Grande Prêmio do Brasil de 2002

Grande Prêmio do Brasil
de Fórmula 1 de 2002
Autódromo José Carlos Pace (AKA Interlagos) track map.svg
21º GP do Brasil realizado em Interlagos
Detalhes da corrida
Categoria Fórmula 1
Data 31 de março de 2002
Nome oficial XXXI Grande Prêmio Marlboro do Brasil
Local Autódromo José Carlos Pace, São Paulo, São Paulo, Brasil
Percurso 4.309 km
Total 71 voltas / 305.909 km
Condições do tempo Seco
Pole
Piloto
Colômbia Juan Pablo Montoya Williams-BMW
Tempo 1:13.114
Volta mais rápida
Piloto
Colômbia Juan Pablo Montoya Williams-BMW
Tempo 1:16.079 (na volta )
Pódio
Primeiro
Alemanha Michael Schumacher Ferrari
Segundo
Alemanha Ralf Schumacher Williams-BMW
Terceiro
Reino Unido David Coulthard McLaren-Mercedes

Resultados do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 (formalmente XXXI Grande Prêmio Marlboro do Brasil) realizado em Interlagos em 31 de março de 2002.[1] Terceira etapa da temporada, foi vencido pelo alemão Michael Schumacher, da Ferrari.[nota 1]

ResumoEditar

  • Nick Heidfeld atingiu uma das portas do Medical Car durante os treinos, na curva do sol. O Medical Car estava lá para tirar Enrique Bernoldi de sua Arrows.[2]
  • Nesta corrida, Pelé foi escolhido para dar a bandeirada final. Porém, o rei do futebol se adiantou e agitou a bandeira quadriculada para o retardatário Takuma Sato (o que tecnicamente significaria que Sato seria o vencedor, já que foi o primeiro a passar pela bandeira quadriculada). Quando o vencedor, Michael Schumacher, e o segundo colocado, seu irmão Ralf Schumacher, cruzaram a linha de chegada, Pelé estava conversando com alguém e esqueceu-se de agitar a bandeira.[3]

CorridaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 1   Michael Schumacher Ferrari 71 1:31:43.663 2 10
2 5   Ralf Schumacher Williams-BMW 71 + 0.588 3 6
3 3   David Coulthard McLaren-Mercedes 71 + 59.109 4 4
4 15   Jenson Button Renault 71 + 1:06.883 7 3
5 6   Juan Pablo Montoya Williams-BMW 71 + 1:07.563 1 2
6 24   Mika Salo Toyota 70 + 1 volta 10 1
7 16   Eddie Irvine Jaguar-Cosworth 70 + 1 volta 13
8 17   Pedro de La Rosa Jaguar-Cosworth 70 + 1 volta 11
9 10   Takuma Sato Jordan-Honda 69 + 2 voltas 19
10 11   Jacques Villeneuve BAR-Honda 68 Motor 15
11 23   Mark Webber Minardi-Asiatech 68 + 3 voltas 20
12 4   Kimi Räikkönen McLaren-Mercedes 67 Aro de roda 5
13 22   Alex Yoong Minardi-Asiatech 67 + 4 voltas 22
Ret 7   Nick Heidfeld Sauber-Petronas 61 Freios 9
Ret 14   Jarno Trulli Renault 60 Motor 6
Ret 8   Felipe Massa Sauber-Petronas 41 Acidente 12
Ret 25   Allan McNish Toyota 40 Rodou 16
Ret 12   Olivier Panis BAR-Honda 25 Câmbio 17
Ret 20   Heinz-Harald Frentzen Arrows-Cosworth 25 Suspensão 18
Ret 21   Enrique Bernoldi Arrows-Cosworth 19 Suspensão 21
Ret 2   Rubens Barrichello Ferrari 16 Pane hidráulica 8
Ret 9   Giancarlo Fisichella Jordan-Honda 6 Motor 14
Fonte:[1]

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. Voltas na liderança: Michael Schumacher 63 voltas (1-13; 17-39; 45-71), Rubens Barrichello 3 voltas (14-16), Ralf Schumacher 5 voltas (40-44).

Referências

  1. a b «2002 Grande Premio do Brasil - race result» (em inglês). Consultado em 22 de junho de 2020 
  2. Fred Sabino (31 de março de 2020). «O enorme susto de Alex Dias Ribeiro após batida de Nick Heidfeld no carro médico». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 22 de junho de 2020 
  3. Fred Sabino (31 de março de 2018). «"Olha aí o Pelé pra dar a bandeirada... Vai passar, Pelé!!! Passaram os dois..."». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 22 de junho de 2020 
  4. a b «Brazilian GP, 2002 (em inglês) no grandprix.com». Consultado em 22 de junho de 2020 
Precedido por
Grande Prêmio da Malásia de 2002
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 2002
Sucedido por
Grande Prêmio de San Marino de 2002
Precedido por
Grande Prêmio do Brasil de 2001
Grande Prêmio do Brasil
31ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio do Brasil de 2003