993
Nome oficial XXXVIII Sega European Grand Prix[nota 1]
Local Donington Park, Leicestershire, Inglaterra, Grã-Bretanha, Reino Unido
Total 76 voltas / 305.748 km
Condições do tempo Chuva com períodos de seca
Pole
Piloto
França Alain Prost Williams-Renault
Tempo 1:10.458
Volta mais rápida
Piloto
Brasil Ayrton Senna McLaren-Ford
Tempo 1:18.029 (na volta 57)
Pódio
Primeiro
Brasil Ayrton Senna McLaren-Ford
Segundo
Reino Unido Damon Hill Williams-Renault
Terceiro
França Alain Prost Williams-Renault

O Grande Prêmio da Europa de 1993 foi a terceira das 16 etapas do campeonato mundial de Fórmula 1 do ano de 1993. A corrida foi realizada no circuito de Donington Park, no dia 11 de abril, a única vez em que o circuito recebeu uma prova da categoria. A vitória foi conquistada pelo brasileiro Ayrton Senna, a bordo de uma McLaren-Ford. Os pilotos da Williams-Renault, Damon Hill e Alain Prost, terminaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente.[1][2][nota 2]

RelatórioEditar

CorridaEditar

A corrida foi marcada pelo desempenho do piloto Ayrton Senna, que realizou o que é considerado pela maioria dos especialistas em automobilismo como “a melhor primeira volta da história”. O piloto havia feito o quarto tempo no treino classificatório. Na largada, sob chuva, o piloto acabou caindo para a quinta colocação, mas com facilidade Ayrton logo se recuperou. Ainda na primeira volta o brasileiro ultrapassou o alemão Michael Schumacher da Benetton, a Sauber do austríaco Karl Wendlinger e as Williams do francês Alain Prost e do britânico Damon Hill, assumindo a primeira posição. Senna permaneceu na ponta, perdendo a liderança apenas nas duas vezes em que foi para os boxes.[3]

A performance do piloto Rubens Barrichello, que fazia apenas a sua terceira corrida na categoria pela equipe Jordan, também chamou atenção. O piloto largou em 12º lugar e logo na primeira volta ultrapassou oito carros, conquistando a quarta colocação. Rubens chegou a ficar em segundo lugar na segunda metade da corrida, mas a seis voltas do fim teve que abandonar por causa de um problema na bomba de combustível de seu carro.[4]

Ayrton Senna também fez o melhor tempo da corrida, mas de uma forma inusitada. O piloto entrou nos boxes quando a equipe não estava pronta para fazer o pit stop. Ele então passou reto e acabou fazendo a melhor volta daquele grande prêmio. Este fato foi possível porque no circuito de Donington, a curva de entrada dos boxes é menor do que a curva que leva à reta principal. Como naquela época não havia limite de velocidade no pit lane, Senna, então, usou esse artifício para ganhar tempo na pista. O tempo foi de 1min18s029, 1s3 mais rápido que Damon Hill, segundo mais veloz naquela corrida.[3]

 
Senna no GP da Europa de 1993

Ayrton Senna ainda mostrou enorme superioridade sobre seus oponentes ao dar uma volta sobre o segundo colocado, Damon Hill. Logo depois, Senna diminuiu o ritmo e foi ultrapassado pelo retardatário, terminando a corrida logo atrás do oponente.

Outras informaçõesEditar

Thierry Boutsen ocupa a vaga de Ivan Capelli para pilotar o carro #15 da Jordan.

J. J. Lehto largou dos boxes.

Primeiro ponto de Fabrizio Barbazza na Fórmula 1.

240º pódio de um piloto da McLaren.

Em sua terceira prova, Rubens Barrichello, que havia largado em 12º lugar, ultrapassou oito carros e conquistou a quarta colocação logo na primeira volta. O piloto chegou a ficar em segundo na segunda metade da corrida, mas a seis voltas do fim teve que abandonar devido a um problema na bomba de combustível.[4]

ResultadosEditar

Treinos classificatóriosEditar

Não classificado
Pos. Piloto Chassi/Motor Tempo
26 22   Luca Badoer Scuderia Italia-Ferrari 1:15.641

Grid de largada e classificação da provaEditar

Grid de largada
Pos. Piloto Chassi/Motor Tempo
1 2   Alain Prost Williams-Renault 1:10.458
2 0   Damon Hill Williams-Renault 1:10.762
3 5   Michael Schumacher Benetton-Ford 1:12.008
4 8   Ayrton Senna McLaren-Ford 1:12.107
5 29   Karl Wendlinger Sauber 1:12.738
6 7   Michael Andretti McLaren-Ford 1:12.739
7 30   J. J. Lehto Sauber 1:12.763
8 28   Gerhard Berger Ferrari 1:12.862
9 27   Jean Alesi Ferrari 1:12.980
10 6   Riccardo Patrese Benetton-Ford 1:12.982
11 12   Johnny Herbert Lotus-Ford 1:13.328
12 14   Rubens Barrichello Jordan-Hart 1:13.514
13 11   Alessandro Zanardi Lotus-Ford 1:13.560
14 9   Derek Warwick Footwork-Mugen/Honda 1:13.664
15 19   Philippe Alliot Larrousse-Lamborghini 1:13.665
16 23   Christian Fittipaldi Minardi-Ford 1:13.666
17 20   Erik Comas Larrousse-Lamborghini 1:13.970
18 3   Ukyo Katayama Tyrrell-Yamaha 1:14.121
19 15   Thierry Boutsen Jordan-Hart 1:14.246
20 24   Fabrizio Barbazza Minardi-Ford 1:14.274
21 26   Mark Blundell Ligier-Renault 1:14.301
22 25   Martin Brundle Ligier-Renault 1:14.306
23 10   Aguri Suzuki Footwork-Mugen/Honda 1:14.927
24 21   Michele Alboreto Scuderia Italia-Ferrari 1:15.322
25 4   Andrea de Cesaris Tyrrell-Yamaha 1:15.417
Classificação da prova
Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 8   Ayrton Senna McLaren-Ford 76 1:50:46.570 4 10
2 0   Damon Hill Williams-Renault 76 +1:23.799 2 6
3 2   Alain Prost Williams-Renault 75 +1 volta 1 4
4 12   Johnny Herbert Lotus-Ford 75 +1 volta 11 3
5 6   Riccardo Patrese Benetton-Ford 74 +2 voltas 10 2
6 24   Fabrizio Barbazza Minardi-Ford 74 +2 voltas 20 1
7 23   Christian Fittipaldi Minardi-Ford 73 +3 voltas 16
8 11   Alessandro Zanardi Lotus-Ford 72 +4 voltas 13
9 20   Erik Comas Larrousse-Lamborghini 72 +4 voltas 17
10 14   Rubens Barrichello Jordan-Hart 70 Injeção 12
11 21   Michele Alboreto Scuderia Italia-Ferrari 70 +6 voltas 24
Ret 9   Derek Warwick Footwork-Mugen/Honda 66 Câmbio 14
Ret 15   Thierry Boutsen Jordan-Hart 61 Acelerador 19
Ret 4   Andrea de Cesaris Tyrrell-Yamaha 55 Câmbio 25
Ret 27   Jean Alesi Ferrari 36 Câmbio 9
Ret 10   Aguri Suzuki Footwork-Mugen/Honda 29 Câmbio 23
Ret 19   Philippe Alliot Larrousse-Lamborghini 27 Colisão 15
Ret 5   Michael Schumacher Benetton-Ford 22 Rodou 3
Ret 26   Mark Blundell Ligier-Renault 20 Rodou 21
Ret 28   Gerhard Berger Ferrari 19 Suspensão 8
Ret 30   J. J. Lehto Sauber 13 Manuseio 7
Ret 3   Ukyo Katayama Tyrrell-Yamaha 11 Embreagem 18
Ret 25   Martin Brundle Ligier-Renault 7 Rodou 22
Ret 29   Karl Wendlinger Sauber 0 Colisão 5
Ret 7   Michael Andretti McLaren-Ford 0 Colisão 6
DNQ 22   Luca Badoer Scuderia Italia-Ferrari Não qualificado

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. O número informado abaixo reflete apenas as edições do "Grande Prêmio da Europa" realizadas a partir de 1983, quando tal denominação deixou de ser honorífica e passou a designar etapas efetivas do mundial de Fórmula 1.
  2. Voltas na liderança: Ayrton Senna 71 voltas (1-18; 20-34; 39-76), Alain Prost 5 voltas (19; 35-38).

Referências

  1. «Calendário da F1 do ano de 1993». Site oficial da Fórmula 1. Consultado em 11 de abril de 2016. Arquivado do original em 19 de fevereiro de 2015 
  2. «Resultado do GP da Europa de 1993». Site oficial da Fórmula 1. Consultado em 11 de abril de 2016. Arquivado do original em 29 de novembro de 2014 
  3. a b c d Grünwald, Alexander (11 de abril de 2013). «Há 20 anos, 'show' de Ayrton Senna sob chuva encantava a Fórmula 1». globoesporte.com. Consultado em 11 de abril de 2016 
  4. a b Do Couto, Renan (11 de abril de 2016). «Na Garagem: Senna vence na chuva em Donington Park com 1ª volta fantástica». Grande Prêmio. Consultado em 11 de abril de 2016 
Precedido por
Grande Prêmio do Brasil de 1993
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1993
Sucedido por
Grande Prêmio de San Marino de 1993
Precedido por
Grande Prêmio da Europa de 1985
Grande Prêmio da Europa
4ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Europa de 1994