Abrir menu principal

A Grande Praga de Londres (1665-1666) foi uma epidemia que ocorreu na Inglaterra que vitimou entre 75.000 a 100.000 pessoas, ou seja, praticamente um quinto da população de Londres na época.[1] A doença era chamada de praga ou peste bubônica, uma infecção causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida via um rato (chamado de vetor). A epidemia de 1665-1666 foi em menor escala do que a anterior "Peste Negra" que atingiu a Europa entre 1347 e 1353, mas é chamada como a "grande praga" porque foi uma das últimas a se espalhar pela Europa.[2]

Ver tambémEditar

Referências

  Este artigo sobre epidemias é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.