Abrir menu principal
Grigori Chukhrai
Nome completo Grigori Naumovich Chukhrai
Nascimento 23 de maio de 1921
Melitopol, Ucrânia
Nacionalidade  Ucrânia
Morte 28 de outubro de 2001 (80 anos)
Moscovo, Rússia
Ocupação Realizador e guionista
Outros prêmios
Grande Prémio do Festival Internacional de Cinema de Moscovo
1961
IMDb: (inglês)

Grigori Naumovich Chukhrai (Григорiй Наумович Чухрайm em ucraniana, e Григорий Наумович Чухрай, em russo) (Melitopol, Zaporíjia (óblast), Ucrânia, 23 de maio de 1921- Moscou, 28 de outubro de 2001) foi um diretor e roteirista de cinema ucraniano/soviético. Ele é pai do também diretor Pavel Chukhrai.

VidaEditar

Nascido na Ucrânia, Chukhrai se alistou na Segunda Guerra Mundial, como voluntário, aos 20 anos de idade, se tornando pára-quedista. Ferido quatro vezes, ele recebeu a medalha da Estrela Vermelha por sua atuação no front durante a batalha de Stalingrado.

A obra mais conhecida de Chukhrai tanto na ex-União Soviética quanto no exterior é A Balada do Soldado, de 1959. O filme foi indicado à Palma de Ouro no Festival de Cinema de Cannes em 1960 e ao Oscar, em 1962, de melhor roteiro original. Em 1961, lançou "Chistoye Nebo", que também lida com a temática da guerra.

Popular na ex-União Soviética, o cineasta chegou a receber desculpas publicamente por Nikita Kruschev durante um encontro com intelectuais soviético. Em 1981, Chukhrai recebeu o título de "Artista do Povo da União Soviética". Mais tarde, ele adoeceu e sofreu seis infartos.

Seu filho, Pavel, também se tornou um cineasta. Sua obra mais conhecida internacionalmente é "O Ladrão", de 1997, que recebeu indicação para o Oscar.

FilmografiaEditar

Ligações externasEditar