Abrir menu principal

Grande Prêmio dos Países Baixos de 1961

Grande Prêmio dos Países Baixos
de Fórmula 1 de 1961
Circuit Park Zandvoort-1948.svg
Nono GP dos Países Baixos realizado em Zandvoort
Detalhes da corrida
Data 22 de maio de 1961
Nome oficial X Grote Prijs van Nederland[nota 1]
Local Circuito de Park Zandvoort, Zandvoort, Holanda do Norte, Países Baixos
Total 75 voltas / 314.475 km
Pole
Piloto
Estados Unidos Phil Hill Ferrari
Tempo 1:35.7
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Jim Clark Lotus-Climax
Tempo 1.35.5 (na volta 7)
Pódio
Primeiro
Alemanha Wolfgang von Trips Ferrari
Segundo
Estados Unidos Phil Hill Ferrari
Terceiro
Reino Unido Jim Clark Lotus-Climax

Resultados do Grande Prêmio dos Países Baixos de Fórmula 1 realizado em Zandvoort à 22 de maio de 1961. Realizado numa segunda-feira, foi a segunda etapa da temporada e nela Wolfgang von Trips liderou todas as voltas da corrida e conquistou a primeira vitória alemã na categoria.[1][2][3]

ResumoEditar

Tendo lugar oito dias após o Grande Prêmio de Mônaco, não houve tempo para que Innes Ireland se recuperasse das lesões sofridas na prova anterior e por isso foi convocado Trevor Taylor. A primeira fila coube ao trio da Ferrari e na largada Von Trips saiu à frente e liderou todas as voltas até a vitória. Phil Hill esteve numa sólida segunda posição até ser ameaçado por Jim Clark. Os dois se alternaram frequentemente com a Ferrari mais rápida nas retas e a Lotus mais veloz nas curvas. Isso continuou até cerca de 20 voltas do final, quando a tocada de Clark permitiu que a Ferrari se distanciasse. O quarto lugar também resultou numa batalha muito disputada entre Stirling Moss e Richie Ginther, não obstante o mau começo de ambos, até Moss ultrapassar Ginther na última volta. A corrida também foi histórica pois nenhum piloto recorreu aos pit stops ou abandonou o grande prêmio.[2]

Classificação da provaEditar

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
1 3   Wolfgang von Trips Ferrari 75 2:01:52.1 2 9
2 1   Phil Hill Ferrari 75 + 0.9 1 6
3 15   Jim Clark Lotus-Climax 75 + 13.1 11 4
4 14   Stirling Moss Lotus-Climax 75 + 22.2 4 3
5 2   Richie Ginther Ferrari 75 + 22.3 3 2
6 10   Jack Brabham Cooper-Climax 75 + 1:20.1 7 1
7 12   John Surtees Cooper-Climax 75 + 1:26.7 9
8 4   Graham Hill BRM-Climax 75 + 1:29.8 5
9 5   Tony Brooks BRM-Climax 74 + 1 volta 8
10 7   Dan Gurney Porsche 74 + 1 volta 6
11 6   Jo Bonnier Porsche 73 + 2 voltas 12
12 11   Bruce McLaren Cooper-Climax 73 + 2 voltas 14
13 16   Trevor Taylor Lotus-Climax 73 + 2 voltas 16
14 8   Carel Godin de Beaufort Porsche 72 + 3 voltas 17
15 9   Hans Herrmann Porsche 72 + 3 voltas 13
DNS 17   Masten Gregory Cooper-Climax Inscrição reserva
DNS 18   Ian Burgess Lotus-Climax Inscrição reserva

Tabela do campeonato após a corridaEditar

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas. Em 1961 apenas os cinco melhores resultados, dentre pilotos ou equipes, eram computados visando o título. Neste ponto esclarecemos: conforme o site oficial da Fórmula 1, o vencedor dentre os pilotos recebia nove pontos, mas na seara dos construtores tal escore era de oito pontos e na tabela figurava somente o melhor colocado dentre os carros de um time.

Notas

  1. A denominação oficial de uma corrida não reflete, necessariamente, o número real de provas realizadas sob um mesmo nome, informação esta inserida abaixo na caixa de sucessão.

Referências

  1. «1961 Dutch Grand Prix - race result». Consultado em 18 de outubro de 2018 
  2. a b Von Trips venceu ontem em Zandvoort e lidera mundial junto com Moss (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 23/05/1981. Primeiro caderno, pág. 10. Página visitada em 19 de outubro de 2018.
  3. «SABINO, Fred. Von Trips, talento perdido em tragédia que também matou 15 torcedores (globoesporte.com)». Consultado em 7 de novembro de 2018 
Precedido por
Grande Prêmio de Mônaco de 1961
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1961
Sucedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 1961
Precedido por
Grande Prêmio dos Países Baixos de 1960
Grande Prêmio dos Países Baixos
9ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio dos Países Baixos de 1962