Abrir menu principal
Grande Prêmio da Grã-Bretanha
de Fórmula 1 de 1982
Brands Hatch Grand Prix circuit 1976-1987.png
Décimo GP da Grã-Bretanha em Brands Hatch
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 18 de julho de 1982
Nome oficial XXXV Marlboro British Grand Prix[nota 1]
Local Brands Hatch, Kent, Inglaterra, Grã-Bretanha, Reino Unido
Total 76 voltas / 319.719 km
Pole
Piloto
Finlândia Keke Rosberg Williams-Ford
Tempo 1:09.540[1]
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Brian Henton Tyrrell-Ford
Tempo 1:13.028[2] (na volta 63)
Pódio
Primeiro
Áustria Niki Lauda McLaren-Ford
Segundo
França Didier Pironi Ferrari
Terceiro
França Patrick Tambay Ferrari

Resultados do Grande Prêmio da Grã-Bretanha de Fórmula 1 realizado em Brands Hatch em 18 de julho de 1982. Décima etapa da temporada, foi vencido pelo austríaco Niki Lauda, da McLaren-Ford, que subiu ao pódio ladeado por Didier Pironi e Patrick Tambay, pilotos da Ferrari.[3][4][5][nota 2]

ResumoEditar

Calendário para 1983Editar

Conforme o calendário provisório da Fórmula 1 divulgado em Brands Hatch a temporada de 1983 teria dezoito etapas a serem disputados em nove meses.[6] Em relação ao que foi aprovado houve o seguinte: Brasil, Oeste dos EUA, Mônaco, Detroit e Canadá mantiveram as datas estipuladas. Por outro lado, África do Sul, San Marino, Bélgica, Países Baixos, França, Grã-Bretanha, Alemanha, Áustria e Itália ocorreram em outros dias e dentre as provas canceladas estavam Argentina, Suíça e Las Vegas,[7] bem como abandonaram a ideia de correr em Nova York ou Moscou.[6]

TreinosEditar

Logo na sexta-feira o finlandês Keke Rosberg assinalou 1:09.540 e conquistou a pole position com sua Williams e não foi superado por seus concorrentes, enquanto Riccardo Patrese e Nelson Piquet se esforçaram para levar a Brabham adiante da Ferrari de Didier Pironi, o quarto colocado. Como o tempo do finlandês não foi batido por seus concorrentes, o mesmo conseguiu a primeira pole de sua carreira.[8][6]

  • Último pódio e corrida de Didier Pironi, que se acidentaria semanas depois nos treinos para o Grande Prêmio da Alemanha e jamais voltaria à Fórmula 1.
  • Foi o primeiro pódio da carreira do francês, Patrick Tambay.
  • Foi a primeira e única volta mais rápida do inglês, Brian Henton.

Classificação da provaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 8   Niki Lauda McLaren-Ford 76 1:35:33.812 5 9
2 28   Didier Pironi Ferrari 76 + 25.726 4 6
3 27   Patrick Tambay Ferrari 76 + 38.436 13 4
4 11   Elio de Angelis Lotus-Ford 76 + 41.242 7 3
5 5   Derek Daly Williams-Ford 76 + 41.430 10 2
6 15   Alain Prost Renault 76 + 41.636 8 1
7 23   Bruno Giacomelli Alfa Romeo 75 + 1 volta 14
8 4   Brian Henton Tyrrell-Ford 75 + 1 volta 17
9 30   Mauro Baldi Arrows-Ford 74 + 2 voltas 26
10 17   Jochen Mass March-Ford 73 + 3 voltas 25
Ret 22   Andrea de Cesaris Alfa Romeo 66 Pane elétrica 11
Ret 25   Eddie Cheever Ligier-Matra 60 Motor 24
Ret 29   Marc Surer Arrows-Ford 59 Motor 22
Ret 6   Keke Rosberg Williams-Ford 50 Sistema de combustível 1
Ret 3   Michele Alboreto Tyrrell-Ford 44 Motor 9
Ret 26   Jacques Laffite Ligier-Matra 41 Câmbio 20
Ret 35   Derek Warwick Toleman-Hart 40 Semieixo 16
Ret 12   Nigel Mansell Lotus-Ford 29 Cansaço físico 23
Ret 1   Nelson Piquet Brabham-BMW 9 Sistema de combustível 3
Ret 14   Roberto Guerrero Ensign-Ford 3 Motor 19
Ret 31   Jean-Pierre Jarier Osella-Ford 2 Colisão 18
Ret 20   Chico Serra Fittipaldi-Ford 2 Colisão 21
Ret 7   John Watson McLaren-Ford 2 Spun Off 12
Ret 2   Riccardo Patrese Brabham-BMW 0 Colisão 2
Ret 16   René Arnoux Renault 0 Colisão 6
Ret 36   Teo Fabi Toleman-Hart 0 Colisão 15
DNQ 9   Manfred Winkelhock ATS-Ford
DNQ 33   Jan Lammers Theodore-Ford
DNQ 10   Eliseo Salazar ATS-Ford
DNQ 18   Raul Boesel March-Ford

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. A denominação oficial de uma corrida não reflete, necessariamente, o número real de provas realizadas sob um mesmo nome, informação esta inserida abaixo na caixa de sucessão.
  2. Voltas na liderança: Nelson Piquet 9 voltas (1-9); Niki Lauda 67 voltas (10-76).

Referências

  1. Lang, Mike (1992). Grand Prix! Vol 4. [S.l.]: Haynes Publishing Group. p. 115. ISBN 0-85429-733-2 
  2. Lang, Mike (1992). Grand Prix! Vol 4. [S.l.]: Haynes Publishing Group. p. 118. ISBN 0-85429-733-2 
  3. «1982 British Grand Prix - race result». Consultado em 13 de fevereiro de 2018 
  4. Fred Sabino (18 de julho de 2019). «Em 1982, GP em Brands Hatch teve vitória de Lauda, show de Warwick e pódio de Tambay». Globo Esporte. Consultado em 18 de julho de 2019 
  5. Piquet abandona e Lauda vence a 2ª este ano (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 19/07/1982. Primeiro caderno, Esportes, pág. 04. Página visitada em 13 de fevereiro de 2019.
  6. a b c Rosberg larga na frente com Piquet em 3º (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 18/07/1982. Primeiro caderno, Esportes, p. 04. Página visitada em 11 de outubro de 2019.
  7. São 17 provas ao longo de 7 meses (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 13/03/1983. Esportes, 3º caderno, p. 28. Página visitada em 11 de outubro de 2019.
  8. Rosberg faz o melhor tempo em Brands Hatch (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 17/07/1982. Primeiro caderno, Esportes, p. 03. Página visitada em 11 de outubro de 2019.
Precedido por
Grande Prêmio dos Países Baixos de 1982
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1982
Sucedido por
Grande Prêmio da França de 1982
Precedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1981
Grande Prêmio da Grã-Bretanha
37ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Grã-Bretanha de 1983