Abrir menu principal

Grande Prêmio da Europa de 1997

Grande Prêmio da Europa
de Fórmula 1 de 1997
Jerez Grand prix Circuit 1994-2003.svg
Segundo (e último) GP da Europa realizado em Jerez
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 26 de outubro de 1997
Nome oficial XLII European Grand Prix[nota 1]
Local Circuito Permanente de Jerez, Jerez de la Frontera, Espanha
Total 69 voltas / 305.187 km
Condições do tempo Ensolarado
Pole
Piloto
Canadá Jacques Villeneuve Williams-Renault
Tempo 1:21.072
Volta mais rápida
Piloto
Alemanha Heinz-Harald Frentzen Williams-Renault
Tempo 1:23.135 (na volta 30)
Pódio
Primeiro
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Mercedes
Segundo
Reino Unido David Coulthard McLaren-Mercedes
Terceiro
Canadá Jacques Villeneuve Williams-Renault

Resultados do Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1 realizado em Jerez em 26 de outubro de 1997. Décima sétima e última etapa da temporada, nele o finlandês Mika Häkkinen conseguiu a primeira vitória de sua carreira e subiu ao pódio junto a David Coulthard numa dobradinha da McLaren-Mercedes.[1] Jacques Villeneuve foi o terceiro pela Williams-Renault, resultado que fez dele o novo campeão mundial.[2][nota 2]

Jacques Villeneuve tornou-se o primeiro campeão mundial nascido no Canadá, o primeiro originário da América do Norte e da América Anglo-Saxônica desde Mario Andretti em 1978[nota 3] e o primeiro não europeu a conquistar o título desde Ayrton Senna em 1991. Além disso figura ao lado de Mario Andretti, Emerson Fittipaldi e Nigel Mansell como o quarto piloto na história a conquistar os títulos da Fórmula 1 e da Fórmula Indy.[nota 4]

Resumo da provaEditar

Treino oficialEditar

Esta prova foi marcada pelo mesmo tempo marcado no treino classificatório. Na ocasião, Jacques Villeneuve (Williams-Renault), Michael Schumacher (Ferrari) e Heinz-Harald Frentzen (Williams-Renault) marcaram exatamente 1:21,072. O regulamento definia que quem obtivesse o tempo primeiro, poderia largar da pole-position. Como Villeneuve foi o primeiro dos três a marcar o tempo, ficou em primeiro adiante de Schumacher e Frentzen. Aliás esta foi a última pole-position de Jacques Villeneuve.[3]

CorridaEditar

Schumacher foi desclassificado da corrida e seus pontos invalidados após, segundo investigação da FIA, jogar seu carro intencionalmente em Jacques Villeneuve, na curva seis, durante a volta 48. O alemão acabou ficando preso na caixa de brita e Villeneuve conseguiu concluir a corrida.[2][4]

O canadense terminou a prova em terceiro e sagrou-se campeão mundial. O pódio foi completado pelo finlandês Mika Häkkinen e pelo britânico David Coulthard, em primeiro e segundo lugares respectivamente, formando a primeira dobradinha da parceria McLaren-Mercedes.[5]

  • Últimas corridas de Gerhard Berger, Norberto Fontana e Ukyo Katayama.
  • Última corrida de Damon Hill com a Arrows. O inglês assinou com a Jordan para disputar a temporada seguinte.
  • Última corrida com pneus slick até 2009.
  • Última corrida de F-1 disputada no Circuito de Jerez.
  • Última corrida da Renault na categoria. A empresa voltou à F-1 em 2002, logo após comprar a equipe Benetton.
  • Última corrida com motores V8 na F-1, até seu retorno por regulamento em 2006.

Classificação da provaEditar

Treino oficialEditar

Pos. Piloto Construtor Tempo Diferença
1 3   Jacques Villeneuve Williams-Renault 1:21.072
2 5   Michael Schumacher Ferrari 1:21.072 + 0.000
3 4   Heinz-Harald Frentzen Williams-Renault 1:21.072 + 0.000
4 1   Damon Hill Arrows-Yamaha 1:21.130 + 0.058
5 9   Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 1:21.369 + 0.297
6 10   David Coulthard McLaren-Mercedes 1:21.476 + 0.404
7 6   Eddie Irvine Ferrari 1:21.610 + 0.538
8 8   Gerhard Berger Benetton-Renault 1:21.656 + 0.584
9 14   Olivier Panis Prost-Mugen/Honda 1:21.735 + 0.663
10 7   Jean Alesi Benetton-Renault 1:22.011 + 0.939
11 23   Jan Magnussen Stewart-Ford 1:22.167 + 1.095
12 22   Rubens Barrichello Stewart-Ford 1:22.222 + 1.150
13 2   Pedro Paulo Diniz Arrows-Yamaha 1:22.234 + 1.162
14 16   Johnny Herbert Sauber-Petronas 1:22.263 + 1.191
15 15   Shinji Nakano Prost-Mugen/Honda 1:22.351 + 1.279
16 11   Ralf Schumacher Jordan-Peugeot 1:22.740 + 1.668
17 12   Giancarlo Fisichella Jordan-Peugeot 1:22.804 + 1.732
18 17   Norberto Fontana Sauber-Petronas 1:23.281 + 2.209
19 20   Ukyo Katayama Minardi-Hart 1:23.409 + 2.337
20 21   Tarso Marques Minardi-Hart 1:23.854 + 2.782
21 19   Mika Salo Tyrrell-Ford 1:24.222 + 3.150
22 18   Jos Verstappen Tyrrell-Ford 1:24.301 + 3.229
Limite dos 107%: 1:26.747
Fonte:[1]

CorridaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 9   Mika Häkkinen McLaren-Mercedes 69 1:38:57.771 5 10
2 10   David Coulthard McLaren-Mercedes 69 + 1.654 6 6
3 3   Jacques Villeneuve Williams-Renault 69 + 1.803 1 4
4 8   Gerhard Berger Benetton-Renault 69 + 1.919 8 3
5 6   Eddie Irvine Ferrari 69 + 3.789 7 2
6 4   Heinz-Harald Frentzen Williams-Renault 69 + 4.537 3 1
7 14   Olivier Panis Prost-Mugen/Honda 69 + 1:07.145 9
8 16   Johnny Herbert Sauber-Petronas 69 + 1:12.961 14
9 23   Jan Magnussen Stewart-Ford 69 + 1:17.487 11
10 15   Shinji Nakano Prost-Mugen/Honda 69 + 1:18.215 15
11 12   Giancarlo Fisichella Jordan-Peugeot 68 + 1 volta 17
12 19   Mika Salo Tyrrell-Ford 68 + 1 volta 21
13 7   Jean Alesi Benetton-Renault 68 + 1 volta 10
14 17   Norberto Fontana Sauber-Petronas 68 + 1 volta 18
15 21   Tarso Marques Minardi-Hart 68 + 1 volta 20
16 18   Jos Verstappen Tyrrell-Ford 68 + 1 volta 22
17 20   Ukyo Katayama Minardi-Hart 68 + 1 volta 19
Ret 5   Michael Schumacher Ferrari 47 Colisão 2
Ret 1   Damon Hill Arrows-Yamaha 47 Câmbio 4
Ret 11   Ralf Schumacher Jordan-Peugeot 44 Vazamento d'água 16
Ret 22   Rubens Barrichello Stewart-Ford 30 Câmbio 12
Ret 2   Pedro Paulo Diniz Arrows-Yamaha 11 Spun off 13
Fonte:[1]

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas e os campeões da temporada surgem grafados em negrito.

Notas

  1. Houve dez edições honoríficas do "Grande Prêmio da Europa" antes de existir a Fórmula 1, vinte e quatro após a criação da mesma e a partir de 1983 tal denominação passou a designar etapas efetivas da categoria.
  2. Voltas na liderança: Michael Schumacher 39 voltas (1-21; 28-42; 45-47), Jacques Villeneuve 24 voltas (22; 43-44; 48-68), Heinz-Harald Frentzen 5 voltas (23-27), Mika Häkkinen 1 volta (69).
  3. Mario Andretti nasceu na cidade croata de Motovun, à época sob ocupação do antigo Reino da Itália, mas optou pela cidadania norte-americana.
  4. No Brasil o conceito de "Fórmula Indy" engloba monopostos de três categorias distintas: USAC Championship Car, Champ Car e Indy Racing League.

Referências

  1. a b c «1997 European Grand Prix - race result». Consultado em 14 de setembro de 2019 
  2. a b Fred Sabino (26 de outubro de 2018). «Conquista de Villeneuve teve empate nos treinos, fechada de Schumacher e cerveja com o rival». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 14 de setembro de 2019 
  3. «Grand Prix Results: European GP, 1997». GrandPrix.com. Consultado em 8 de setembro de 2015 
  4. Fred Sabino (11 de novembro de 2019). «Michael Schumacher foi o único piloto da história desclassificado de um campeonato inteiro». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 11 de novembro de 2019 
  5. ANDRADA E SILVA, Mário. A vitória irresistível da "febre Villeneuve" (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 27/10/1995. Esportes, p. 04-05. Página visitada em 12 de setembro de 2019.
Precedido por
Grande Prêmio do Japão de 1997
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1997
Sucedido por
Grande Prêmio da Austrália de 1998
Precedido por
Grande Prêmio da Europa de 1996
Grande Prêmio da Europa
8ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Europa de 1999