Abrir menu principal

Wikipédia β

Grupo Folclórico de Barcelinhos

O Grupo Folclórico de Barcelinhos tem por objectivo divulgar a Etnografia e o Folclore desta importante parcela da Região Minhota.

DescriçãoEditar

O Grupo Folclórico de Barcelinhos, fundado em 1953, teve a sua origem no Orfeão de Barcelinhos. O grupo é sócio fundador da Federação do Folclore Português e está integrado no CIOFF Portugal, na IOV e no Inatel. Foi declarada Associação de Utilidade Pública em 1995.

O Grupo Folclórico de Barcelinhos tem representado Portugal em Festivais Internacionais de Folclore dos seguintes países: Alemanha, Itália, Grécia, ex-Jugoslávia, Holanda, República Checa, Brasil, País de Gales, França, Áustria, Polónia, Espanha.

No território Nacional destacam-se as duas presenças no Festival Nacional do Algarve em 1982 e 1993, assim como a presença nos Açores (1993) e Madeira (1995).

Responsável pela organização anual do "Festival Internacional de Folclore Rio", um dos maiores certames folclóricos realizados em Terras do Baixo Cávado, que traz a Barcelos milhares de forasteiros para apreciar a riqueza e o colorido ímpar dessa noite.

O Grupo apresenta trajes de Barcelos denominados de «Ir à Feira ou Domingueiro», «Trajes de Trabalho» e «Trajes de Luxo», usados até à época de 1900.

Em 2003, na passagem das Bodas de Ouro, o grupo recebeu a Medalha de Mérito da Cidade de Barcelos – Grau Ouro. Receberam ainda a Medalha de Actividade – Grau Ouro, da Federação do Folclore Português, e foi considerado "Irmão Benfeitor" da Santa Casa da Misericórdia de Barcelos.

LigaçõesEditar