Abrir menu principal

Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1970

Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1 de 1970
Watkins Glen International Track Map-1960-1970.svg
Décimo Grande Prêmio dos EUA em Watkins Glen
Detalhes da corrida
Data 4 de outubro de 1970
Nome oficial XIII United States Grand Prix
Local Watkins Glen International, Watkins Glen, Nova Iorque, EUA
Total 108 voltas / 408.240 km
Condições do tempo Nublado, seco
Pole
Piloto
Bélgica Jacky Ickx Ferrari
Tempo 1:03.07
Volta mais rápida
Piloto
Bélgica Jacky Ickx Ferrari
Tempo 1:02.74 (na volta 105)
Pódio
Primeiro
Brasil Emerson Fittipaldi Lotus-Ford
Segundo
México Pedro Rodríguez BRM
Terceiro
Suécia Reine Wisell Lotus-Ford

Resultados do Grande Prêmio dos Estados Unidos de Fórmula 1 realizado em Watkins Glen à 4 de outubro de 1970. Décima segunda e penúltima etapa da temporada, nela Emerson Fittipaldi obteve a primeira vitória brasileira na história e com isso assegurou o título mundial de Jochen Rindt, o primeiro (e até agora único) campeão post-mortem da categoria.[1][2][nota 1]

Índice

Antecedentes imediatosEditar

Ao morrer, Jochen Rindt tinha 45 pontos no campeonato, resultado das cinco vitórias que conseguira (Mônaco, Holanda, França, Inglaterra e Alemanha). Jacky Ickx, da Ferrari, após o GP do Canadá, estava em segundo lugar, com 28 pontos. Faltando duas corridas para terminar o campeonato e 18 pontos ainda em jogo, Ickx era o único piloto ainda com chances de tomar o título de Jochen Rindt.

No dia 04 de outubro seria corrido o GP dos Estados Unidos, em Watkins Glen. Nos treinos, a pole-position ficou com Jacky Ickx (Ferrari), que marcou o tempo de 1m:03s:07/100. Jackie Stewart (Tyrrell) foi o segundo, com 1m:03s:62/100, seguido de Emerson Fittipaldi (Lotus), com 1m:03s:67/100. A seguir ficaram Pedro Rodríguez (BRM), Chris Amon (March) e Clay Regazzoni (Ferrari).

ResumoEditar

Na largada, Jackie Stewart saiu na frente, enquanto Ickx, que não largou bem, atrapalhou Emerson, que largava atrás dele. Rodriguez aproveitou a indecisão de Ickx e assumiu a segunda posição, seguido pelo piloto da Ferrari. Em quarto vinha Regazzoni e atrás dele seguiam Chris Amon, John Surtees (Surtees), Jackie Oliver (BRM) e Emerson Fittipaldi.

Essas posições se mantiveram até a quinta volta, quando Oliver e Emerson ultrapassaram Surtees, que caiu para oitavo e logo depois abandonou a prova.

Enquanto Stewart ia aumentando sua vantagem na frente, Emerson conquistou o sexto lugar, com o abandono de Jackie Oliver na décima-quinta volta.

As Ferrari começam a melhorar seu desempenho e Ickx ultrapassa Rodriguez da décima-sexta volta, conquistando o segundo lugar. Mais uma volta e Regazzoni também passa por Rodriguez, que cai para o quarto lugar, seguido por Amon e Fittipaldi.

Na trigésima segunda volta da corrida Stewart já tinha colocado uma volta de vantagem sobre o sétimo colocado. Cinco voltas mais tarde, Regazzoni, que estava em terceiro, pára nos boxes para trocar um pneu. Com isso, Emerson sobe mais uma posição, ficando com o quinto lugar.

Na volta número 48 Chris Amon é obrigado a fazer uma parada rápida nos boxes e Emerson herda a quarta posição,

Jacky Ickx, que mantinha a segunda colocação, entra nos boxes na volta número 56, com problemas de injeção de combustível, voltando à pista com uma volta de atraso. Stewart, ainda na frente, coloca uma volta de vantagem sobre Emerson, que estava em terceiro.

O motor do Tyrrell de Stewart começa a soltar fumaça na volta de número 70 e ele diminui seu ritmo de corrida. Oito voltas depois Emerson passa por ele, recuperando a volta que havia tomado. Mais quatro voltas e o motor do Tyrrell explode, fazendo Stewart abandonar a corrida.

Pedro Rodríguez passa a liderar a prova, com dezessete segundos de vantagem sobre Emerson. Reine Wissel, em sua estréia na Lotus, já está em terceiro. Jacky Ickx, numa boa recuperação após o tempo perdido nos boxes, é o sétimo colocado a essa altura.

Faltando sete voltas para o final da corrida, Rodriguez entra nos boxes em pane de combustível. Quando ele retorna à pista, Emerson já estava cerca de quarenta segundos a sua frente.

O brasileiro completa as 108 voltas e recebe a bandeirada da vitória com trinta e seis segundos de vantagem sobre Rodriguez. Ao cruzar a linha de chegada, ele vê Colin Chapman pulando e jogando seu boné para o alto, como fazia anteriormente nas vitórias de Jim Clark, Graham Hill e Jochen Rindt.

Reine Wissel termina em terceiro, na frente de Jacky Ickx, que marca só 3 pontos. Assim, ele já não pode mais ultrapassar Jochen Rindt no campeonato e o austríaco é declarado então Campeão Mundial de Pilotos, postumamente.

Classificação da provaEditar

Pos Nº. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 24   Emerson Fittipaldi Lotus-Ford 108 1:57:32.79 3 9
2 19   Pedro Rodríguez BRM 108 + 36.39 4 6
3 23   Reine Wisell Lotus-Ford 108 + 45.17 9 4
4 3   Jacky Ickx Ferrari 107 + 1 volta 1 3
5 12   Chris Amon March-Ford 107 + 1 volta 5 2
6 18   Derek Bell Surtees-Ford 107 + 1 volta 13 1
7 8   Denny Hulme McLaren-Ford 106 + 2 voltas 11
8 7   Henri Pescarolo Matra 105 + 3 voltas 12
9 11   Jo Siffert March-Ford 105 + 3 voltas 23
10 15   Jack Brabham Brabham-Ford 105 + 3 voltas 16
11 29   Ronnie Peterson March-Ford 104 + 4 voltas 15
12 16   Rolf Stommelen Brabham-Ford 104 + 4 voltas 19
13 4   Clay Regazzoni Ferrari 101 + 7 voltas 6
14 9   Peter Gethin McLaren-Ford 100 + 8 voltas 21
Ret 1   Jackie Stewart Tyrrell-Ford 82 Óleo 2
Ret 14   Graham Hill Lotus-Ford 72 Embreagem 10
Ret 2   François Cevert March-Ford 62 Roda 17[3]
Ret 30   Tim Schenken De Tomaso-Ford 61 Suspensão 20
Ret 27   Jo Bonnier McLaren-Ford 50 Cano d'água 24
Ret 6   Jean-Pierre Beltoise Matra 27 Handling 18
Ret 31   Gus Hutchison Brabham-Ford 21 Vazamento 22
Ret 20   Jackie Oliver BRM 14 Motor 7
Ret 21   George Eaton BRM 10 Motor 14
Ret 17   John Surtees Surtees-Ford 6 Motor 8
DNQ 32   Peter Westbury BRM
DNQ 28   Pete Lovely Lotus-Ford
DNQ 10   Andrea de Adamich McLaren-Alfa Romeo

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas e os campeões da temporada surgem destacados em negrito. Em 1970 os pilotos computariam seis resultados nas sete primeiras corridas do ano e cinco nas últimas seis. Neste ponto esclarecemos: na tabela dos construtores figurava somente o melhor colocado dentre os carros de um time.

Notas

  1. As estatísticas quanto aos pilotos que lideraram a prova não estão disponíveis neste momento.

Referências

  1. «1970 United States Grand Prix - race result». Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  2. «SABINO, Fred. Jochen Rindt é até hoje o único campeão póstumo na história da Fórmula 1 (globoesporte.com)». Consultado em 21 de dezembro de 2018 
  3. Lang, Mike (1982). Grand Prix! Vol 2. [S.l.]: Haynes Publishing Group. p. 137. ISBN 0-85429-321-3 
Precedido por
Grande Prêmio do Canadá de 1970
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1970
Sucedido por
Grande Prêmio do México de 1970
Precedido por
Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1969
Grande Prêmio dos Estados Unidos
13ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio dos Estados Unidos de 1971