Abrir menu principal

Grande Prêmio do Canadá de 1989

Grande Prêmio do Canadá
de Fórmula 1 de 1989
Gilles Villeneuve Circuit Montreal (88-93).svg
11º GP do Canadá realizado em Montreal
Detalhes da corrida
Data 18 de junho de 1989
Nome oficial XXVII Grand Prix Molson du Canada
Local Circuito Gilles Villeneuve, Montreal, Quebec, Canadá
Total 69 voltas / 302.910 km
Condições do tempo Chuvoso, ameno
Pole
Piloto
França Alain Prost McLaren-Honda
Tempo 1:20.973
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Jonathan Palmer Tyrrell-Ford
Tempo 1:31.925 (na volta 11)
Pódio
Primeiro
Bélgica Thierry Boutsen Williams-Renault
Segundo
Itália Riccardo Patrese Williams-Renault
Terceiro
Itália Andrea de Cesaris Dallara-Ford

Resultados do Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1 realizado em Montreal à 18 de junho de 1989. Foi a sexta etapa da temporada e nele o belga Thierry Boutsen conseguiu a primeira vitória da carreira.[1][2][3][4][nota 1]

ResumoEditar

Cinco pilotos ficaram na largada: Nigel Mansell e Alessandro Nannini foram desclassificados por partirem irregularmente; Pierluigi Martini, Stefano Modena e Michele Alboreto abandonaram depois de uma colisão. Chovia na largada. Alain Prost, que fora pole-position, foi ultrapassado por Ayrton Senna na segunda volta. Daí em diante foi uma corrida complicada. Fez sol e choveu, obrigando os pilotos a trocarem os pneus de chuva por slicks e vice-versa. Riccardo Patrese (Williams-Renaut) e Derek Warwick (Arrows-Ford) lideraram a corrida até cair um temporal. Naquelas condições era lógico Ayrton Senna assumir a ponta e navegar para outra vitória. E quando parecia que o quadro não ia mudar, na 66ª volta, a três do final, o motor Honda estourou deixando o brasileiro a pé, consagrando um pódio de zebras: Thierry Boutsen (Williams-Renault), Riccardo Patrese e Andrea de Cessaris (Dallara-Ford).

A primeira vitória do belga Thierry Boutsen. A Bélgica não vencia na categoria há quase 17 anos.

A volta mais rápida do GP canadense foi a única conquistada por Jonathan Palmer.

Última corrida em que o francês René Arnoux pontuou na Fórmula 1.

Primeiro pódio da Scuderia Itália e último de Andrea de Cesaris.

Classificação da provaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 5   Thierry Boutsen Williams-Renault 69 2:01'24"073 6 9
2 6   Riccardo Patrese Williams-Renault 69 + 30"007 3 6
3 22  Andrea de Cesaris Dallara-Ford 69 + 1'36"649 9 4
4 11   Nelson Piquet Lotus-Judd 69 + 1'41"484 19 3
5 25   René Arnoux Ligier-Ford 68 + 1 volta 22 2
6 21   Alex Caffi Dallara-Ford 67 + 2 voltas 8 1
7 1   Ayrton Senna McLaren-Honda 66 Motor 2
8 38   Christian Danner Rial-Ford 66 + 3 voltas 23
Ret 31   Roberto Moreno Coloni-Ford 57 Diferencial 26
Ret 9   Derek Warwick Arrows-Ford 40 Motor 12
Ret 3   Jonathan Palmer Tyrrell-Ford 35 Spun Off 14
Ret 17   Nicola Larini Osella-Ford 33 Pane elétrica 15
Ret 16   Ivan Capelli March-Judd 28 Spun Off 21
Ret 30   Philippe Alliot Lola-Lamborghini 26 Spun Off 10
DSQ 36   Stefan Johansson Onyx-Ford 13 Desclassificado 18 [nota 2]
Ret 24   Luis Pérez-Sala Minardi-Ford 11 Spun Off 24
Ret 15   Mauricio Gugelmin March-Judd 11 Pane elétrica 17
Ret 28   Gerhard Berger Ferrari 6 Câmbio 4
Ret 40   Gabriele Tarquini AGS-Ford 6 Spun Off 25
Ret 10   Eddie Cheever Arrows-Ford 3 Spun Off 16
Ret 2   Alain Prost McLaren-Honda 2 Suspensão 1
DSQ 27   Nigel Mansell Ferrari 0 Desclassificado 5 [nota 3]
Ret 8   Stefano Modena Brabham-Judd 0 Colisão 7
Ret 23   Pierluigi Martini Minardi-Ford 0 Colisão 11
DSQ 19   Alessandro Nannini Benetton-Ford 0 Desclassificado 13 [nota 3]
Ret 4   Michele Alboreto Tyrrell-Ford 0 Pane elétrica 20
DNQ 12   Satoru Nakajima Lotus-Judd
DNQ 29   Yannick Dalmas Lola-Lamborghini
DNQ 20   Johnny Herbert Benetton-Ford
DNQ 26   Olivier Grouillard Ligier-Ford
DNPQ 7   Martin Brundle Brabham-Judd
DNPQ 37   Bertrand Gachot Onyx-Ford
DNPQ 33   Gregor Foitek Eurobrun-Judd
DNPQ 18   Piercarlo Ghinzani Osella-Ford
DNPQ 34   Bernd Schneider Zakspeed-Yamaha
DNPQ 41   Joachim Winkelhock AGS-Ford
DNPQ 39   Volker Weidler Rial-Ford
DNPQ 35   Aguri Suzuki Zakspeed-Yamaha
DNPQ 32   Pierre-Henri Raphanel Coloni-Ford

Tabela do campeonato após a provaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Entre 1981 e 1990 cada piloto podia computar onze resultados válidos por temporada não havendo descartes no mundial de construtores.

Notas

  1. Voltas na liderança: Alain Prost 1 volta (1), Ayrton Senna 30 voltas (2-3; 39-66), Riccardo Patrese 31 voltas (4-34), Derek Warwick 4 voltas (35-38), Thierry Boutsen 3 voltas (67-69).
  2. Stefan Johansson foi desclassificado na sétima volta porque voltou à corrida sem perceber uma mangueira de ar comprimido presa numa das rodas de seu carro.
  3. a b Nigel Mansell e Alessandro Nannini foram aos boxes e trocaram seus pneus por compostos indicados para pista seca, pois mesmo com a pista molhada não estava chovendo àquele instante, porém foram desclassificados ao voltarem à pista antes do pelotão largar.

Referências

  1. «1989 Canadian Grand Prix - race result». Consultado em 20 de agosto de 2018 
  2. Fred Sabino (18 de junho de 2019). «Thierry Boutsen obteve primeira vitória após show e quebra de Ayrton Senna, há 30 anos». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 18 de junho de 2019 
  3. Senna quebra perto do fim e dá vitória a Boutsen (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 19/06/1989. Esportes, pág. D-7. Página visitada em 20 de agosto de 2018.
  4. Liderar pareceu miragem para o belga Boutsen (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 19/06/1989. Esportes, pág. D-8. Página visitada em 20 de agosto de 2018.
Precedido por
Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1989
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1989
Sucedido por
Grande Prêmio da França de 1989
Precedido por
Grande Prêmio do Canadá de 1988
Grande Prêmio do Canadá
27ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio do Canadá de 1990